TRAÍ MINHA ESPOSA DIVERSAS VEZES, DEVO CONFESSAR? Caso veridico

5


Paz irmã, se é que posso e tenho isso para te transmitir! É por força do costume mesmo. Meu nome é Walter, moro no Rio, tenho 40 anos, sou casado desde os 23, tenho dois filhos e somos cristãos desde quando casamos (aliás, desde antes de casar). Comecei a namorar minha esposa quando ainda éramos adolescentes e isso, é claro, leva a um desgaste incrível, principalmente da parte do homem. Mais especificamente na área sexual, não é isso mesmo? Eu pensei que com o casamento superaria a dificuldade que todo homem tem, que é a imoralidade sexual –  masturbação, pornografia e fantasia mental com outras mulheres. Estava enganado e foi assim por todo esses anos, exceto por um período em que estava bem espiritualmente, logo nos primeiros anos. Deus tem muitas promessas para as nossas vidas e ainda assim eu sou tão miserável que não consigo largar isso e abraçar o que Deus tem pra mim. Me sinto o pior ser humano do mundo. Nunca tive coragem de adulterar fisicamente, mas “água mole em pedra dura”… Até que aconteceu, e com várias. Mas a última foi (e tem sido) a pior delas, em vista de que tudo não passava de fantasias e eu as via apenas como objetos sexuais. Com essa mulher atual tem sido diferente. Eu a conheci pela internet (ela mora muito longe de mim), nos envolvemos, nos apaixonamos e fantasiamos casamento e uma vida juntos, até que aconteceu o encontro (ela veio até meu estado), intensificando ainda mais nossa paixão. Ficamos um final de semana num hotel e do ponto de vista carnal foi maravilhoso! Acontece que, não sei como, minha esposa descobriu, e quando cheguei em casa tive que confessar tudo e ela me perdoou, e mesmo assim eu ainda continuei em contato com ela mantendo esse relacionamento à distância, fazendo sexo virtual, compartilhando vídeos íntimos, nos masturbando, enfim, compartilhando nossos corpos como se fôssemos marido e mulher, e sei que isso é adultério. Eu já tentei terminar com ela (a outra) várias vezes, mas ela me pede desesperadamente que não a abandone, pois me ama muito e fica mandando e-mails dizendo o quanto está sofrendo por ter se afastado e tal. Aí eu não suporto e acabo respondendo. Minha esposa me perdoou e pensa que estou livre disso, e é isso que tem acabado comigo. O fato de estar traindo novamente, abusando da sua confiança. Eu tenho contaminado nosso leito irmã Dani, me masturbando e fantasiando com outras, além de estar enrolado com essa mulher.

Por esses dias eu tenho sentido uma tristeza muito profunda, por saber que estou impuro diante de Deus. Ás vezes eu penso em fazer besteira, por não ter forças pra me livrar disso. Quero te perguntar se eu devo confessar essa recaída com essa mulher e esse contato que estamos mantendo? Se eu confessar isso pra minha esposa, eu acho que ela não irá suportar, sabe? Eu não sei o que fazer! Quero muito resolver essa situação, me confessar com Deus em arrependimento e viver uma nova vida, mas esse detalhe de contar pra ela tem colocado uma interrogação na minha cabeça. Quero se possível um conselho seu a respeito. Que Deus continue te abençoando e te dando graça.
Resposta:

Querido irmão! Entendo perfeitamente a sua angústia e desespero. No meu ponto de vista, acho que você ainda não deve contar à sua esposa, ela pode não estar forte o suficiente para enfrentar a verdade. Isso provavelmente a destruiria por dentro e poderia comprometer o seu casamento. Espere mais um pouco. Confessar o seu pecado à Deus já é suficiente para receber o perdão: “Se confessarmos os nossos pecados, ele (Deus) é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça”. 1 Jo 1:9. Ter confessado a mim também já vai te aliviar, não completamente, mas um bocado: “Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz.” Tg 5:16. Bom, você tem total consciência da lama em que está metido, e isso já é um grande passo. Agora, a decisão de sair dela é toda sua. A Bíblia nos ensina que cedo ou tarde a verdade vem à tona: “Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido”. Lc 12:2. Se você for esperar isso acontecer, o estrago vai ser muito maior, acredite! O desafio que deixo a você hoje é: saia do muro! O que quer da sua vida? Escolha por Cristo ou por satisfazer seus desejos carnais! Se decidir por obedecer a Cristo e salvar seu casamento, sugiro que comunique esta decisão à sua amante, peça perdão pelo que fez com a vida dela e em seguida troque todos os seus contatos (telefone, celular, e-mail e etc.), para que ela não te encontre nunca mais. É uma decisão que está valendo a vida da sua família. É seu maior tesouro que está em jogo! Pode ser que neste momento sua esposa desconfie dessa sua mudança radical. Se isso acontecer, diga que tomou esta atitude para preservar o casamento e se livrar de qualquer contato com a moça que confessou a traição da primeira vez. 

Também sugiro que bloqueie todos os meios de comunicação para não ter mais acesso a conteúdo pornográfico. Existem diversos programas que fazem isso, é só querer. E o principal: busque a Deus! De dia, de noite e de madrugada. Ore, jejue e devore a Palavra (comece pelo Novo Testamento). E além disso, converse com sua mulher sobre os desejos sexuais que tem atrapalhado sua vida (acho que neste momento pode compartilhar o problema que tem tido com a pornografia) e peça que ela te ajude a supri-los. A esposa é peça fundamental nesta luta! Leia o texto O maldito vício da pornografia. Se vocês tiverem um sexo mais frequente e se conseguir suprir suas fantasias sexuais com sua esposa, a luta vai ficar bem mais fácil. Mas as tentações não irão desaparecer: “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar.” 1 Pe 5:8. Por isso vigie! “Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês. Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.” Tg 4:7-8.

A Palavra ensina que a nossa carne milita contra o nosso espírito: “Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis”. Gálatas 5:16

Se nos submetermos à escravidão do pecado, ele nos dominará e destruirá as nossas vidas: “Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte”.Tiago 1:15

Mas se nos submetemos ao Espírito de Deus e buscamos viver segundo a Palavra, que é Jesus, o próprio Deus fortalecerá nosso espírito: “Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne”. Gálatas 5:17

Sugiro que também leia o texto aqui do blog Me apaixonei por outra pessoa.

Lute! Com o tempo, quando perceber que as coisas se acalmaram e você está mais forte, peça orientação à Deus sobre o momento e a maneira certa de compartilhar com sua esposa tudo o que aconteceu. Mas precisa se certificar de que ela estará preparada para lidar de forma madura com a verdade. Outro texto interessante para lerem juntos é Fui traído! O que eu faço? Como eu disse anteriormente, você ainda está em cima do muro. Te desafio a escolher por Cristo e mudar de vida HOJE! A caminhada será difícil, mas Deus não está olhando para suas quedas, e sim para as suas tentativas e esforços. A chama do amor pode reacender no seu casamento, basta você querer! Nesses textos você encontrará dicas preciosas: Será que ele(a) me ama mesmo? e Será que ele(a) tem outra(o)?

“Paz Irmã! obrigado pela atenção dispensada ao meu problema. Bom… de tudo o que falou o que mais me impactou foi o fato de sair de cima do muro. É isso que preciso fazer! Decidir enfrentar a batalha de frente, como um homem de verdade. Comprei recentemente o livro  “A batalha de todo homem, de Fred Stoeker”. Você que trabalha nesta área já deve ter lido. E é isso que devo fazer, como diz o Stoeker, “quando o avião de guerra aterrissar e baixar a rampa, devo correr pra batalha sabendo que Deus correrá ao meu lado”. Chegou a hora de lutar, de enfrentar esse inimigo que já me derrotou inúmeras vezes. Obrigado pelas suas palavras e que Deus continue te abençoando! Se quiser pode usar minha história sem citar meu nome.”

Que bom que tomou essa decisão Walter. O livro é muito bom, conheço sim! Permaneça firme! Deus, mais do que ninguém, quer te ver livre disso. Mas se não buscá-Lo, não terá forças. Alimente-se da Palavra diariamente, ore e jejue. O Espírito Santo te ajudará nesta batalha! 
Um grande abraço, 
Dani
*Os dados foram alterados para preservar a identidade da família.
Share.

5 Comentários

  1. Pingback: Free Piano

  2. Pingback: loanemu

  3. Quando se arrepende de verdade ainda tem jeito porem se for peduado e desculpado ,agora continuar aprontando novamente ai não tem perdão ,porem eu estou pasando por um dilema ,grande dilema mesmo ,estou casado a 3 anos mais já moramos juntos a 5 e nossa história te, 13 anos, nunca vacilei feio como minha esposa ,temos uma quimica muito boa ,nos conhecemos perfeitamente ,nos amamos se assim posso falar pois quem ama não trai e eu trai feio da pior forma eu totalmente errado mesmo amando a minha esposa de coração ela sabe disso mais eu errei e não tem mais volta ,mesmo pedindo desculpa e perdão não stou mais a mesma coisa ,ela está grávida de nosso primeiro filho (a) e esse ano eu tive um relex com um moleque tambem hétero ,mais aconteceu e não posso mais mim redimir ela descobril através de mensagem ,imail em fim e confessei a verdade mais não contei deta-lhe com medo de lhe magoar mais ainda, porem quero que ela pelo menos arquive isso e vamos dar uma chance em nome do nosso amor sei que não é facio para ela mais estou aqui para tentar redimeir meu erro e provar para ela que a amo muito ,fui fraco,safado mais estou arrependido ,não sei o que faço de coração qual seria a opnião de alguem , sei que fui safado e desonseto com o amor da minha vida .

    • Vou te contar o que aconteceu comigo… pode acreditar tudo que escreverei a seguir aconteceu e esta acontecendo exatamente ainda hoje (final de 2016). Tenho mais de 41 anos e durante muitos anos trabalhei em ambientes que exaltavam e tornavam os mais infiéis e promíscuos os maiores representantes da macheza e de qualidades dignas de serem admiradas por todos os homens destes locais. Junto a minha falta de caráter, fraqueza, natureza humana ruim, falta de sabedoria e vergonha na cara, me aventurei nesse mundo da traição e satisfação dos desejos do meu corpo e mente. Se passaram muitos anos e entre algumas traições, nunca imaginei que iria ser cobrado por isso, pois pensava que em algum momento bastaria eu pedir perdão a Deus e assim tudo estaria certo e dessa forma tudo em algum momento terminaria bem… ou seja eu teria satisfeito meus desejos carnais, sido perdoado por Deus e minha esposa nunca saberia, plano perfeito né?!… entretanto as coisas não transcorreram dessa maneira.
      Minha esposa nunca gostou de viajar, principalmente de avião, então todas as férias eu, junto com parentes e ou amigos, saiamos para viajar e conhecer algum lugar diferente… e nessa ultima viagem que fiz (Salvador e Morro de SP na Bahia) estava no hotel quando minha esposa me liga desesperada de medo e pânico, e meu filho também chorando muito por causa de medo e dor no estomago… nesse momento eu fiquei preocupado mas imaginei que era charme dela, já que ela com quase 40 anos, estava gravida, em uma gestação não esperada e planejada, assim liguei para minha mãe e pedi apoio para ela em casa, pois seria impossível eu retornar, desta forma a situação foi contornada naquele momento, mas as crises de síndrome do pânico e depressão dela aumentando. Quando retornei verifiquei que a situação dela estava piorando, então decidi procurar ajuda de uma psicologa que ao avaliar sua condição me recomendou um psiquiatra… segui sua recomendação e a consulta foi feita, entretando devido a gravidez, a medica informou não poderia receitar nenhuma medicação, com isso comecei a procurar outras alternativas… procurei um hipnólogo/parapsicólogo por recomendação de minha mãe e sobrinha. Terminada a sessão minha esposa se encontrava melhor e o hipnologo queria que fechássemos um pacote de 6 meses, mas algo me dizia que aquele não seria uma boa ideia e algo no olhar daquele homem não me deixava tranquilo. Sendo assim falei que iria decidir e que durante a semana falaria com ele, já a noite mesmo a condição da minha esposa ficou pior e as crises mais constantes e fortes, procurei outras alternativas, agendei acompanhamento psicológico novamente, entretanto nesse momento minha esposa já não tinha nem mais condições de sair de casa devido ao medo e como as coisas foram piorando, ela já não podia ficar sozinha, pois quando as crises vinham ela tentava se esconder e procurar locais escuros (debaixo da cama e ou até dentro do guarda-roupa como já a peguei escondida), e diariamente falava em se matar, onde alguma vezes ela tentou colocando cordas e cintas sob o pescoço. Os dias foram se passando e eu buscando diversas maneiras de encontrar sua cura, a ultima tinha sido através da acupuntura, mas como ela tinha medo da agulha pedi para o medico se ele poderia colocar uma agulha no meu braço para que ela visse que não doia, quando o medico colocou a agulha na parte superior do meu antebraço direito, uma corrente (similar a um choque) correu para os dois lados do meu braço chegando ao meu punho e próximo ao ombro, achei aquilo fantástico, pois não imaginei que uma simples agulha produziria um efeito tao grande imediatamente, desta forma minimizei o efeito do choque e falei para minha esposa da abrangencia do efeito pelo braço e que realmente aquele tratamento traria bons resultados. Já ao sair daquele consultório percebi que meu punho doía, dor semelhante a uma agulhada, mas acreditei que aquilo passaria, de fato a dor aguda passou e comecei a sentir uma sensação de tremor no musculo e aflição, a qual após alguns dias se direcionou do braço para o joelho direito, dessa forma eu comecei a ter dificuldade em dormir, pois a aflição ficava cada vez maior e eu so conseguia dormir de lado, onde um joelho ficava por cima do outro, pressionando o joelho com a aflição, fiz aquilo durante algumas semanas, pois como trabalho a noite era o único jeito para que eu pudesse descansar.
      A essa altura, devido ao stress (conforme diagnostico e exames do especialista) a retina direita dela sofreu uma espécie de descolamento chamada de Retinopatia Serosa Central e ela passou a não enxergar direito com esta vista, causando ainda mais pânico e depressão, onde ela já não sai do quarto, não tomava banho, nem se alimentava direito perdendo cerca de 7 quilos em plena gestação, onde geralmente as mulheres ganham peso.
      O tempo foi passando e um dia, para não acordar minha esposa, já que ela não conseguia dormir de noite (já ficava acompanhada por uma das irmãs dela) e ia deitar praticamente ao amanhecer do dia, ao chegar do trabalho de manhã, fui deitar em outro quarto e logo que peguei no sono, senti que alguém sentou na cama e começou meio que soluçar e rir, abri o olho e com sono percebi que se tratava da minha esposa, fiquei alguns segundos sem entender em silencio, quando ela se vira para mim e diz “perdeu ela é minha agora”, após dizer isso correu de volta para o outro quarto. Naquele momento caiu a minha fixa e percebi que não se tratava apenas de uma doença física ou psicológica conforme eu afirmava.
      Após esse evento, ela manifestou varias vezes em casa, uma guerra espiritual, onde por algumas vezes, o demônio que tomava a mente dela me acusou do meu pecado de traição e ou dizia que o nome dela estava na encruzilhada e que foi mulher minha que havia feito aquilo, para tomar tudo o que ela tinha e ficar no lugar dela.
      Diante disso, por enxergar que se tratava de uma possessão demoníaca, comecei a pedir oração em várias igrejas evangélicas, irmãs, irmãos de oração, indo em igrejas evangélicas, orando fazendo campanhas de oração em casa, assim como buscando um concerto com Deus já que estava desviado dos caminhos de Jesus.
      Hoje, passados mais de 06 meses, graças a Deus, ela não manifestou mais e não teve mais crises de depressão e síndrome do pânico, a retina retornou a condição correta e ela ainda tem algumas sequelas (a cor ainda não esta normal) pois o medico disse que foi atingida uma área nobre da visão, mas ela não reclama mais pois acredito eu que esta cada dia melhor. Continuamos orando e pedindo a benção do Senhor em nossas vidas para que ela se recupere 100%. Também contei a verdade sobre meus erros, pedi o seu perdão… ela embora não frequentasse nenhuma igreja, me perdoou (Hoje em dia ela tem buscado Cristo, pois viu e infelizmente sentiu que o inimigo só quer nos destruir).
      Resolvi contar essa situação toda, em especial, para alertar aqueles que como eu, ou um dia estavam na presença de Deus ou que se encontram dentro de uma igreja, mas praticando pecados e pensando “depois eu peço perdão”, ou que nunca procuraram as coisas de Deus por pensar “talvez a coisa não seja tão seria quanto o pastor pregra” ou “não é bem assim, estão exagerando”, “talvez a bíblia esteja se referindo somente a coisas do passado, já não é mais assim” ou “isso não acontecesse comigo”, posso afirma… a palavra de Deus é real, e eu infelizmente (ou felizmente como acredito hoje) senti ainda em vida, o nosso inimigo acusando dos pecados, temi e tremi ao imaginar, como será terrível à aqueles que não entregarem o coração e vida por completo ao Senhor Jesus, sendo acusados e condenados a segunda morte (inferno).
      Sei que muitos irão criticar minhas ações, não os condeno, pois realmente errei, reconheci meu erro e perdi perdão para Deus e minha esposa, entretanto o intuito de dividir essa situação e alertar aquele que se encontra nessa situação de erro e pecado, ou à aquele que ainda não entregou sua vida a Jesus (de fato e por completo), faça isso hoje mesmo ainda em vida e enquanto existe oportunidade, pois não sabemos quando nossos olhos se fecharão para sempre e já não será possível. Que Jesus te abençoe abundantemente!!!

  4. Vou te contar o que aconteceu comigo… pode acreditar tudo que escreverei a seguir aconteceu e esta acontecendo exatamente ainda hoje (final de 2016). Tenho mais de 41 anos e durante muitos anos trabalhei em ambientes que exaltavam e tornavam os mais infiéis e promíscuos os maiores representantes da macheza e de qualidades dignas de serem admiradas por todos os homens destes locais. Junto a minha falta de caráter, fraqueza, natureza humana ruim, falta de sabedoria e vergonha na cara, me aventurei nesse mundo da traição e satisfação dos desejos do meu corpo e mente. Se passaram muitos anos e entre algumas traições, nunca imaginei que iria ser cobrado por isso, pois pensava que em algum momento bastaria eu pedir perdão a Deus e assim tudo estaria certo e dessa forma tudo em algum momento terminaria bem… ou seja eu teria satisfeito meus desejos carnais, sido perdoado por Deus e minha esposa nunca saberia, plano perfeito né?!… entretanto as coisas não transcorreram dessa maneira.
    Minha esposa nunca gostou de viajar, principalmente de avião, então todas as férias eu, junto com parentes e ou amigos, saiamos para viajar e conhecer algum lugar diferente… e nessa ultima viagem que fiz (Salvador e Morro de SP na Bahia) estava no hotel quando minha esposa me liga desesperada de medo e pânico, e meu filho também chorando muito por causa de medo e dor no estomago… nesse momento eu fiquei preocupado mas imaginei que era charme dela, já que ela com quase 40 anos, estava gravida, em uma gestação não esperada e planejada, assim liguei para minha mãe e pedi apoio para ela em casa, pois seria impossível eu retornar, desta forma a situação foi contornada naquele momento, mas as crises de síndrome do pânico e depressão dela aumentando. Quando retornei verifiquei que a situação dela estava piorando, então decidi procurar ajuda de uma psicologa que ao avaliar sua condição me recomendou um psiquiatra… segui sua recomendação e a consulta foi feita, entretando devido a gravidez, a medica informou não poderia receitar nenhuma medicação, com isso comecei a procurar outras alternativas… procurei um hipnólogo/parapsicólogo por recomendação de minha mãe e sobrinha. Terminada a sessão minha esposa se encontrava melhor e o hipnologo queria que fechássemos um pacote de 6 meses, mas algo me dizia que aquele não seria uma boa ideia e algo no olhar daquele homem não me deixava tranquilo. Sendo assim falei que iria decidir e que durante a semana falaria com ele, já a noite mesmo a condição da minha esposa ficou pior e as crises mais constantes e fortes, procurei outras alternativas, agendei acompanhamento psicológico novamente, entretanto nesse momento minha esposa já não tinha nem mais condições de sair de casa devido ao medo e como as coisas foram piorando, ela já não podia ficar sozinha, pois quando as crises vinham ela tentava se esconder e procurar locais escuros (debaixo da cama e ou até dentro do guarda-roupa como já a peguei escondida), e diariamente falava em se matar, onde alguma vezes ela tentou colocando cordas e cintas sob o pescoço. Os dias foram se passando e eu buscando diversas maneiras de encontrar sua cura, a ultima tinha sido através da acupuntura, mas como ela tinha medo da agulha pedi para o medico se ele poderia colocar uma agulha no meu braço para que ela visse que não doia, quando o medico colocou a agulha na parte superior do meu antebraço direito, uma corrente (similar a um choque) correu para os dois lados do meu braço chegando ao meu punho e próximo ao ombro, achei aquilo fantástico, pois não imaginei que uma simples agulha produziria um efeito tao grande imediatamente, desta forma minimizei o efeito do choque e falei para minha esposa da abrangencia do efeito pelo braço e que realmente aquele tratamento traria bons resultados. Já ao sair daquele consultório percebi que meu punho doía, dor semelhante a uma agulhada, mas acreditei que aquilo passaria, de fato a dor aguda passou e comecei a sentir uma sensação de tremor no musculo e aflição, a qual após alguns dias se direcionou do braço para o joelho direito, dessa forma eu comecei a ter dificuldade em dormir, pois a aflição ficava cada vez maior e eu so conseguia dormir de lado, onde um joelho ficava por cima do outro, pressionando o joelho com a aflição, fiz aquilo durante algumas semanas, pois como trabalho a noite era o único jeito para que eu pudesse descansar.
    A essa altura, devido ao stress (conforme diagnostico e exames do especialista) a retina direita dela sofreu uma espécie de descolamento chamada de Retinopatia Serosa Central e ela passou a não enxergar direito com esta vista, causando ainda mais pânico e depressão, onde ela já não sai do quarto, não tomava banho, nem se alimentava direito perdendo cerca de 7 quilos em plena gestação, onde geralmente as mulheres ganham peso.
    O tempo foi passando e um dia, para não acordar minha esposa, já que ela não conseguia dormir de noite (já ficava acompanhada por uma das irmãs dela) e ia deitar praticamente ao amanhecer do dia, ao chegar do trabalho de manhã, fui deitar em outro quarto e logo que peguei no sono, senti que alguém sentou na cama e começou meio que soluçar e rir, abri o olho e com sono percebi que se tratava da minha esposa, fiquei alguns segundos sem entender em silencio, quando ela se vira para mim e diz “perdeu ela é minha agora”, após dizer isso correu de volta para o outro quarto. Naquele momento caiu a minha fixa e percebi que não se tratava apenas de uma doença física ou psicológica conforme eu afirmava.
    Após esse evento, ela manifestou varias vezes em casa, uma guerra espiritual, onde por algumas vezes, o demônio que tomava a mente dela me acusou do meu pecado de traição e ou dizia que o nome dela estava na encruzilhada e que foi mulher minha que havia feito aquilo, para tomar tudo o que ela tinha e ficar no lugar dela.
    Diante disso, por enxergar que se tratava de uma possessão demoníaca, comecei a pedir oração em várias igrejas evangélicas, irmãs, irmãos de oração, indo em igrejas evangélicas, orando fazendo campanhas de oração em casa, assim como buscando um concerto com Deus já que estava desviado dos caminhos de Jesus.
    Hoje, passados mais de 06 meses, graças a Deus, ela não manifestou mais e não teve mais crises de depressão e síndrome do pânico, a retina retornou a condição correta e ela ainda tem algumas sequelas (a cor ainda não esta normal) pois o medico disse que foi atingida uma área nobre da visão, mas ela não reclama mais pois acredito eu que esta cada dia melhor. Continuamos orando e pedindo a benção do Senhor em nossas vidas para que ela se recupere 100%. Também contei a verdade sobre meus erros, pedi o seu perdão… ela embora não frequentasse nenhuma igreja, me perdoou (Hoje em dia ela tem buscado Cristo, pois viu e infelizmente sentiu que o inimigo só quer nos destruir).
    Resolvi contar essa situação toda, em especial, para alertar aqueles que como eu, ou um dia estavam na presença de Deus ou que se encontram dentro de uma igreja, mas praticando pecados e pensando “depois eu peço perdão”, ou que nunca procuraram as coisas de Deus por pensar “talvez a coisa não seja tão seria quanto o pastor pregra” ou “não é bem assim, estão exagerando”, “talvez a bíblia esteja se referindo somente a coisas do passado, já não é mais assim” ou “isso não acontecesse comigo”, posso afirma… a palavra de Deus é real, e eu infelizmente (ou felizmente como acredito hoje) senti ainda em vida, o nosso inimigo acusando dos pecados, temi e tremi ao imaginar, como será terrível à aqueles que não entregarem o coração e vida por completo ao Senhor Jesus, sendo acusados e condenados a segunda morte (inferno).
    Sei que muitos irão criticar minhas ações, não os condeno, pois realmente errei, reconheci meu erro e perdi perdão para Deus e minha esposa, entretanto o intuito de dividir essa situação e alertar aquele que se encontra nessa situação de erro e pecado, ou à aquele que ainda não entregou sua vida a Jesus (de fato e por completo), faça isso hoje mesmo ainda em vida e enquanto existe oportunidade, pois não sabemos quando nossos olhos se fecharão para sempre e já não será possível. Que Jesus te abençoe abundantemente!!!

Leave A Reply