O QUE É CASAMENTO?

1

10953409_841733005889603_7892328275920453698_n

Uma analogia interessantíssima a respeito do casamento. Ótimo para os que estão pensando em casar, para os bem casados e também para os que estão pensando em se separar. Vale muito a pena!

“Imagine um rapaz subindo um monte com uma mochila nas costas, onde carrega toda a sua vida, seus sonhos, seu dinheiro, seus projetos, hobbies, amigos e crenças. No percurso passa por vários viajantes com as suas respectivas mochilas, que cruzam o seu caminho rumo aos mais diferentes lugares. Depois de muito viajar, o peregrino se depara com uma moça que encanta os seus olhos e ele, desperta nela uma sensação nova, nunca antes experimentada. Os dois passam a caminhar juntos, até que num determinado momento decidem ir para o mesmo lugar. Ao tomar esta decisão descobrem que há uma regra: só chegarão ao destino se unirem os conteúdos de suas mochilas. Daqui pra frente terão que carregar apenas uma bagagem,  juntos.

Os viajantes resolvem então analisar todo o conteúdo das mochilas, apresentam um ao outro seus sonhos, projetos, pertences, lembranças e etc. Quando começam a encher a nova mochila, descobrem que será impossível acomodar 100% dos dois conteúdos. Uma parte necessariamente terá que ficar de fora. Terão que fazer concessões, escolhas e quem sabe até modificar sonhos e projetos. O processo será doloroso e lento, mas eles decidem seguir em frente.

A viagem prossegue e por vezes os peregrinos discutem e desanimam, pois sentem falta daquilo que ficou para trás. Há momentos também em que o peso da mochila recai sobre um deles, deixando-o cansado e predisposto a desistir. Muitas vezes sentem-se tentados a continuar a viagem sozinhos, mas já não será tão fácil como no início, pois a mochila teria que ser refeita. A grande questão é que agora, a maioria dos itens já faz parte da essência dos dois. A dor da divisão seria insuportável!

Eles decidem prosseguir. Há ladeiras íngremes, buracos e estradas que não levam a lugar nenhum. Mas logo descobrem que há uma forma de se chegar ao destino de forma mais leve e prazerosa. Precisam apenas seguir as pegadas do Perfeito Viajante. Ele conhece o caminho, segredos e atalhos. Em tempos de escuridão e dor, as suas pegadas tornam-se difíceis de enxergar e acompanhar. Mas aprenderam que depois dos momentos chuvosos, sempre vem a abertura de sol, e após fortes vendavais, brisas reconfortantes. Os desafios continuam, mas o Perfeito Viajante garante que ao final, a paisagem será recompensadora e, para os que persistirem com os olhos fixos em suas pegadas, a caminhada se tornará mais leve e tão importante quanto o destino.

Os que optam pela caminhada a dois com os olhos fixos nas pegadas, compartilhando o conteúdo e o peso da mochila, crescem como pessoas e tornam-se semelhantes ao Perfeito Viajante. A viagem fica mais leve, gratificante e prazerosa. Lembrando que apenas chegarão ao destino aqueles que optarem por dividir o conteúdo de suas mochilas e dispuserem-se a sustentar o peso da carga JUNTOS! Se quer uma mochila só pra você, tenha consciência de que a caminhada será mais longa e dolorosa, para ambos, e certamente não chegarão a lugar algum. Trocar de parceiro ou jogar o peso sobre um dos dois também não é uma saída inteligente. Se não houver a disposição de manter uma única mochila, caminharão em vão.

Para você que optou pelo casamento, firme seus passos, divida a carga, reparta o conteúdo da mochila e foque nas pegadas do Perfeito Viajante. Vai valer a pena, eu garanto. Tenha uma boa viagem!”

Texto original de Elias Sena Yarmalavicius, com adaptações e acréscimos de Daniela Marques.

Share.

1 comentário

Leave A Reply