MINHA ESPOSA ME TRAIU… Caso verídico

142

“Oi Dani. Estou passando por um momento muito crítico no meu casamento. Seu texto sobre traição me ajudou um tanto. Já li muito sobre traição. Infelizmente fui traído. Sabe, coisa rara pra um homem, mas fui. Em uma sociedade onde se acontece o contrário né? Sei que nesse assunto não há inocentes, a opção de trair foi da minha esposa, mas nós todos estamos sofrendo. Estou sendo aconselhado pelo meu pastor. Mas ainda tem muita coisa pra ser sarada nesse meu coração machucado e decepcionado. Frustrado comigo mesmo, frustrado com a pessoa na qual eu me casei, é isso que sinto. Quase sempre. Continuo lendo e relendo seus textos. Li novamente esses dias sobre divórcio. Sabe, obrigado pelo que escreve… Marcas profundas. É bem isso mesmo. Qualquer movimento, qualquer “amigo” da minha esposa, o seu jeito… tudo me leva a desconfiar. Ela me confessou a traição no início deste ano e ainda não superei, acredite. Tivemos muitas crises, fui melhorando com o tempo, mas as vezes acho que estou pior. Nesses últimos dias tenho pensado que ela não me merece e que mereço ser feliz com outra pessoa. Esse pensamento de desistir do casamento tem sido real pra mim, palpável. A traição da mulher é algo muito ruim, destruidor para um homem. Depois que ela me confessou, caiu minha ficha que durante os 8 anos de casados eu não tinha sido um marido tão bom assim. Quando tínhamos 4 anos de casados ela engravidou, mas não aceitei a ideia logo de cara, porque eu ainda morava no fundo da casa dos meus pais e estava lutando para ter nosso cantinho. E ela se decepcionou muito comigo nessa época. Foi onde começou a ter um caso com um colega de trabalho. Hoje eu amo meu filho, ele é um presentão de Deus! Mas somente 4 anos após ter iniciado a traição é que ela me confessou. Eu jamais percebi nada. Nunca pensei que existia essa desonestidade nos seres humanos.

E pior né. Algo tão desumano e cruel veio da pessoa que eu mais amo. Essa tem sido minha maior decepção. Voltar a amá-la, respeitá-la, continuar a ser fiel quando ela não merece nada disso… Sei que a graça e o perdão de Deus é sobre todos nós, sobre mim, sobre ela. E devemos agir assim com o nosso próximo, mas em quase um ano, na maioria das vezes não consigo mais ter um amor real e verdadeiro por ela. A admiração acabou. Fico pensando como somos falhos e pecadores. Ela carrega marcas de outra pessoa dentro de si, lembranças. Fico em dúvida de seu arrependimento. Ela diz que está bem emocionalmente e que fica muito mal quando percebe que estou triste por causa do passado. Eu não estou nada bem. Eu não queria ter essa historia comigo… E quando meu filho souber? Tenho um duro e longo caminho a percorrer… com ela. Preciso ser feliz, mas como? E sem ela, tenho certeza que vou sofrer muito, principalmente por causa do meu filho. Uma criança sofre sequelas graves de uma separação, o que acarretaria um pouco de culpa a mim. Mas como viver com ela se quando ando na rua ou em qualquer lugar, qualquer outra garota parece ser mais interessante? Tudo o que sentia por ela sumiu… Sinto como se fosse meu direito ter outra companheira. Fica na paz. Espero que um dia possa me responder. Abraços pra você. Eduardo”

Resposta:

“Eduardo, imagino a sua angústia. A traição é sempre devastadora, sempre. Como coloquei no texto “Fui traído! E agora, o que fazer?“, existem aqueles casos em que a pessoa realmente se arrepende do que fez e luta para restaurar seu casamento (que é o seu caso). Na teoria, esta seria a situação mais fácil de se resolver. O fantasma da dúvida assombra por muito tempo. Isso é natural e aceitável. A parte “culpada”, ou seja, a que traiu, precisa se esforçar para recuperar a confiança do cônjuge. Deve se portar como um livro aberto e permitir que o cônjuge tenha acesso a todas as áreas da sua vida (onde está, com quem está, mensagens, e-mails, conta bancária e etc.) É uma consequência do erro. Mas o normal é que isso dure por apenas um período (com algumas recaídas pontuais), até que a confiança seja restaurada. Também é essencial que além da confiança, o amor seja recuperado. Quando acontece uma traição, a parte afetada tende a se comparar com o(a) amante, e perguntas assombram sua mente a todo instante: “Será que seu desempenho na cama era melhor que o meu?”, “Onde eu falhei?”, “Será que não sou atraente pra ele(a)?” É realmente um tormento… Mas há um detalhe importante que deixamos de lado. A Bíblia nos ensina que o diabo não tem poder algum sobre os filhos de Deus. Ele não pode tocar na sua família, na sua saúde, no seu casamento, na sua conta bancária sem a sua permissão e a de Deus. O único lugar do seu corpo que ele tem acesso é a mente. Ele não vai colocar uma mulher bonita se insinuando na sua frente ou um bolo de dinheiro na sua mesa, mas pode sugerir pensamentos que, se bem alimentados, podem levar ao pecado e destruição da sua vida: “Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido. Então a cobiça, tendo engravidado, dá à luz o pecado; e o pecado, após ter-se consumado, gera a morte.” Tiago 1:14-15. Mas o poder de dizer não está nas suas mãos e nas mãos de todos aqueles que se tornaram filhos de Deus, através da salvação em Cristo Jesus.

E como você pode discernir se está sendo atacado por pensamentos malignos? Quando você percebe que está pensando em coisas que nunca pensou antes ou quando começa a sentir necessidades que nunca sentiu. Dizem por aí que o diabo não tem acesso a nossa mente. Isso não é verdade. Qual a base Bíblica para esta afirmação? Sim, o diabo tem poder de sugerir coisas para os seres humanos, suscitar desejos e sentimentos… O grande segredo é discernir esse tipo de pensamento e tomar a decisão de dizer não. É uma batalha espiritual “…mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2. O poder do Sangue de Cristo nos cobre, não importa o que o inimigo saiba ou não a nosso respeito. Então, todo pensamento que não for verdadeiro e justo, não aceite como seu! Repreenda-o, quantas vezes forem necessárias.

Estes pensamentos estão sendo sugeridos à você pelo diabo num momento de fraqueza, assim como fez com Jesus no deserto, quando teve fome. Ele age no momento em que não nos sentimos amados, queridos, aceitos… Ou quando somos abandonados, rejeitados, humilhados ou trocados por outra pessoa. E ele tenta de seduzir porque não tem mais poder sobre sua vida: “E aí, tá com fome? Fome de um novo relacionamento? Fome de um sexo diferente? Ela não te merece. Você tem o direito de traí-la”. É momento dizer NÃO: Eu escolho a Palavra, eu escolho viver a perfeita vontade de Deus para meu casamento e vou lutar por isso. “Se você fizer o bem, não será aceito? Mas se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”. Gênesis 4:7

Leia Mateus 18 a partir do versículo 23, agora mesmo. Deus, através de Jesus, perdoou os milhares de pecados que você cometeu, os que comete e os que ainda vai cometer, em atos ou pensamentos. Não deveria você, constrangido por tamanho perdão e misericórdia perdoar sua esposa de coração? E mais do que isso, agir como quem perdoou? O pecado da sua esposa não é maior que aquele seu ‘pecadinho’ escondido. Portanto, não a condene. O texto de Mateus termina dizendo: “Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.” Tome a decisão de perdoá-la, todos os dias.

Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.
Mateus 18:35

Já vi casos muito piores do que o seu sendo restaurados. O que vocês precisam é de disposição e esforço, de ambos os lados. Chegou o momento de conversarem seriamente sobre o assunto e tomarem juntos a decisão de lutar por este relacionamento. Orem a Deus pedindo forças, sabedoria e discernimento espiritual, diariamente. Alimentem-se de boas leituras, bons programas, boas conversas e bons pensamentos: “Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.  Sugiro que comecem lendo juntos dois textos aqui do site: O homem é capaz de separar o que Deus uniu? e Será que ele(a) me ama mesmo? Adquiram também dois livros: As 5 linguagens do amor, Gary Chapmann e Amor e respeito, Emerson Eggerichs. Li os dois e posso afirmar, é um investimento precioso.

Deus deseja restaurar seu relacionamento, e que muito em breve, esta restauração sirva como testemunho para outros casais que estão sofrendo um desastre matrimonial. Que a Luz de Cristo possa iluminar à muitos através de suas vidas. Essa é minha oração.

Dani Marques

Share.

142 Comentários

  1. Olá, eu sinto muito pelo que essa família está sofrendo.
    E gostaria de ajudar o Eduardo.
    Há alguns anos, fiz o curso Aliança – Amor Incondicional da UDF (Universidade da Família) e vimos um vídeo com o testemunho de um casal, em que o marido era pastor e foi traído pela esposa. É uma história dolorosa, mas ao mesmo tempo que traz esperança para quem está sofrendo pelo mesmo motivo. Essa semana, achei o livro com o testemunho do casal numa livraria evangélica, comprei e li o livro inteiro. O título é “Casamento debaixo de proteção”. Procure no site da UDF.
    Deus é tremendo e nada é impossível para Deus!
    Eduardo, assim como Ele restaurou o relacionamento desse casal, que hoje trabalha justamente com aconselhamento de casais, saiba que Ele pode restaurar o seu casamento também.
    Débora.

    • Ola Débora! Muito obrigado pela informação. Nunca tinha visto sobre o curso e site da UDF, estarei lendo os artigos. Agradeço de coração seu apoio. Eu e minha esposa já fizemos DUAS vezes o curso CASADOS PARA SEMPRE, e inclusive na época eu estava sendo traído. Mas Deus tem restaurado muitas coisas, e tem muitos sentimentos a serem tratados em mim ainda. Estou fazendo acompanhamento com uma psicologa. Creio que vou melhorar, pois hoje o maior problema em questão ao nosso casamento está principalmente me mim, pois não está sendo fácil aceitar tudo e permanecer firme na fé. Preciso perdoá-la de verdade, e é um processo longo e dolorido. Já caminhei alguns kilometros, mas tenho muitos outros pela frente. Deus abençoe. abraço. Eduardo.

    • Olá Eduardo, sinceramente e no temor do Senhor te digo que não vale a pena levar adiante isso. Você pode perdoar sua esposa mas ela cometeu adultério e isso é passível de separação legal, como o Senhor disse. Você merece alguém melhor para você e seu filho. Ela arruinou a vida dela e não a sua. Imagine que nenhum homem se casaria com ela sabendo disso. Voce não, com certeza Deus irá colocar uma pessoa maravilhosa na sua vida. E seu filho no tempo certo iria entender que você nunca foi culpado. Eu digo isso pois você disse que fizeram duas vezes o “casados para sempre” e mesmo assim ela adulterava. No seu primeiro relato até dá pra acreditar que vocês poderiam continuar juntos mas depois de ler que fizeram o curso, infelizmente não dá. Desculpe mas essa é minha opinião e com embasamento biblico. Acho que você precisa ouvir várias opiniões para ajudar.

      • Eu fui traído também a dois anos atrás, superei e estou aqui.
        Fizemos o casados para sempre.
        Hoje estamos relativamente bem, porém não amo mais minha esposa, e não sei o que é menos pior, a separação ou viver assim sem amor.
        O pior é que acho que ela nunca me amou também, mal temos sexo, e quando temos é horrível, ela já confessou que casou comigo com dúvidas se deveria ou não se casar. No fundo acho que se casou pra mostrar pra mãe e a sociedade.
        Enfim se esta é a minha cruz, então só me resta carregar.

  2. Olá Eduardo. Sinto muito por tudo o que vc está passando. Mesmo. Traí meu marido e ao ler suas palavras a dor que sinto é terrível. Infelizmente, quando aconteceu comigo não conhecia a Cristo. Eu deixei me levar pelas tristeza e decepções, fui traída e desprezada várias,várias vezes, mas sempre perdoava. Com dois anos de namoro engravidei e me senti culpada (achava que iria atrapalhar a vida dele, ainda estávamos na faculdade…), a família dele me acusava de oportunista, no fundo ele tb não gostou. Fiz um aborto. Depois disso o sexo ficou terrível, eu sentia dores, morria de medo de engravidar novamente. Ele cada vez mais frio, me culpava, e se envolvia com pornografia. Me submeti a tudo de mais baixo que vc possa imaginar, tentando tornar a convivência melhor. Tivemos um namoro longo, 8 anos, e nesse período sonhava com o casamento achando que as coisas mudariam. Passei por duas traições mais sérias, que ele chegou a confessar (inclusive a suspeita de ter contraído HIV). “Perdoei” e continuei depositando num futuro casamento a solução para tantas dores. Virei uma mulher amarga, queixosa e triste. Finalmente nos casamos e nossa relação era fria, distante. Depois de 20 dias de casados ele viajou sozinho, de férias, e pra mim foi o fim. Quase morri, literalmente. Tinha surtos, alucinações, só pensava em suicídio. Pedia ajuda, mas tudo o que ele me dizia era que eu precisava de um psiquiatra. Nessa época o respeito e carinho que tinha por ele deram lugar ao rancor e mágoa. Acreditei que tinha o direito de me sentir feliz e até mesmo me vingar…e é claro, a oportunidade aconteceu. Me envolvi com uma pessoa que conheci pela internet, qd tínhamos 4 meses de casados. Era muito mais carência afetiva que outra coisa, Ele descobriu 6 meses depois. Desabou, quebrou as coisas em casa, me bateu, chorou. Me deixou. Não tive chances, nem justificativa. Isso já faz 3 anos…Quando eu estava no fundo do poço, conheci a Jesus, aprendi o que diz a Palavra de Deus sobre o casamento. Me reconstruí, na verdade permiti que Deus me transformasse e em meio a esta transformação, o meu amor pelo meu marido também foi renovado. Me arrependo tanto de tudo o que fiz… Já se passaram 3 anos! Neste período nos vimos apenas duas vezes. O processo de divórcio litigioso já está quase no fim. O que mais doí foi não ter tido a chance de tentar, chance de viver a Palavra, de permitir a mão de Deus sobre nosso casamento. Você tem esta chance. Lutar pela restauração do seu casamento representa a vitória sobre planos do inferno (João 10:10) e a expressão da identidade que temos em Cristo, que nos amou incondicionalmente. Desejo que vc e sua esposa sejam fortalecidos no poder e no amor do Pai. Medite em Colossenses 1. Um grande abraço.

  3. Eu passei por tudo isso, a historia é a mesma so mudaram os personagens, nunca achei que isso foce acontecer comigo, afinal antes de tudo eramos os melhores amigos do mundo, quando tudo comecou a ficar diferente e descofiei dela e quando ja tinha mais que certeza da traição sabe o que ela fez, confocou que tinha me traido, so que a mais de treis anos, eu a questionei sobre o momento atual e ela me disse que não tinha nada com o atual “amigo” ela disse que se tivesse contava pois tinha contado do antigo. Na cabeça delas o homem perdoa mais facio uma traição antiga e confessando encobre a atual( ja que falo uma pode falar a outra) dito e feito tinha a antiga a atual e muitas outras !!!! se ela confeço uma antiga pode procurar que tem muito mais

  4. Estava passando por um momento difícil no casamento, minha esposa bonita, alta, muito atraente, foi quando uma amiga de trabalho disse que seu noivo estava precisando de uma secretária, de pronto indiquei minha mulher, que foi admitida.
    O tempo passou, não desconfiava de nada, mas de repente ela começa ir para trabalho toda cheirosa, arrumada, não fazia nada em casa, falava super bem do patrão um médico jovem, o emprego era tudo para ela. Começou a chegar em casa tarde dizia que ele tinha pacientes até tarde, trazia algumas toalhas para lavar em casa. Ela chorava muito na igreja, não se importava comigo. Uma certa noite tive um sonho de um cara tentado agarra la, chamei ela e contei o sonho e perguntei se estava acontecendo algo, insisti até que ela me disse, que no dia do aniversário do tal médico (patrão), ela foi dar parabéns pra ela e ele tentou beija-la, brigamos. Disse a ela que deveria tomar uma atitude, foi ai que ela pediu para sair do trabalho.
    Passaram muito tempo, uma dia ela disse que tem pessoas que não gostaria de ver na rua e em lugar nenhum, perguntei quem eram essas pessoas, ela me disse alguns nomes, entre os nomes estava o nome desse médico, ai ela me contou mais detalhes, do que aconteceu, ela disse que tinha sentido na época atração por ele sim, que ele cheirava o pescoço dela, fez mil propostas para ela, foi ai que notei um ar de sorriso no rosto dela, comecei a juntar as peças ela se arrumando, toalhas sendo lavadas em casa, o sorriso no rosto quando falava. Acho que ela teve sim uns pegas com ele, imaginem eles podiam ficar sozinhos no consultório. isso tem tirado meu sono acho que vou me abrir com ela, não dá para ficar nessa dúvida, isso ta me consumindo. Não sei se tiro essa história a limpo

  5. Estava passando por um momento difícil no casamento, minha esposa bonita, alta, muito atraente, foi quando uma amiga de trabalho disse que seu noivo estava precisando de uma secretária, de pronto indiquei minha mulher, que foi admitida.
    O tempo passou, não desconfiava de nada, mas de repente ela começa ir para trabalho toda cheirosa, arrumada, não fazia nada em casa, falava super bem do patrão um médico jovem, o emprego era tudo para ela. Começou a chegar em casa tarde dizia que ele tinha pacientes até tarde, trazia algumas toalhas para lavar em casa. Ela chorava muito na igreja, não se importava comigo. Uma certa noite tive um sonho de um cara tentado agarra la, chamei ela e contei o sonho e perguntei se estava acontecendo algo, insisti até que ela me disse, que no dia do aniversário do tal médico (patrão), ela foi dar parabéns pra ela e ele tentou beija-la, brigamos. Disse a ela que deveria tomar uma atitude, foi ai que ela pediu para sair do trabalho.
    Passaram muito tempo, uma dia ela disse que tem pessoas que não gostaria de ver na rua e em lugar nenhum, perguntei quem eram essas pessoas, ela me disse alguns nomes, entre os nomes estava o nome desse médico, ai ela me contou mais detalhes, do que aconteceu, ela disse que tinha sentido na época atração por ele sim, que ele cheirava o pescoço dela, fez mil propostas para ela, foi ai que notei um ar de sorriso no rosto dela, comecei a juntar as peças ela se arrumando, toalhas sendo lavadas em casa, o sorriso no rosto quando falava. Acho que ela teve sim uns pegas com ele, imaginem eles podiam ficar sozinhos no consultório. isso tem tirado meu sono acho que vou me abrir com ela, não dá para ficar nessa dúvida, isso ta me consumindo. Não sei se tiro essa história a limpo

    • Cara.. Relaxa e esquece isso.. Tua imaginação está sendo tua inimiga.. Já acabou seja lá o que for.. Reconstroi teu casamento

  6. Cara é por essas e outras que eu prefiro não casar hoje em dia. Casar com uma mulher pra depois ser traído é melhor continuar solteiro.Do que adianta ficar com uma mulher, sabendo que depois ela vai querer ficar com outro e me trair? Ainda nesse mundo cheio de mulheres promiscuas. É por essas e outras que eu não acredito mais em casamento!

    • As mulheres são promíscuas e os homens são santos.É neste mundo que vc vive?? Onde é que fica, me avisa para eu ir visitar…me poupe! Colocar a “culpa” no outro é sempre mais fácil. Consigo enxergar (no mínimo)duas hipóteses nas tuas palavras: medo de enfrentar uma relação madura ou desculpa para não se comprometer com ninguém. O mundo anda SIM cheio de PESSOAS promíscuas, homens e mulheres, não foi à toa que João escreveu ” que TODO O MUNDO está no maligno” (I João 5:19). Se vc sofreu uma traição, ou se traiu, ou ainda, se está apenas decepcionado com as muitas traições que tem visto a sua volta, lembre-se que “se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.(2 Coríntios 5:17)… a beleza do evangelho está no seu poder transformador, e isto vale para todas as pessoas e situações. Se você não acredita mais em casamentos, há um risco latente de não acreditar em mais nada, nem em Deus ou em você.

    • Pois é, melhor continuar solteiro mesmo , melhor do que se apaixonar por alguém e se decepcionar depois. Meus amigos foram traidos, e eu não quero isso pra mim. Por isso não quero saber de compromisso sério com ninguém. A maioria dos meus amigos também não querem mais. Antes ser solteiro feliz do que ser corno!

  7. Passei por isso meu caro, relaxa, vc tem duas opções, perdoar ou sair desta relação. Seu filho não precisa saber disso. BM

    • Ola amigo BM. Qual foi sua escolha? Faz tempo? O que tem pra me contar da sua experiencia? se me ajudar agradeço imensamente. abraço

  8. Sabe, ver tantas histórias assim realmente nos faz ver tudo por outra ótica.
    Namoro com uma pessoa há três
    anos e ontem ela me confessou que estava saindo com outro cara, meu mundo desabou, dói muito, me pergunto, por que eu?
    Não sou uma pessoa má, tento dia após dia alcançar meus sonhos, ser feliz e faze-la feliz, não sei como será daqui pra frente, no mais íntimo de mim meu coração está em pedaços.
    Peço de Deus que ilumine nosso relacionamento e restaure tudo o que sentia por ela.
    Alex Melo

    • Prezado , Saia dessa relação se durante o namoro que é período probatório a pessoas ja taiu sua confiança busque quem realmentes te ame

  9. eu fui traido . uma traiçao no virtual, ela chegou a mim pedir pra deixar o cavanhaque. o idiota aqui deixou , depois de muito tempo descobri , o cara tinha essa merda. affff ela comprou um chip de uma operadora so pra falar com ele .. eramos casados a mais de vinte anos… eu saia com filhos aos domingos ela saia pra tomar conta da mae acamada. e depois do almoço saia pra casa de irma separada e ficava sentada na frente de uma web cam namorando ate tarde. eu e filhos ficava em casa . esperando ela… ate que descobri tudo. criei uma senha nova do imail dela e vi um imail .. caraca o mundo caiu na minha cabeça… hoje estou divorciado… mas nao e so esse motivo do divorcio tem muito mais. tem salto alto, poder . faculdade. se achar demais. pior que amo ela muito, essa e a pior das drogas sofro muito ate hoje . ja tem dois anos. ja pensei acabar com minha vida e penso ate hoje….

    • Acabar com sua vida que Deus lhe concedeu, por causa de uma mulher, meu amigo eu sou mais VC, tire essa besteira da cabeça.

  10. prineiro temer a DEUS depois ter VERGONHA NA CARA pra evitar esta e outras desgracas na VIDA

  11. Eduardo. Quem ama perdoa! Deus pode sim transformar todas as coisas e pessoas. Coisas do tipo: “ela não presta, nunca te amou, quem traiu uma, trai duas, sai fora…’ são setas do diabo para te confundir. Oseias um profeta se casou com uma adúltera. A sociedade magista “prega” que mulher que trai não presta, não merece mais respeito, mas isto é enganação. Nada justifica uma traição, nem mesmo de homens. Então Eduardo seja feliz e não deixe que a sociedade te reprima a fazer o que eles pensam, peça a direção de Deus, só Ele pode te conceder a verdadeira paz e alegria. Tudo isso que você está sentindo chama-se orgulho de homem. Uma mulher traída sente o mesmo sentimento que o do homem traído, porém a sensibilidade ao amor é que predomina. Amigo. Todos nós erramos e as vezes fatalmente, mas Deus está ai para nos dar uma segunda chance. Claro que pecados deixam feridas, mas Deus deixa o bálsamo para cicatrizar. Confie e creia nEle, seu casamento pode ser melhor que antes. Te sugiro que leia os livros: “Como Deus pode e vai restaurar meu casamento” você baixa pela internet é de uma autora americana, “O poder de Crer” do R.R Soares e “Superando a traição” do Pastor Márcio Valadão. Estes livros mudaram minha vida e podem mudar a sua. Graça e Paz

  12. Amigo sei que e dificil eu tb fui trajdo temos 19 anos de casado e descobri
    Pelo gmail dela o cara dizendo detalhes e eu trabalhamdo em dois serviços
    Para dar o mehor a minha familia, tb descobri que ela me trai comum irmao
    Da igreja do meu sogro que era tecnico de imformatica e foi em casa para
    Confugurar o computador e deu um cam de presente pra nos.
    Nesse dia achei estranlho o jeito da minha mulher sentada na frente dele de
    Uma maneira ensinuante mas pensei que estava imaginando coisas.
    Ela entao saia sempre dizendo que ia comprar fraldas para nossa filha
    Na epoca que era pequena, mas a filha maior um dia me disse que viu
    A esposa toda arrumada de baby dow na net falando com esse irmao e
    A chamando de meu amor, depois perguntei a ela e disse que isso é normal
    Todo mundo pode se tratar assim, mas peguei no celular dela a inicial
    De 3 letras achei estranho e ligue era ele.
    Quando viu que era eu desligou, ainda estou com ela por causa das minhas
    Filhas uma de 15 outra de 5 anos.
    Mas penso em separar todos.os dias ela continua fria e vive a vida dela ficamos
    Um mes as vezes sem relacao intima, assim ta dificil e eu nao estou mais aguentando
    Essa situaçao vou chama la para conversar e pedir a separacao.

  13. fui casado a quase 3 anos, quando mina esposa aranjou um serviço em um mercado aqui onde moro,,,seu horario era das 15 horas até meia noite,,depois que ela arrumou esse serviço tudo começou a mudar,, tinah um cara que levava ela e as vezes trazia e ela me falava que tarbalhava no condor onde ela tarbalhava,mas era mentira o cara era mototaxista,, um dia mcheguei em casa e ela não estava perguntei pro filho dela onde ela estava ele disse que tinha ido trabalhar, fiz um comentario com minha mae sera que a ge foi trabalhar mesmo??minah mae disse pra esposa do meu irmao que na mesma hora ligou pra ela..me detonando,,na mesma hora ela me ligou dizendo para eu ficar tranquilo que iria achar um lugar pra ela,sai de casa deixei ela la, passado uma semana ..ela não chegava do serviço..ligava ligava e tava desligado celular..até que ela atenteu depois de uma hora.disse que estava em uma reunião,mas não deu um minuto ela apareceu na rua de casa…arrumei uma casa para ela e passado uma semana que ela tava na casa ,eu passando em frente de manha pro meu serviço vi o carro do cara na garagem fiquei fudido com aquilo,fui la chinguei ela de todo quanto é nome,e op cara não saiu la de dentro,,sei que hoje depois de 6 mese eles não estão juntos,,ela jura para mim que nunca me traiu,,..mas ai eu fico com aquilo na cabeça com uma semana de separados ela já estava com outro dentro de casa???.o que me doi é a incerteza de tudo..ela fala que não quer mais homem na vida dela,,o duro de tudo isso é que temos uma menina de 2 anos e 4 meses,,e tenho que ficar levando a menina pra ela direto,pois o serviço dela ocupa praticamente quase todo tempo dela sendo que ela entra as 3 e sai a meia noite,,,pois trabalha em um hipermercado…de fiscal de loja.não sei o que fazer pois ainda doi demais a incerteza..se ela já estava ou não com esse cara,,se ela me contase a verdade tiraria esse peço da minha conciencia e seguiria minha vida,,mas isso é que me destroi por dentro a incerteza…hoje faz 6 meses que estamos separados…..

  14. é duro quando somos traidosss,uma coisa que eu não concordo é as pessoas brincarem assim com os sentimentos das outras,,meu caso é parecido pois acho que traisau é tudo igual,minha ex mulher me jurta de pé junto que enquanto estavamos juntos ela nunca me traiu,mas batou eu sair de cas e uma semana já tinah outra pesooa comela,,fiquei loucoo,jurei o cara de mortee.hoje ela esta sozinha,,e faz 6 meses queestamso separados,mas ainda doi demais a incerteza se ela ta falando a verdade ou não…ela diz que não quer saber mais de homens na vida dela,,que já sofreu muito..11ai pergunto:: e eu;como fico nessa história essa incerteza????as vezes vou na casa dela e ela me deixa fazer carinho na cabeça dela faço masagem nas pernas dela,mas quando esta perto de alguma pessoa ela fica com que não esta sofrendo com tudo que aconteceu e fica falando pra eu viver a minah vida e ela a dela…realmente eu não entendo a cabeça da minha ex mulher…joao de londrina parana…

  15. Não achei outro lugar para compartilhar isso mas queria sua ajuda:
    A pior coisa que já me aconteceu…
    Descrevo aqui para ver se um pouco da dor que sinto fica aqui…
    Eu realmente confiava 100% nela; e descobri que ela teve um “casinho” com um cara do trabalho dela…
    Digo um “casinho”, porque segundo ela, apenas se beijaram uma vez… Mas segundo ela uma vez em uma festa de confraternização da empresa, ela acabou bebendo um pouco a mais e ficou desmaiada por alguns instantes, onde se viu em um quarto próximo ao local da festa… e que segundo suas amigas o dito cujo a teria levado até lá… e ela não sabe o que pode ter acontecido neste período…
    Eu disse que a perdoava e continuamos juntos; estamos casados há 12 anos; e tenho certeza que meu casamento está acabado em relação a confiança… apesar de todos os dias suportar uma dor horrível… temos três filhos… 11, 7 e 2 anos… não posso me privar do meu relacionamento com eles… e isso me ajuda a suportar um pouco esta situação… não sei ao certo quantas pessoas do nosso círculo ficaram sabendo de toda esta história… mas quando saio com ela me sinto apontado… acho que é coisa da minha cabeça, mas não consigo evitar… tem 3 meses que fiquei sabendo… me esforço para viver uma vida de aparências, mesmo quando estou com ela, me esforço para não transparecer tudo que se passa comigo e tento tocar a vida… não tem um dia nestes 90 dias que não acorde e vá dormir com um filme passando na minha cabeça de toda a história…
    Era um cara brincalhão… já não tenho motivos para sorrir nem brincar…
    Até acho que ela falou tudo, mas a sensação que tem mais coisas… que ficaram fatos que não foram revelados… eu sei que parece meio controverso, mas acho que se conseguisse acreditar em tudo que foi falado ajudaria a passar por isso… não tenho coragem de falar com ela, mas acho que deveria partir dela… sei também é uma situação difícil para ela, mas sei também que o maior prejudicado fui eu…
    Acho que falei muita besteira, mas como falei no principio estou mais desabafando… Dani se puder me ajudar com algo… que eu não sei o que, vou ficar aguardando…

    • Querido anônimo, seu caso precisa urgentemente de uma conversa franca e amorosa. Sua esposa precisa reconquistar sua confiança para que as coisas voltem ao normal… Uma traição realmente acaba por completo com a confiança de um relacionamento, e é difícil demais reconstrui-la. Ela deve lutar por isso, em prol do seu casamento, filhos e família, deixando todas as senhas (e-mail, facebook, banco, celular…) à sua disposição, e não se incomodar que você olhe quantas vezes sentir necessidade. Ela deve também te dar satisfação de horários, de onde e com quem está. Isto faz parte do processo de cura. É consequência do erro e deve durar o tempo necessário para que sinta-se seguro novamente. Agora, nada poderá lhe dar a certeza que isso não voltará a acontecer, assim como você não pode prometer a ela que nunca mais acessará pornografia ou pensará em outra mulher. Não temos controle sobre o nosso futuro. A única maneira de viverem bem, é permitir que o Espírito Santo de Deus conduza suas vidas, vontades, pensamentos e desejos. A Palavra nos ensina: Vivam pelo Espírito, e jamais satisfarão os desejos da carne! Se vocês dois não buscarem refúgio em Deus e em Sua Palavra, tendo Cristo como modelo e referencial de vida, nenhum dos conselhos que dei surtirá efeito. Oro para que o Senhor o fortaleça e direcione. Um abraço carinhosos, Dani.

    • Obrigado pelas palavras… acho que não tenho coragem de iniciar nenhuma conversa… acho que se partisse de mim ela ficaria acuada e não relavaria nada além do que já falou… também não sei, talvez não tenha realmente mais nada… mas não consigo acreditar mais em suas palavras, foram muitos anos mentindo para mim… estou muito confuso, sei que o Senhor Jesus diz que se não perdoarmos nosso Pai que está nos céus também não nos perdoaria… luto com este sentimento 24hs por dia… eu nem lembro mais o que é viver sem essa dor no peito… tenho que fingir que está tudo bem, mas a decepção é tremendamente grande, sei que não devemos colocar nossa alegria em coisas aqui da terra (inclusive em filhos), mas o que tenho sentido é mais forte que o que eu tenho tentado fazer para sair desta situação… se o divorcio aplacasse minha dor não exitaria nem por um momento, mas sei que ao contrário só aumentará… posso afirmar que se não fosse Jesus em minha vida as consequências disto seriam desastrosas…

    • Cara não deixe isso acabar com sua vida, separe de sua esposa e continue ser esse cara brincalhão refaça sua vida e com certeza encontrara uma nova pessoa

  16. Boa tarde Anônimo31 de janeiro de 2014 01:51!
    Sou o Eduardo dono dessa triste historia. Quem sabe posso ouvir sua dor e ajudar de alguma maneira a você superar tudo isso. SE PUDER DEIXE UM E-MAIL PARA CONTATO. abraço

    • Eduardo, eu sou o Anonimo que escreveu dia 20 de Fevereiro 2014 … será que pode dar um testemunho de como seguiu sua vida depois de todo esse tempo… conseguiu lidar com esse fato ou ele continua assombrar sua vida? Por favor relatar acredito que vai ajudar a muitas pessoas. Abs

    • Olá Eduardo!!! Gostaria de receber sua ajuda!!!Sua história é muito parecida com a minha!!! Tenho 14 anos de casado e 23 de convivencia e um filho de 12 anos!!!
      Descobri a traição da minha esposa depois de oito meses! Ela foi trabalhar num hospital contra uma vontade minha queria que ela ficasse em casa cuidando do nosso Filho!Mas infelizmente ela foi alegando que queria me ajudar em casa!Mas sempre manti a vida dela e do nosso filho co muito conforto!!! Depois de alguns meses percebi que seu comportamento estava mudando! Estava ficando agressiva e intolerante! Não tava a minima pro que eu falava e pedia pra ela! Não me procurava mais;cheguei a pergunta pra ela se tinha algum homem mexendo com a cabeça dela? Ela disse que eu era louco e que ia largar de mim por causa das minhas desconfiança!Eu me sentia mal e queria acreditar nela! Mas ela não desgrudava do celular e aquilo me incomodava muito! E eu nao conseguia ter uma certeza porque ela se negava a me entregar o celular e vivia bloqueado !!!Um dia Deus me revelou td !Ela se distraiu um pouco e copiei o cod.do watsapweb e comecei a monitora-la!Ai foi a maior decepção da minha vida que me machuca até hoje! Descobri que ela tava t transando com um um cara do almoxarifado dentro de uns do banheiros do hospital!!! Meu mundo desabo chorei muito um buraco abriu no meio do meu peito! Ela declarava seu amor por esse cara mandava fotos e videos! Fiquei uma semana assistindo isso e sofrendo muito!!!Não sabia se a matava ou acabava com o o amante! Enfim a perdoei!!! Ela o bloqueou do cel. e do facebook! Mas convivo com o desprezo e a rejeição dela ! Não sei o que faço pois amo muito meu filho e ela!!! Meu sofrimento ainda continua!!!Parece que ela não queria que eu a tivesse perdoado ! Vive me dizeendo que foi eu que escolhi ficar com ela ! Ainda tenho que lidar com o novo trabalho que ela arrumo !Por ter sido mandada embora por eu ter revelado pra sua chefe pelo que fazia no emprego mas sem ela saber! Pois pedi sigilo a sua chefa e ela me atendeu ! Mas hoje estou sofrendo muito com sua freza! Busco ajuda e igrejas e sytes de ajuda! ficarei muito agradecido por qualquer ajuda!!!

  17. Sinto em ler tantas histórias assim e ver que todos, assim como eu, estão procurando palavras que confortem e ajudem a superar a dor da traição. Procurando um testemunho de alguém que conseguiu superar essa tragédia que acontece em nossas vidas, mas infelizmente o que vi em todos os depoimentos são de que depois disso acontecer, não somos mais os mesmos, mesmo tentando com toda força e fé em Deus, parece que ninguém consegue esquecer e nunca mais voltar a confiar na pessoa. Sou casado a 4 anos e a pouco mais de um mês descobri que minha esposa me traia há pelo menos 2 anos. Senti toda dor, raiva e frustração da dedicação que tive pelo casamento e saber que não foi suficiente para ela. Quando descobri, ela se disse arrependida, que sofre muito por ter me feito sofrer. Ficamos um tempo separados, comecei a fazer terapia e decidi dar mais uma chance por acreditar que também errei no casamento, mas não sei se estou no caminho certo, minha vontade como no caso do texto principal é de me separar e deixar a vida seguir sem esse peso que não pedi para carregar, mas ao mesmo tempo isso virou parte de mim, faz parte da minha história por mais que queira me distanciar. No meu caso seria mais “fácil” a separação porque graças a Deus não temos filhos e qualquer decisão não irá afetar a vida de nenhum ser inocente, mas apesar de tudo o que aconteceu decidi, dia a dia, lutar mais um pouco. Não sei no que isso vai dar, mas espero que consiga resolver isso comigo mesmo e voltar a ser feliz.

    • Anônimo20 de fevereiro de 2014 12:07; bom dia. Sou o joaosantos5454@gmail.com; rapaz, acho que você não deveria se dedicar mais a essa mulher; sei o quão difícil está sendo… (falo por que também senti isso na pele); mas foi muito tempo para agora ela se dizer arrependida… não sei se é o que você gostaria de ouvir mas eu preferia está em seu lugar agora do que no meu… tenho três filhos… e luto (me humilho, me sacrifico) para não destruir qualquer possibilidade de meus filhos vir a conhecer o Deus Vivo o qual eu sirvo… travo uma luto diária para não jogar tudo pra cima e sumir… mas no seu caso eu não pensaria duas vezes. Sei que são anos de planejamento juntos (pelo menos da sua parte, sei que você estava lá); mas pense que você teria que passa o resto da sua vida com alguém o qual nunca mais terá a mesma confiança… (pelo menos eu não consigo mais…) de qualquer forma não tome isto como conselho; haja de acordo seu coração para que o que já está ruim, não fique ainda pior. Coloquei aqui apenas minha posição se fosse eu que tivesse vivido esta situação.

  18. joaosantos5454 obrigado pelo seu comentário. Te mandei um e-mail para conversar se puder responder… ficaria contente. Abs

  19. Lei de talião meu caro. Muito amor, muita papo furado, vai lá e dá o troco. Perdão é para os fracos, a vingança é divina e alivia a alma. Até Deus se faz valer da vingança.
    Realmente estou a fim de te ajudar, só que da minha maneira, não é falta de amor no coração não, é não ter sangue de barata, respeito quem pensa ao contrário, mais minha opinião é esta. Olho por olho e dente por dente, ela vai sentir na pele o que te fez, é a sua honra, só não entra na besteira de se vingar derramando sangue, aí vai preso sem lavar a alma.
    Boa sorte na sua escolha, espero que faça a que te deixe mais confortável, mais se fosse comigo, eu trairia e faria com que ela me pegasse no ato, só para doer na carne, e de preferencia uma amiga ou parente muito próximo.
    Pode parecer desumano, mais acredito que devemos ser tão bondosos quanto crueis.

  20. Mete o chifre nela, pode parecer desumano, mais sigo a lei de talião, se com ferro fere, com ferro será ferido.
    Traia ela e faça que a mesma o pegue no ato, só para doer na carne, e se possível, com alguém bem próximo dela.
    Respeito opiniões diferentes, mais eu penso assim, no mais, espero que seja muito feliz na decisão que tomar, só não faça besteira de derramar sangue.
    Alguns podem pensar diferente, mais eu acredito que devemos ter em nossos corações quantias iguais de bondade e maldade, pois a vida é um equilíbrio, é como uma equação matemática, para todo Yn, exige um Yang.
    Então, faça ela sentir o que está sentindo.

  21. Meu Deus….quanta dor e sofrimento uma traição pode causar… leio o depoimento de vcs me arrepia, trai meu marido a mais ou menos cinco meses, eu estava cega e iludida…. foi a pior coisa que fiz e até agora nao acredito que cheguei a tomar essa decisão, me arrependo profundamente e agora tento salvar meu casamento, hoje vejo o quanto o diabo fez para destruir meu casamento, ele me usou e quase conseguiu, agradeço a Deus por ter colocado pessoas para nos apoiar e estar nos dando a sustentação para superarmos isso juntos, estou vendo que não é fácil para vcs isso, mas se alguma dessas esposas se arrependeram podem ter certeza que elas também sofrem e se sentem enojadas de si mesmas…. sinto muito pela dor causada e entreguem suas esposas nas mãos do Senhor e ele cuidará delas pra vcs… Deus conforte seus corações e lhe de sustentação para permanecerem fortes e salvar seus casamentos, vcs serão honrados.

    • Que palavra de sabedoria. Que o Senhor te abençoe e restaure toda a tua casa. Ter uma visão de uma mulher sobre traição e arrependimento nos faz ver as coisas de uma outra maneira. Sei que Deus restaura quando tem perdão e arrependimento. Meu caso é bombástico, trái e fui traído. Mas não foi só uma simples traição. Descobri que minha esposa (evangélica) me traia há alguns anos com várias pessoas. Quando eu conversei com ela parece que faltou sangue no corpo de tanta palidez pela surpresa da descoberta. Creio em Deus mas não sei se é possível a restauração do meu casamento. Ela diz que nunca amou homem algum alem de mim. Chora todos os dias. Claro que eu não fui puro100%, tive meus erros e sei o quanto ela sofreu por causa deles. Vou só falar um pouco do meu perfil de homem do lar: Trabalhador, dedicado a esposa, romântico (em extinção), nunca deixei na medida do possível faltar nada para ela. Fui muito amigo, companheiro e disso não me envergonho. Tudo isso aconteceu recentemente, menos de 15 dias. Confesso que quase enlouqueci, mas hoje respiro melhor através da misericórdia de Deus.

      • PEDRO PAULO on

        “Se eu errar novamente”… Então voce gostou da experiência e quer repetir. Coitado do seu marido…

    • PEDRO PAULO on

      Mas, quem transou com o amante? Voce ou o diabo? E voce gostou?
      Então para de culpar o diabo e assuma que foi a sua lascívia que causou tudo

  22. Anônimo7 de março de 2014 08:08, bom dia! Sou joaosantos@gmail.com. Me perdoe pela invasão; mas lendo minha história, você acha que minha esposa me contou tudo ou ainda esconde algo? Meu coração diz que ela não falou tudo, mas às vezes penso que pode ser só minha angustia que me leve a pensar assim… No seu caso, você confessou tudo que aconteceu ou omitiu algum detalhe?
    Agradeço desde já por suas palavras acima, acredite, elas me ajudaram…

    • Olá…. na bíblia diz que Deus joga nossos pecados no mar do esquecimento, desde que haja um arrependimento sincero, faça o mesmo… Peço a Deus todos os dias para que meu marido entregue todas as dúvidas dele por mim nas mãos de Deus, somente Deus sabe o que passa no meu coração… e diante disso não vou errar novamente, pois hoje tenho o temor do Senhor sobre minha vida e minhas decisões, se eu errar novamente Deus é fiel e justo para me cobrar disso… e sei que meu marido tem todo o direito perante a bíblia de me abandonar se ele quiser, mas graças ao Meus Deus ele escolheu estar ao meu lado e lutar para que vençamos juntos, agradeço a Deus pois ele teve misericórdia da minha vida. Então lute, sei que não deve ser fácil, mas seja o homem que Deus quer que vc seja, e coloque a vida de sua esposa nas mãos de Senhor… deixe ele fazer a cobrança na vida dela se ela não estiver sendo fiel… experimentei uma vez o peso da ira de Deus sobre a decisão errada que tomei, e sinceramente, não quero passar por isso novamente… e creio que sua esposa também sofre pela escolha que ela fez…. e sempre repita. O Senhor tem me sustentado…. essa frase faz uma grande diferença na minha vida…. Fique em paz…

    • Oi joao cara que guerreiro vc e! Bom se te servir de consolo saiba que passei o mesmo q tds aqui sabe sao22 anos de traicoes e agora to vendo o poder de deus agir ele se converteu .bom acho que posso ajudar a muitos
      e muitos podem me ajudar sou mae e nunca vou me conformar com essas coisa do mundo vou deixar meu email pra quem qizer se juntar na batalha de clamar a deus para derrubar estes espiritos malignos de nos e de nossas familias somente orando e fazendo tudo com a direcao de deus vamos conseguir.

    • Joaosantos@gmail.com . Amigo independente do que ela tenha te falado a traição ocorreu por mais que tenha sido apenas um beijo ,se é que realmente ela te falou tudo o que aconteceu e vai me desculpar mais acho que ela não falou tudo que ocorreu, nenhum homem se arriscaria a sair com uma mulher casada por apenas um beijo .
      Se isso está te consumindo a confiança foi quebrada a melhor opção e seguir sua vida e deixar que ela siga a dela

  23. Engraçado atribuir tudo ao diabo! e o livre arbitrio? Um casal para se manter santos é preciso sinceridade e transparencia, quando algo supostamente estiver errado, é ser amigo e verdadeiro, pedir ajuda antes de cair!

    • Nossa, lendo assim parece tão fácil e tranquilo resolver uma crise no casamento não é… eu pedi ajuda, disse ao meu marido que eu não estava bem, que precisávamos melhorar….mas de nada adiantou, eu estava carente e a outra pessoa estava me dando toda a atenção de que eu precisava, eu fiquei cega…não tiro a minha culpa do erro, eu estava errada, sim estava…. mas foi acontecendo sem que eu percebesse o perigo que isso causaria no meu casamento… hoje meu marido também ver que ele errou, e estamos juntos agora, mas foi preciso algo ruim acontecer para que viesse a perceber que precisávamos mais de Deus em nossas vidas…. Hoje com a presença mais constante de Deus estamos mais fortes para perceber as ciladas do inimigo…

      • Desculpe, mas a sua fala beira ao ridículo. Equiparar adultério com “falta de atenção”.. e essa conversa de “foi o inimigo”… me parece mais uma busca por alívio de consciência e dificuldade em admitir que o que você fez foi muito, mas muito pior. “Precisou algo ruim acontecer”… como assim precisou???? Você não se arrependeu e está diminuindo o seu pecado, não querendo enxergar que ele é mais grave do que você está disposta a admitir

        • Quanta hipocrisia!!!
          Quem somos nós para julga-la ou dizer se ela esta arrependida ou não? Falsos moralistas! Quem lê parece que são santos.
          Julgue o outro até sentir na pele e saber o que o mesmo esta passando.
          Somos humanos e falhos, todos nós estamos propícios ao erro e a falha, caso contrário seríamos anjos e estaríamos em um altar sendo enaltecidos.
          Quantos apontamentos li aqui, ninguém sabe o que se passa no coração e na vida do outro.
          A traição é algo muito delicado e quem decide perdoar é tocado por Deus e acredita no recomeço, melhor enfrentar o mundo e tentar do que viver baseado no “e se?”.
          Quem aqui esta criticando quem traiu ou quem perdoou automaticamente, ao meu ver esta se colocando como “superior” as outras pessoas e não merece nunca perdão e uma segunda chance ao menor erro cometido, acredito que quem não perdoa não merece ser perdoado!!! Como você pode pedir perdão se um dia você se sentiu superior e egocêntrico pra recusar um?

      • PEDRO PAULO on

        Terrível isso. Erra, engagna, mente e ainda joga a culpa no marido. Voce não tem jeito vai trair a vida inteira

  24. Anônimo, bom dia! Voce esposa que tambem traiu seu marido. Lendo seu texto querida, parece que é a minha ESPOSA falando, pois tudo o que você disse é o que eu tenho em mente de como tudo aconteceu. Péssimas escolhas, muito péssimas escolhas baseadas no desejo imediato, falta de fé em Deus, e muito, mas muito pecado e rebeldia contra seu marido e contra DEUS. Obrigado pelo texto, me ajudou mais ainda a compreender o CORAÇÃO de uma esposa (mulher) arrependida que luta pelo casamento após causar essa tragédia. É assim que vejo minha esposa, lutando todos os dias pra ser diferente, me dando força pra continuar, e também esperando que eu seja fiel a Deus e à ela. Espero conseguir … abração do EDUARDO, aqui do texto.

    • engraçado colocar a pessoa que trai como ” falta de deus”, como se uma pessoa que acredita em deus não trai, e quem não acredita é um pervertido, o que acontece na traição é um querer sexo e o outro não corresponder, só isso. Faltou sexo no casamento , uma das partes vai procurar fora de casa, isso é mais antigo que andar pra frente

  25. No ano passado descobri que minha esposa me traia virtualmente com um ex-namorado que mora na Argentina. Foi uma confusão muito grande, mas eu a perdoei e ela prometeu que não mais faria nada disso. Passamos a viver excelentemente bem após isso, claro que eu não mais confiava nela como outrora confiara, entretanto, perdoei de coração, em Cristo, mas, às vezes, pensava nisso e na dor que isso me causou. Porém acreditei nas palavras dela e na promessa de que isso nunca mais ocorreria. Há três semanas resolvi mexer no notebook dela e vi que ela ainda fala com ele. Pior, não só com ele, mas ela está acessando páginas de sexo e encontros de sexo no facebook, dói muito ter que escrever isso, mas estou procurando ajuda e palavras sinceras, por isso tenho que ser detalhista. Ela procura páginas e perfis de acompanhantes, tanto homens quanto mulheres. Vi que isso se dá desde dezembro pra cá. O que me entristece é que estamos vivendo (aparentemente) um momento tão lindo e não temos crises ela e eu nos damos bem todos os dias. Além dessas coisas que ela está procurando vi que ela acessa perfis de garotos e garotas de programa quase que diariamente e ontem, vi o que mais me doeu: uma busca escrita por ela no google onde aparecia a frase: “o que faço para me tornar uma acompanhante?”. Isso doeu demais. Não necessitamos de dinheiro e mesmo que necessitássemos. Não sei mais o que fazer. Quando descobri a traição do ano passado na mesma hora liguei pra ela e foi uma grande discussão, dessa vez não! Estou frio feito ela, estou esperando para ver onde isso vai dar. Só espero não fazer besteira. Não sei a hora de falar com ela. Está tudo tão bem, mas não posso falar logo. Ela vai pedir desculpas vai dar umas explicações e logo voltaremos ao normal e em alguns meses ela cairá de novo e continuaremos nesse ciclo vicioso de erro, descoberta, perdão e recaída. Não aguento mais! Que Deus me dê forças, pois estou prestes a sucumbir e arruinar a minha vida! Paz a todos! O meu nome é Diego.

    • Diego, no seu caso, que aparentemente a traição ainda é virtual, acho que uma boa dose de conversa agora evitaria muita dor futura. Com certeza sua mulher tem algumas necessidades que não vê preenchidas; o que você pode fazer é descobrir e passar a suprir essas necessidades. Agora isso você só vai conseguir sendo franco e utilizando de muita paciência; sei que traição nenhuma presta, mas a descrita por você esta uma nível antes da consumação e você tem a oportunidade de reverter esta situação. Fica a dica ouça sua esposa muito mais do que faça-a ouvi-lo.

    • Diego, não se trata de uma carência dela. Ela pode ser ninfomaniaca e isso é sério. Separe-se dela e se caso ela se tratar com psicólogos e espiritualmente, talvez você dê uma chance a ela. Há muitas mulheres fiéis e que procuram alguém trabalhador e fiel também. Seja radical, pois Deus é radical com o pecado. Ele é perdoador mas também é fogo consumidor.

  26. minha espousa min traia direto,mais eu traia ela tambem , e nos se separamos ai eu so de mau casei com minha amante e hoje tenho um finho com ela e hoje sou feliz, descobri que procurava algo que minha ex nao tinha e encontrei na amante,eu procurava carinho e atencao

  27. A traição produz dor, sofrimento e até sérios problemas emocionais. Além dos aconselhamentos pastorais ou por internet, é salutar buscar ajuda psicológica e psiquiátrica. A Bíblia é a Palavra de Deus, mas há situações que remédios e médicos ajudam e muito, pelo menos manter a saúde emocional do traído ou traída. Pra quem ler ou escutar essas história verídicas de frustração e triste não sabem que não é nem a metade da real dor que a vítima sente. Oração, sinceridade, diálogos e ajuda médica são fundamentais para uma boa recuperação. Ressalta-se que isso tudo não garante a permaneça do casamento, mas evitar destruir vidas!

  28. Em qualquer tipo de relação, ou se ganha ou se perde. Quem dera houvesse apoio mútuo, mas como pecadores, como você mesmo citou o evangelho de Tiago, quero dizer: Sempre merecemos da parte de Deus o que no fere, magoa, somos imperfeitos e damos brecha pra isso. Ou alguém aqui e Santo? Entretanto a sua mulher e você estão sobre o julgo da mesma lei e no entanto parece que você se sofre enquanto ela se diverte. Isso é justo? é, pois você não se dá valor. E como você é manso tem a mulher que merece. Mas poderia procurar uma mulher honesta pra você e mais apropriada, e Deus com certeza iria dar uma força caso merecesse. Mas é entre você e você mesmo. Se você acha que merece coisa melhor peça para Deus te ajudar e dar clareza nos pensamentos. Caso tenha medo por muitos motivos, Deus apenas vai assistir de camarote indignado.

  29. Eu fui traído e a minha esposa pediu para sair de casa, alugou uma casa em outro bairro, levou os nossos filhos e está apaixonada pelo amante e já deu entrada no divórcio. Por algum tempo quando soube da traição reagi com ameaças e discussões e ela pediu uma medida protetiva da lei Maria da Penha, para que eu não me aproximasse dela, um dia fui até a casa em que ela alugou e ela havia saído com o amante e quando voltou que me viu, voltou com a polícia que me prendeu e eu fiquei por 45 dias numa penitenciária até ser solto. Estou num misto de frustração, decepção, rejeição e muita mágoa, mas confesso que ainda a amo e não vejo solução para esse casamento, que foi feito todo no Senhor Jesus já que eramos crentes consagrados da igreja onde congregavamos. Ela era diaconisa e eu evangelista. O que faço agora com todo esse sentimento? E esse casamento? E os nossos dois filhos? Preciso urgentemente encontrar uma solução, até em suicídio ou em matar o amante dela eu já pensei.

  30. Olá. Estou passando pelo mesmo problema, porém, no meu caso, a traída foi eu. Há dois meses nos reconciliamos com Deus e há dois meses também fomos morar juntos. Está sendo MUITO DIFÍCIL pra mim, embora eu veja que Deus está reconstruindo aos poucos o nosso relacionamento. O pastor tem nos ajudado, mas eu gostaria de toda a ajuda possível, pois as vezes penso em recuar.

    niviaftrindade@gmail.com

  31. Esses relatos me ensinam duas coisas: 1) Solidariedade (“resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo”, 1Pe 5.9); 2) Preparação para sermos consoladores (É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus”, 2Co 1.4). Minha esposa teve 7 amantes por 4 anos. Temos 2 filhos lindos. Descobri a 1 ano e ainda estou me recuperando. Sou pastor e permaneço no casamento, duvidando do arrependimento dela e correndo o risco de reincidência. Apesar dos protestos de familiares e amigos, continuo nesse casamento por uma questão: convicção. Eu não confio nela e ela não me atrai mais, mas tenho plena convicção que essa é a vontade de Deus para mim, e eu aceito beber esse cálice amargo, se isso de alguma maneira vai servir para a glória dele. Mas confesso que dói, angustia e me perturba todos os dias e sei que isso me serve de espinho na carne. Acho que só quem vive essa situação debaixo do temor de Deus poderia entender isso. Mas me uno a todos vocês e vou orar por vocês, e não acho que essa seja a vontade de Deus para todos, mas sei que é para mim. Orem por mim, por favor, eu preciso.

    • Está preparado para ler a verdade, pastor?
      Pois se estiver, acabe com esse casamento imediatamente.

      Porque você não a perdoou, o seu perdão é de fachada, vc só continua com ela para manter as aparências. Precisamente por ser pastor, você está com medo do que os outros irão pensar, está com medo do julgamento das pessoas.
      Mas, infelizmente, não me parece muito preocupado com o julgamento de Deus.
      No seu caso, vc fez a pior escolha possível.
      Porque é muito mais leal e agradável a Deus que vc a perdoe e escolha acabar com o casamento do que continuar empurrando esse casamento com a barriga, sem perdoar a esposa, se fazendo de vítima, posando de santo e humilhando sua esposa.
      Se fazer de vítima é apenas uma maneira de assumir uma posição de superioridade frente à sua esposa, como se ela fosse mais pecadora do que você (não estou te julgando, muita gente faz isso, inclusive eu).
      Vc está dando uma de santarrão, achando que “é a vontade de Deus” viver se sacrificando ou “bebendo este cálice amargo”, como vc mesmo diz.
      Pois não é, e vou provar-lhe: no livro de Isaías, Deus afirma: “misericórdia eu quero e não sacrifício”.
      Você está se sacrificando pensando que Deus está se agradando com isto e que está trazendo glória a Ele.
      E eu tenho plena certeza que você está sendo sincero em seus sentimento, creio que você realmente acha que Deus está contente com isto.
      Mas ele não está, Deus nos chamou para a vida, e vida com abundância.
      Qual é a vida abundante que você está vivendo?

      É por isso que eu digo: se minha esposa me trair, ou melhor, se eu ficar sabendo que ela me trai ou que já me traiu – porque pode ser que ela me traia e eu não saiba né? – o casamento acaba imediatamente. Não tem conversa, não tem segunda chance.
      Tenho plena certeza que depois que a dor passar eu a perdoarei, mas não sou obrigado a continuar com ela para provar isto.
      Quem perdoa o adultério e escolhe ficar com a pessoa por amor, está fazendo o correto.
      Quem acha que perdoa e se obriga a ficar com a pessoa porque pensa que esta é a vontade de Deus, está completamente errado.
      Até porque, como Paulo diz em 1 Coríntios: “Deus vos chamou a viver em paz”.
      Que paz é esta quando a pessoa se torna paranóica, extremamente ciumenta, fica vasculhando tudo que a outra pessoa faz, investigando tudo, desconfiando de tudo?

      Tenho certeza que é muito melhor e mais agradável a Deus que a pessoa se divorcie, fique sozinha, reconstrua seu relacionamento COM Deus e perdoe verdadeiramente quem o traiu.
      E só depois disso é que decida o que fazer a seguir.

      • Olá Iceman, obrigado pelas palavras e por não ter me desrespeitado (eu acho…). Tenho algumas observações a fazer. 1) É possível que eu esteja errado mesmo, e não descarto essa possibilidade. O fato é que ainda estou confuso e procurando entender o que é mais correto a fazer no momento; 2) Não sei porque me respondeu e qual é a sua intenção nesse blog (onde me pareceu ser uma espécie de apoio para quem passa pelo que eu passo), mas de qualquer maneira, assim como você me julgou de “santarrão” eu também te julgo de precipitado. Você não me conhece e não faz ideia de como tem sido a minha vida como pai de família. Você não conhece as minhas reais intenções e parece estar se julgando muito sábio em me dizer o que “estou fazendo” e ainda quais são “as minhas motivações”. Mas ok, tudo bem, eu já cometi esses erros. Só tome cuidado porque você não sabe o que uma pessoa traída passa para falar de maneira tão descuidada assim. 2) Tenho plena convicção que não sou santo e nem vítima. Sou sim, inocente quanto a adultério, graças a Deus, e esta honra ninguém tira de mim. O fato é que eu realmente estou tentando perdoar alguém que demonstra, pelo menos na aparência, mudança e arrependimento. Ainda não perdoei, e está claro que não, mas preciso lutar com isso. 3) Discordo do seu “dogma”, de “não ter segunda chance”. É extremamente difícil (eu que o diga), mas possível. Eu e você recebemos segundas, terceiras e milésimas chances todos os dias, porque pecamos todo o tempo e Deus já nos perdoou de uma vez por todas na cruz. Estou tentando fazer o mesmo e tem sido difícil. Não quero ser santarrão, mas quero ser mais parecido com Jesus sim. Ou você vive em santidade ou você não verá a Deus. É simples assim. Como eu disse, é uma consciência íntima que eu estou expondo aqui de minhas tentativas, mas peço que se for me julgar ou me ofender, não me responda. Não tive a intenção de ofendê-lo, apenas falei a partir do que me escreveu. Paz.

      • A tempo, Icemam, não compare um casamento com uma sociedade que visa lucro. A Bíblia compara a relação de Deus com a igreja com um casamento, não com sociedade mercantilista. A coisa é bem diferente… Abs

        • Caro pastor, gostaria de esclarecer algumas questões que podem ter ficado obscuras e também para explicar qual é meu objetivo:
          Não tive intenção alguma de ofendê-lo e nem de desrespeitá-lo, muito pelo contrário, o meu único objetivo foi o de tentar lançar uma luz sobre o caso, uma segunda opinião. As vezes, quando meditamos sobre alguma coisa a partir de uma perspectiva diferente, conseguimos entender melhor.
          É óbvio que não o conheço e muito menos estou julgando o senhor. Não julgo sua vida pessoal, não julgo sua vida familiar, não julgo seu ministério, nem nada disso.
          Por favor, entenda que me refiro apenas e exclusivamente ao episódio que o senhor narrou aqui.
          Então, vamos combinar uma coisa?
          Tudo o que for dito aqui se refere única e exclusivamente ao episódio de adultério que o senhor foi vítima, ok? Prometo que é só a isto que me refiro e tudo considerando as poucas informações que o senhor forneceu.

          Quando utilizo expressões como santarrão, não estou chamando-o de hipócrita, novamente lhe peço que não me entenda mal.
          Como o senhor mesmo disse, todos nós somos perdoados todos os dias por muitas coisas. O senhor pode até não ser culpado por adultério, mas com certeza é culpado de muitas outras coisas, afinal, como a própria palavra de Deus diz: “todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”.
          Dito isto e considerando que não existe pecadinho e pecadão para Deus (com exceção da blasfêmia contra o Espírito Santo), o adultério de sua esposa tem o mesmo peso de qualquer outro pecado. A única coisa que quero dizer é que é comum a parte “inocente” do adultério se colocar em uma posição de superioridade com relação à parte “culpada” e isto acontece de forma inconsciente. É uma reação de defesa muito natural. Vejo isto acontecer muito em situações em que o adultério real não acontece, mas o marido tem problema com pornografia e masturbação. A mulher, que não sofre a cobiça dos olhos como nós homens, não consegue entender, aí ela se julga mais santa do que o marido que se masturba e não consegue se livrar da pornografia. Já perdi a conta de quantas vezes presenciei isto. Aí quando investigo um pouco mais a vida do casal e começo a apontar para a esposa “santa” as falhas que ela comete, no início ela protesta, mas depois acaba entendendo que fofoca também é pecado, que desrespeitar o marido também é pecado, que negar sexo ao marido também é pecado.
          Obs. Coloquei inocente e culpada entre aspas porque, em se tratando de casamento, não existem inocentes e culpados, o que existe é uma cadeia de eventos interligados que leva a determinados resultados.
          É como eu estava dizendo acima, a mulher que se recusa a fazer sexo com o marido e o deixa semanas ou meses sem transar só o empurra para o adultério ou para a pornografia e masturbação.

          Mas em momento nenhum quis dizer que o senhor está fazendo isso de maneira deliberada ou de má-fé. Pelo contrário, reafirmo que acredito piamente em suas intenções.
          Mas creio que suas boas intenções estão maculadas pelos motivos errados.
          Pela sua narrativa, pastor, fica muito claro que o senhor não perdoou sua esposa (o que, aliás, foi confessado em sua réplica) e permanece com ela pelos motivos errados.
          Vou pinçar alguns trechos para ver se consigo me fazer entender melhor:

          “Sou pastor e permaneço no casamento, duvidando do arrependimento dela e correndo o risco de reincidência. Apesar dos protestos de familiares e amigos, continuo nesse casamento por uma questão: convicção.”

          Está vendo porque eu digo que o senhor permanece casado pelos motivos errados? O motivo de o senhor insistir no casamento deveria ser o amor e não convicção.

          Continuando:
          “Eu não confio nela e ela não me atrai mais”
          Não confiar é normal e natural após uma traição, a confiança deve ser reconstruída.
          Mas cadê o amor? O senhor acredita mesmo que Deus se agrada que você fique casado sem amor, sofrendo e fazendo sua esposa sofrer (ainda que a faça sofrer de forma involuntária)?

          “mas tenho plena convicção que essa é a vontade de Deus para mim, e eu aceito beber esse cálice amargo, se isso de alguma maneira vai servir para a glória dele.”
          Aí está outro erro.
          Como eu disse, em várias passagens bíblicas Deus diz que quer misericórdia e não sacrifício.
          O que o senhor está fazendo é apenas se sacrificar. O senhor encara tudo o que está fazendo como um sacrifício que agrada a Deus, mas Deus não se agrada com sacrifícios, Deus se agrada com o amor, com o perdão.

          “Mas confesso que dói, angustia e me perturba todos os dias e sei que isso me serve de espinho na carne.”
          Novamente a questão do sacrifício. Por que o senhor acha que precisa de um espinho na carne? Só porque Paulo tinha um?
          O senhor só continua casado porque acha que o sacrifício de continuar casado com uma mulher adúltera agradará a Deus e o fará ficar mais parecido com Cristo.
          Mas, pense com honestidade (e nem precisa me responder), o senhor acha realmente que é isto que Deus quer?
          O que Jesus faria se estivesse na sua situação?

          Se minha maneira de escrever pareceu descuidada, prepotente, arrogante ou precipitada, me perdoe, mas só falei o que transpareceu de sua narrativa.

          Quanto à comparação que fiz e o senhor não gostou, porque casamento não é comércio, não tem problema, vamos mudar os exemplos:
          Uma mãe deve deixar seu filho de 10 anos sozinho com o homem que o molestou sexualmente para provar que o perdoou?
          Uma mulher deve permanecer vivendo na mesma casa com o marido que abusou sexualmente de sua filhinha de 5 anos de idade para provar que o perdoou?
          Uma moça deve passar a noite sozinha com o homem que a estuprou, para provar que o perdoou?
          Uma pessoa que foi vítima de uma tentativa de assassinato deve aceitar o convite de ir sozinho na companhia da pessoa que tentou lhe matar a um matagal de madrugada para provar que a perdoou?

          Quando ao “dogma” que o senhor atribuiu a mim, não é dogma. É coisa minha, justamente porque me conheço, eu jamais conseguiria me relacionar novamente com minha esposa se soubesse que ela teve intimidade com outro homem, é uma coisa física, um nojo, entende?
          Não estou dizendo que todo mundo que foi traído deve se divorciar.
          Estou dizendo que se for para continuar casado, então que seja pelos motivos corretos, isto é, pelo amor.

          Então, o que eu digo é que perdoar é obrigatório, mas permanecer casado, não.
          Se for para permanecer casado, então que seja pelas motivações corretas, isto é, por amor.
          Mesmo porque o próprio Jesus Cristo autorizou o divórcio e o novo casamento em caso de adultério.

          Como o senhor mesmo disse que está confuso e não sabe o que fazer, renovo meu conselho: se afasta de tudo isso, se dê um tempo e reconstrua seu relacionamento com Deus.
          E só depois disso pense no que fazer.

    • cara, acho que você tem alguma patologia psiquiátrica, só pode ser algum tipo de demência.

  32. Admiro muito quem perdoa e consegue se reconciliar com a esposa porque a ama e não quer viver sem ela.
    Mas eu não concordo nem um pouco com essa doutrina de que para provar que perdoou, o marido ou a esposa traídos devem se reconciliar com a pessoa que adulterou.
    Se meu sócio me rouba 1 milhão de reais, não sou obrigado a entregar outro milhão de reais nas mãos dele para provar que o perdoei.
    Uma moça que foi estuprada não é obrigada a passar a noite sozinha em uma casa com o estuprador para provar que o perdoou.

    Afirmo com toda a convicção que se minha esposa me trair, ou melhor, se eu ficar sabendo que ela me trai ou que me traiu em algum momento, o casamento já era.
    Posso até perdoá-la, mas jamais me reconciliaria.
    Perdoar é não desejar vingança, é não procurar retribuir o mal que o outro lhe fez, mas isto não significa que você é obrigado a continuar convivendo com aquela pessoa.

    Acho que em certos casos, o afastamento é até um gesto de amor e solidariedade, porque sabemos que a ocasião faz o ladrão e que os seres humanos são falhos e fracos.
    Ora, se aquela é a fraqueza da pessoa, eu, na verdade, lhe faço um bem ao impedir que ela peque novamente contra mim.
    Se eu perdoo meu sócio, porém desfaço a sociedade, na verdade estou impedindo que ele venha a pecar novamente ao me roubar de novo. Se a moça perdoa o estuprador, mas evita qualquer contato com ele, principalmente em situações em que ele possa ser tentado a pecar novamente, está lhe fazendo um bem.
    Se me divorcio de minha esposa porque ela foi adúltera, estou lhe fazendo um bem ao impedir que ela possa pecar novamente.

    Ademais, o próprio Jesus Cristo autorizou o divórcio e o novo matrimônio em caso de adultério.

  33. Dor Profunda on

    Pessoal venha aqui falar um pouco desse momento tão perturbador em minha vida . Sou casado com minha esposa a 14 anos e a amei desde de o primeiro dia em que a conheci nos apaixonamos e logo fomos morar juntos pois era um amor intenso depois de algum tempo começaram as brigas e discussões e acabamos dando um tempo na relação , mais para minha surpresa ela estava gravida de um filha minha fiquei muito feliz por isso e depois resolvemos voltar com nosso casamento prometemos um ao outro que nossa vida ia mudar e a gente não ia mais ficar brigando a toa , tivemos outra filha e eu dizia para mim mesmo que minha vida estava completa pois eu tinha uma esposa perfeita e filhas lindas os anos foram se passando e ela começou a trabalhar fora e nossos horarios não batiam direito pois ela trabalhava de dia e eu a noite por causa das crianças ao final do ano passado eu tive um problema de saude muito grava pois eu com 34 anos de idade tive um infarte e quase morri , fiquei 37 internado no hospital sofrendo muito e pedindo a Deus para não morrer pois tinha 2 filhas pequenas e uma esposa para cuidar, Deus ouviu minhas orações e me deu uma oportunidade de cuidar da minha família estou ainda passando por um acompanhamento medico pois tenho que me cuidar para o resto da vida .
    Mais vamos ao fato de uns 2 meses para cá minha esposa começou a ficar estranha comigo sempre me tratando mal e me escondendo aonde ia não deixava eu tocar no seu celular e eu comecei a ficar desconfiado dela , pois sempre que ela estava no celular e eu chegava perto e desligava o celular e eu pensei comigo mesmo aí tem coisa um belo dia ela chegou do trabalho e foi dormir e esqueceu o celular jogado no chão da sala aproveitei e olhei no celular para ver se tinha alguma coisa de anormal nele e para minha surpresa vi que minha esposa trocava mensagens com um outro homem e não é só isso trocavam fotos deles pelados e falavam varias sacanagens um para o outro ela falando que gostou muito de ter ido no motel com ele fiquei arrasado acordei ela na mesma hora e na frente das minhas filhas comecei a chamar ela de tudo que é nome minhas filhas choravam muito e botei ela para fora de casa só com a roupa do corpo entrei em desespero pois nunca imaginei que ela era capaz de fazer isso comigo sempre fui um marido fiel a ela (acreditem em 14 anos de casado eu nunca a traí) ela me ligou chorando muito e me pedindo perdão por ter me traído que ela estava muito arrependida por tudo que tinha feito a minha pessoa deu uma oportunidade de ela se explicar e tentar entender porque ela tinha feito isso comigo sempre a amei de uma tal forma e sempre e respeitei e eu não merecia isso ela me pediu uma chance para para se redimir do erro que tinha cometido e eu dei essa chance a ela .
    Os dias tem se passado e eu estou ficando pior por tudo o que aconteceu pois penso nisso todo dia , não consigo mais viver em paz em uma semana emagreci 7 quilos de tanta tristeza estou faltando no meu trabalho pois não tenho animo para trabalhar , não converso mais com ninguém pois tenho muito vergonha de falar disso para alguém , sinto uma dor tão profunda em meu coração que eu não sei até quando vou suportar essa situação , será que eu devo continuar com esse casamento e tentar esquecer tudo , eu estou pirando pois o amante dela trabalha junto com ela , ou se devo deixar meu casamento e tentar seguir minha vida sozinho.

    • Continuar o casamento ou largar tudo e seguir sozinho?
      Eis a questão.
      Acho que no presente momento não deve fazer nem uma coisa e nem outra, porque decisões tomadas de cabeça quente geralmente se mostram desacertadas.
      Seu primeiro passo deve ser recolocar a vida nos trilhos.
      Arrumar a casa, se organizar, se permitir vivenciar a dor e o sofrimento, não há nada de errado em sentir raiva, em ficar magoado.
      O que vc não pode é permitir que a raiva se transforme em ódio, que a mágoa se transforme em amargura.
      Eu, na sua situação, me daria um tempo.
      Me afastaria de tudo isso, ficaria de longe, ficaria de luto.

      E só depois tomaria uma decisão.
      Mas se a decisão for de dar uma chance ao casamento, que seja pelos motivos corretos, isto é, pelo amor que sente pela esposa e não apenas porque acha que deve continuar casado.
      E somente insista no casamento se conseguir perdoá-la.
      Agora um conselho de ordem prática.
      Por mais difícil que seja, se ela realmente está arrependida, irá se afastar do amante e cortar toda e qualquer relação.

    • Meu amigo, deixa essa mulher ela só se arrependeu porque vc descobriu imagino a dor no seu coração mais foque sua vida em suas filhas no seu trabalho lute pelas suas filhas, essa mulher não te merece e com certeza DEUS há de dar uma nova vida uma nova esposa que mereça seu carinho e seu respeito Abraços !!!!!

    • Ela não se arrependeu, diz que arrependeu pq foi pega no pulo por vc imagino a dor no seu coração mais foque sua vida em suas filhas no seu trabalho lute pelas suas filhas, essa mulher não te merece e com certeza DEUS há de dar uma nova vida uma nova esposa que mereça seu carinho e seu respeito Abraços !!!!!

    • Abandone essa mulher e vai ser feliz meu amigo ela não mereçe seu carinho e seu respeito Abraços !!!!!

  34. Olá João boa noite tb estou vivendo essa mesma triste história minha esposa me traiu com o meu melhor amigo na época, descobri por acaso por uma ligação , na época fiz de tudo para que ela abrisse o jogo, mas ela muito fria ,,,negou de pé junto…eu nunca engoli pois a história que ela contava não tinha nexo…o cara um FDP sem dúvida e ela um vag…sem dúvida …isso ocorreu a mais de dez anos..eu já tinha sido casado e neste novo casamento tinha dois lindos filhos…como já tinha dois do outro sei o quão triste é para os filhos…meu Deus..ata dor vivi e ainda vivo pois além da vagabundasse dela tem a do safado…que convivia conosco junto c sua esposa..,ela diz que só saíram pra conversar …mas eh mentira,l,foi mais além…hoje depois desse longo período a dor voltou com muita força ,não consigo mais olhar na cara dela…não consigo mais…meus filhos estão com 17 e 14 anos da relação com ela…creio que vão entender …pois pretendo pedir a separação sou evangélico …,mas a bíblia me defende, afinal ela eh adúltera …não fui mais feliz compra desde então e olha são mais de 12 anos que isso ocorreu…ela nunca me pediu perdão…só consegui uma confissão mais de 5 anos depois ..da parte dela e de investigar muito…me arrependo muito de ter ficado com ela …não que não tivemos momentos bons de pois …mas não valeu a pena…são 12 anos perdidos…perdi tudo…ficou um buraco na minha vida..,nunca mais fui o mesmo…estamos juntos há mais de 20 anos…mas infelizmente ,, não estou mais feliz…eh uma decisão muito dura que estou tomando…muito difícil ….estou de novo num pior momento da minha vida…peço a Deus.uma luz mas até agora ,não veio…ela nunca me pediu perdão..foi eu que descobri ….mas credito para mim o direito de ser feliz…não sei se casaria de novo…acho passarei a viver sozinho …e para servir a Deus…se conseguir me santificar …e também se Deus assim o permitir…tem horas que tenho vontade de matá-la e ir atrás daquele desgraçado e fazer o mesmo…mas não vou sujar as minhas mãos…afinal eles tem que pagar aqui…o que fizeram…terão que ver a minha exaltação a minha vitória…farei tudo o que for necessário para meus filhos…mas eles terão que entender…afinal eles terão uma linfa vida pela frente,,,e também isso servirá como exemplo que respeitem seu esposo e esposa…quanta dor, quanta tristeza…tudo reascendeu por mentiras dela que vi pelo whats app , não tão grave assim…mas mentira eh mentira e não deixa de ser traição …..,,bem mia decisão está sendo tomada,,,,e.
    Só por Deus não será diferente,,,,estou a espera de um milagre para que o casamento não acabe…

    Enviado via iPad

  35. Depois de estar em relação com ela por nove anos, ela terminou comigo, eu
    fez todo o possível para trazê-la de volta, mas tudo foi em vão, eu queria que ela
    volta tanto por causa do amor que tenho por ela, eu implorei a ela com tudo,
    Eu fiz promessas, mas ela se recusou. Eu expliquei o meu problema com alguém on-line e
    ela sugeriu que eu deveria antes entrar em contato com um lançador de magias que poderiam me ajudar
    lançar um feitiço para trazê-la de volta, mas eu sou do tipo que nunca acreditou em magia,
    Eu não tinha escolha a não ser tentar, eu enviei o lançador de magias, e ela me disse que não
    não foi problema que tudo ficará bem antes dos três dias que o meu ex vontade
    voltará para mim antes dos três dias, ele lançou o feitiço e, surpreendentemente, no
    segundo dia, foi em torno de quatro horas. Meu ex me ligou, eu estava tão surpreso, eu respondi
    a chamada e tudo o que ela disse foi que ele estava tão triste por tudo o que aconteceu,
    que ele queria que eu voltasse para ela, que ela me ama tanto. Eu estava tão feliz
    e foi para ela, foi assim que começou a viver juntos e felizes novamente. desde
    então, eu fiz promessa de que qualquer um que eu sei que tem um problema de relacionamento, ou problemas de saúde
    Gostaria de ser de ajuda para tal pessoa, referindo-se a ele ou ela para a única real e
    poderoso lançador de magias que me ajudou com o meu próprio problema e que é diferente
    dos outros. Qualquer um poderia precisar da ajuda do lançador de magias, seu e-mail é
    (shellywhite48@gmail.com), você pode enviar e-mail dela, se você precisa de seu apoio na sua
    relacionamento ou qualquer coisa ….
    (shellywhite48@gmail.com)

  36. Traição é escolha… Ela escolheu… Vc perdoa , mas não convive… já era… Homem q é homem tem q estar pronto p GUERRA….. Ser forte sempre….. e n ser um saco d batatas, um pamonha….

  37. Olá, dei meu depoimento aqui no dia 28/05/2014 pedindo ajuda, pois havia sido traída e estava tentando restaurar meu relacionamento. Ainda hoje, quase um ano depois, recebo emails por causa desse depoimento. Várias pessoas me escrevem querendo saber se consegui que meu relacionamento voltasse ao normal ou não.
    E o que sempre respondo lá, venho responder aqui.

    Não. Não houve restauração no casamento. Ficamos tentando por alguns meses, fizemos propósito, o pastor nos acompanhou na época, tentou nos ajudar, pediu que orássemos juntos todas as noites e nós obedecemos. Porém, eu não conseguia perdoar. Chorava em todas as orações, sentia uma dor dilacerante toda vez que me deitava ao lado dele e ele queria sexo. Eu não sentia mais vontade de fazer nada. E, além disso tudo, o tratamento del comigo era péssimo. Ele era explosivo, não queria responder a perguntas básicas, tipo: que horas você vai chegar, onde você está, sua ex continua te ligando, etc. Ele ficava com raiva e nervoso, porque achava que qualquer pergunta já era uma acusação. Ou seja, além de me trair, ainda não me tratava bem, Talvez se ele tivesse mudado o jeito de ser, se tivesse a preocupação em me manter segura, se me tratasse com amor e carinho, talvez eu perdoaria mais facilmente. Mas não.

    Então, depois de nossa pior briga, onde ele colocou o dedo na minha cara pela primeira vez e o copo de água que eu estava bebendo eu joguei no peito dele, eu resolvi o mandar embora. Já estávamos beirando a
    agressão e poderia ficar pior. Fiquei muito tempo sem querer ate ouvir o nome dele. O odiava. E na época uma “amiga” conseguiu uma vaga de emprego pra ele exatamente onde eu trabalho. E eu não conseguia olhar pra ele todos os dias sem sentir ódio. O tempo foi passando e um dia eu o vi passando no corredor. E ão senti mais ódio. Nem raiva. Nem nada. Ali eu percebi que tinha perdoado, enfim, depois de tantas orações, choros, explosões de ira, etc. Nós conversamos e tudo ficou resolvido. Passamos a conversar todos os dias na hora do almoço, contando sobre nossas vidas, falando sobre igreja, sobre Deus, ele se batizou, se dizia firme na igreja e começou a namorar. Reclamava muito da namorada e começou a dar em cima de mim; E eu sempre falando que ele não cometesse com ela, o mesmo erro que cometeu comigo. E ele sempre dando em cima de mim. Não pra voltar, mas queria sexo. Enfim, depois de um tempo, descobri que ele já estava morando com a namorada, já ia fazer chá de panela e tudo! E descobri através de uma “amiga” em comum, mas ele mesmo omitiu isso de mim, mesmo me vendo todos os dias e conversando comigo. Ali percebi em que estava me metendo, mesmo que não quisesse nada com ele. Ele não mudou. Com certeza, ela é mais uma candidata a traída, mas eu não iria fazer parte disso. Cortei relações totalmente com ele. Hoje não nos vemos mais, a não ser por acaso pelos corredores. Sinto muito, porque minha filha de 3 anos, que não é filha dele, chama ele de pai até hoje e sente muita falta. Mas eu, apesar de ter o perdoado, voltei a sentir mágoa dele pela mentira.

    Hoje estamos 8 meses separados e eu estou sozinha. Acredito que se eu tivesse perguntado a Deus a vontade dele no dia em que eu conheci esse rapaz, eu não teria me envolvido com ele, porque não era da vontade de Deus certamente. Por isso, meu casamento não foi restaurado. Deus precisa querer. E se você é um escolhido dele e passa a estar DISPOSTO a obedecer e saber o que ele tem a dizer, ele coloca tudo em seu lugar. E o meu lugar não era perto dele.

    Atualmente, eu sofro muito de solidão. Às vezes me pergunto se vou confiar de novo em alguém. Ainda estou me reconstruindo segundo a vontade de Deus e NÃO É FÁCIL. Não é fácil você fazer a sua própria vontade durante anos a fio e depois deixar tudo nas mãos de Deus. Não que eu não confie nEle, mas tenho a tendência de fazer as minhas próprias vontades. Por isso errei durante toda a minha vida.

    Vi aqui muitos relatos de homens traídos. Fiquei até surpresa, porque geralmente são eles que traem. E vi relatos de homens que não confiam mais em mulheres. Posso afirmar que existe mulher fiel, sim, e estou falando por mim. Eu sempre fiz questão de me manter fiel, mesmo antes de voltar para os caminhos do Senhor, porque eu acho que o caráter influencia muito, agora então… Não quero pecar contra Deus. E acredito que, se eu encontrar inda uma pessoa com quem eu vá querer um relacionamento, vou ter que confiar que ele não vá me trair por amor a Deus primeiro e depois a mim. Porque não adianta o cara gostar de mim e não amar a Deus, pois ele vai me trair de qualquer jeito.

    Graça e paz.

  38. Descobri uma traição da minha esposa após 7 anos de casados namoramos por 20 anos antes de casarmos, estava muito comprometido com a faculdade e confesso que não dava muita atenção a ela também porque era o último ano da faculdade e estava terminando meu TCC é um curso na área de saúde e é um curso bem difícil, tinha planos de mudar da cidade (não por causa da traição pq eu nem sabia dela) para arrumar um emprego pois onde morava o mercado de trabalho estava saturado, na época que eu fazia faculdade sentia ela mais distante de mim mas pensei que era um efeito da distância que eu estava tendo dela devido a eu estar muito envolvido nos estudos para termos uma vida melhor no futuro, depois que nos mudamos de cidade acabei descobrindo a traição com um cara do antigo trabalho dela pois ela foi viajar para “ver os parentes” e em um dos dias se encontrou com o cara, eu só descobri pq coloquei um detetive, ela já me falava desse cara que ele era muito sem vergonha mulherengo e que ele não prestava, depois que descobri ela disse que não queria nada sério com ele mas como eu estava muito distante no relacionamento e esse cara dava muita atenção a ela dava carona e muitos chavecos ela acabou entrando na dele, descobri que mesmo depois que tinha mudado de cidade comigo eles mantiveram contato por sexo virtual, alguns detalhes me dói muito um que lembro agora é que um dia antes dela ir viajar para se encontrar com o cara ela deixou um bilhete na porta da geladeira dizendo que me amava, e me dói também pq eu já estava desconfiado dela e ela tinha me jurado de pé junto por Deus e pela mãe morta que nada tinha acontecido ela nunca me confessou, depois que descobri meu chão abriu mandei ela embora mas ela ficava no meu pé ela foi durmir na casa de uma amiga de favor pois éramos novo na cidade mas na mesma noite fui buscar ela devolta, depois disso tivemos várias crises ela voltou para igreja e mudou seu comportamento antes ela tinha um linguajar mais vulgar e eu não ligava de vez em quando eu também falava uns palavrões hj em dia com relação ao comportamento devo admitir que ela melhorou muito não fala mais palavrões e eu tb parei, eu chego em casa ela está lendo a bíblia já leu o livro do casamento blindado inteiro, está lendo a bíblia e diz não querer mais essa vida para ela, minha esposa sempre fui muito atenciosa, sempre fomos muitos amigos e companheiros, tenho verdadeira paixão por ela, ela era cristã de solteira e eu era ateu e depois de casado por influência minha parou de ir a igreja. Acho que esse foi o único relacionamento extra conjugal dela pois em uma das gravações do detetive ela fala pra amiga “Ele já me chamava de galinha e vaca e eu nunca tinha feito nada pelo menos agora ele tem motivo mesmo pra me chamar assim” confesso que realmente já havia xingado ela antes com esses nomes mesmo antes de suspeitar de algo quando tínhamos brigas raras no casamento pq no geral nos damos bem. Um dia quando mandei ela embora de casa e estava decidido a me separar dela ela escreveu uma carta me dizendo várias coisas como que não consegue ficar longe de mim e que estaria me esperando caso um dia eu mudasse de idéias, amo ela de paixão o que vc´s acham da minha situação?

    • bem, você foi e continua sendo engandado, pois é você que quer isso, ela já te mostrou que transa com outros homens e mente descaradamente e você perdoa, o que mais ela pode querer fazer ? Isso é tudo o que ela quer, um amante pra ter sexo de qualidade e um marido pra sustentar a casa

  39. Traição nunca deve ser perdoada, você perdoando sua esposa ela te verá como um paspalho sem bolas. Se ela te traiu(dando de quatro pra outro macho) é pq não tem o menor respeito por você, mete o pé na bunda dela e vira homen otário.

    • ola, entrei no nada neste site a procura de dicas para casamento e deparei com este tópico.
      Quero dizer que ser traido para homen, já não é tão anormal assim, fui casado durante 13 anos, e fazia de tudo pela minha esposa, tive 3 filhos na época um de 10 outro de 5 e outro de 4 anos.
      Tinnha um vizinho meu , que era “muito meu amigo” e eu pescava alguns olhares, mas como todo corno achava que era coisa da minha cabeça.
      Entretanto, um belo dia, atraves do antigo msn, descobri conversas picantes entre minha esposa e o vizinho., ai fui tirar a historia a limpo com ele e depois com ela. os dois confessaram e o pior de tudo, como se não pudesse piorar ainda mais a situação, os dois ultimos filho que eu achei e sempre criei como meus, na verdade era dele. Então foram anos de traição e se eu nao tivesse descoberto, quantos mais seriam.
      Eu Cristão perdoei e tentei continuar, porém depois descobri que continuavam tendo contato.
      Ai resolvi sair de casa, abandonei filhos e tudo pra tras, deixei casa e sai como meia duzia de roupas.
      Depois de um tempo, conheci outra mulher e atualmente estou casado com ela a 7 anos, porém sinto muita, mas muita falta mesmo da convivência diária com meus filhos, que não consegui deixar de ama-los.
      Se eu pudesse voltar no tempo, teria deixado DEus tratar meu casamento, teria procurado terapia e tentaria restaura meu casamento original, pois hoje, “acho” que nao tem traição no meu casamento, mas tenho muito mais briga e intrigas que no casamento original.
      RESUMINDO, tente superar a traição, principalmente pelos filhos. Hoje me sinto curado, converso normalmente como a EX, ela acabou nao tendo mais relacionamento com o cara, está vivendo sozinha e criando os filhos.
      Creia, sempre tem problemas bem maiores que a traição.,
      Graça e paz a todos.

  40. ola, entrei no nada neste site a procura de dicas para casamento e deparei com este tópico.
    Quero dizer que ser traido para homen, já não é tão anormal assim, fui casado durante 13 anos, e fazia de tudo pela minha esposa, tive 3 filhos na época um de 10 outro de 5 e outro de 4 anos.
    Tinnha um vizinho meu , que era “muito meu amigo” e eu pescava alguns olhares, mas como todo corno achava que era coisa da minha cabeça.
    Entretanto, um belo dia, atraves do antigo msn, descobri conversas picantes entre minha esposa e o vizinho., ai fui tirar a historia a limpo com ele e depois com ela. os dois confessaram e o pior de tudo, como se não pudesse piorar ainda mais a situação, os dois ultimos filho que eu achei e sempre criei como meus, na verdade era dele. Então foram anos de traição e se eu nao tivesse descoberto, quantos mais seriam.
    Eu Cristão perdoei e tentei continuar, porém depois descobri que continuavam tendo contato.
    Ai resolvi sair de casa, abandonei filhos e tudo pra tras, deixei casa e sai como meia duzia de roupas.
    Depois de um tempo, conheci outra mulher e atualmente estou casado com ela a 7 anos, porém sinto muita, mas muita falta mesmo da convivência diária com meus filhos, que não consegui deixar de ama-los.
    Se eu pudesse voltar no tempo, teria deixado DEus tratar meu casamento, teria procurado terapia e tentaria restaura meu casamento original, pois hoje, “acho” que nao tem traição no meu casamento, mas tenho muito mais briga e intrigas que no casamento original.
    RESUMINDO, tente superar a traição, principalmente pelos filhos. Hoje me sinto curado, converso normalmente como a EX, ela acabou nao tendo mais relacionamento com o cara, está vivendo sozinha e criando os filhos.
    Creia, sempre tem problemas bem maiores que a traição.,
    Graça e paz a todos.

  41. Boa tarde, Eduardo! Sua história já tem um tempo, mas só agora a achei… Eu traí meu esposo há seis meses… E o traí também com um mês de namoro. Na época, eu estava desviada da igreja e vivendo uma vida totalmente promíscua com 19 anos de idade! Namorei com ele, mas não queria nada sério, não pensava em me casar naquele momento da minha vida e tão cedo também! Eu era uma garota bonita e cobiçada por muitos e sem nenhum juízo! P/ mim, trair era absolutamente normal, tanto que o traí com um mês de namoro! Aos três meses eu confessei porque não consigo guardar essas coisas… Ele quase não me perdoa, mas de tanto eu insistir, ele perdoou com muito pesar… Eu fico me perguntando que tipo de pessoa péssima fui eu que não deixou ele viver a vida dele?:-(
    Ele só deixou de desconfiar de mim depois de alguns anos de casados, e nos reconciliamos na igreja um mês antes de casarmos… Sei que eu o amo, por tudo o que ele é, por ser o pai do nosso filho de três anos, por ser uma pessoa que gosto de estar junto, sinto falta quando está longe, fico preocupada… O sexo esfriou, é verdade, mas esfriou bem antes de eu traí-lo dessa segunda vez… Ele é uma pessoa extremamente tímida na cama, mas isso não abalou meu amor por ele e nem foi a causa da traição, só contribuiu talvez (eu achava que quando casássemos, ele ia se soltar mais)… O jeito dele, sempre muito grosso comigo, sem paciência, falava coisas pesadas p/ mim (mas nunca me agrediu!), tudo isso nunca foi motivo para o trair… Eu sempre soube conviver bem com o assédio e os maus comentários das pessoas sobre a aparência dele (as pessoas geralmente dizem que ele é feio p/ mim), eu casei com ele sabendo que ele não era bonito, mas eu o achava bonito o suficiente p/ me sentir bem ao lado dele! E acho que as pessoas querem é ver um lar destruído! Se ele fosse lindo, os comentários seriam outros… Mas enfim, não sei o que ocorreu comigo, mas o fato é que eu me deixei levar pela conversa de um cara na internet que dizia a mesma coisa que todos: ele é feio demais p/ mim, mas ele também era feio e casado (só descobri depois de sair com ele). Depois de três meses que sai com esse cara, fiquei doente e achei que estava com HIV, mas fiz exame e não estava, só que aquilo me perturbou a tal ponto que eu tive que contar p/ ele, quando já estava quase me perdoando e vendo que eu tinha mudado, eu senti algo acontecer comigo: uma espécie de vazio tomou conta do meu interior, sei lá, me senti estranha, até hoje sinto, bem na região do peito, como se fosse uma escuridão, sei lá, mas agora também tenho dores terríveis, como se eu estivesse doente, mesmo tendo feito vários exames e nada constado! Não sei o que é isso! Ele é muito bravo e desconfiado, eu deixei tudo de lado, facebook, whatsapp, skype, deixo ele ler tudo meu, ver que não tenho nada com ninguém. Eu realmente não quero! Depois dessa experiência espiritual horrível que venho sentindo, meu Deus! Tudo o que mais quero é Paz! A Paz que excede todo o entendimento! Mas sabe, as vezes eu acho que não amo mais ele, as vezes acho que nunca amei! Mas não sei se tô tendo uma fé ilógica de querer amá-lo, de pedir ao Senhor que me faça amá-lo, sabe… O que sei é que vou sofrer demais toda essa perda! Esposo, filho, casa, família… O que acho estranho é que na igreja não existem comentários desse tipo maldoso, pelo contrário, as pessoas nos acham uma família linda! E sempre achei que as pessoas que comentavam esse tipo de coisa, na verdade, queriam nosso mal. Quando estava traindo ele pela internet, comecei a colocar a TV p/ despertar p/ trabalho e comecei a ver um programa da IURD que as pessoas relatavam que faziam feitiços p/ destruir casamento com traição, etc… Eu pensei que pudesse ter ocorrido comigo, mas ignorei logo em seguida, afinal, eu “estava apaixonada” pela pessoa e decidida a me divorciar! Só que quando pensei em doença, me desesperei e vi o tamanho da besteira que fiz! Não sei mais de nada, tô confusa! Eu já chorei tanto! Não quero ser uma adúltera, meretriz, devassa, que vai ficar traindo o esposo a vida inteira, meu Deus! Meu esposo não merece isso! Também não quero que meu lar se desfaça! Se destrua! Aliás, fui eu quem destruí! 🙁
    Estamos casados há seis anos, vamos fazer 7 no dia do aniversário de 4 anos do nosso filho! O que estou vivendo é terrível, e imagino o que ele está sentindo! :’-(
    Chorei muito ao ler seu texto, Eduardo! Mas jamais teria coragem de ficar tanto tempo traindo meu esposo (espero que NUNCA tenha!). Eu queria fazê-lo feliz de alguma forma, não sei se vou conseguir! Parece que fiz escolhas erradas e vão repercutir pelo resto da minha vida! Assim como achei que vim ao mundo por um erro (fui gerada de um namoro e fui dada p/ minha avó me criar), a assim vai ser a sina do meu filhinho lindo! Eu não podia ter sido tão péssima e cruel com eles dois! Tenho vontade de não mais viver! Ore por mim, querido! Ore pela minha família! Sei que ela é plano de Deus! E que nenhum de Seus planos podem ser frustrados! Espero um milagre! Uma restauração por completo! Principalmente na minha vida, nos meus conceitos! O que importa é fazer a vontade do Pai! E eu espero, sinceramente que ele encontre um coração quebrantado e disposto a padecer tudo por amor a Ele! E ainda que não, continuarei orando como Davi: “Cria em mim, Senhor, um coração puro e um espírito inabalável!”
    Deus abençoe a todos!

    • Eu fui casado por 5 anos. Eu cristão e minha esposa também (bom, eu achava na época). Na época eu era militar e fui fazer uma viagem para fora do Estado por 4 meses. Só que acabou que foi postergado por mais 8 meses. Nesse ano ela tinha conseguido um emprego e não pôde vir comigo para o outro estado. Porém de 30 em 30 dias eu era liberado para poder visitá-la, e ficava com ele por 5 ou 12 dias em média em cada ocasião, foi o ano que mais gastei com viagens. Isso foi em 2011. No final do ano percebi que ela estava muito distante de mim e quando eu ligava ela não atendia. Ela me disse que “achava” que seria melhor nos separarmos por um tempo. Ela foi a minha primeira mulher e eu o primeiro homem da vida dela. Lógico que pensei que ela estava me traindo, porém ela dizia que não e que era falta de amor. Só que no em dezembro/2011 ela me ligou dizendo que queria se divorciar e que não tinha mais jeito, e que inclusive já tinha arrumado advogado e para eu ir para o Estado onde ela estava para assinar os “papéis”. Eu, nesse, ínterim estava em orações e propósitos com Deus para que ele pudesse restaurar o nosso casamento. Só que ela estava decidida. Quando fui vê-la pela última vez, em jan/2012, encontrei com ela na frente do cartório e lhe disse: “Você tem certeza disso? Essa não é minha vontade, mas não posso te obrigar a ficar comigo.”; ela não voltou atrás, então, sem outra opção, assinei os papeis e voltei para o local onde estava. Fui a pior dor que eu tive em toda a minha vida! Nem a morte do meu pai, que ocorreu em 2012, doeu tanto.

      Mas o pior estava ainda por vir.

      Eu acabei ficando definitivamente no Estado onde estava. Eu de repente a encontrei na Igreja onde eu congregava. Num desses encontros ela veio até mim e disse que estava arrependida do que fez e que queria reatar o casamento. E me disse que tinha uma coisa horrível para contar. Ela ficou umas semanas sem coragem de me contar, até que, por facebook ela me disse que tinha me traído com um cara que conheceu na internet no meio do ano de 2011, por duas vezes. Eu senti como se um punhal tivesse sido cravado em mim! É um misto de ódio, vontade de matar, revolta, decepção… Não tem como descrever a sensação.

      Porém com a ajuda do Senhor Jesus consegui perdoá-la mesmo e hoje não tenho qualquer raiva dela. Perdoei, mas não me reconciliei com ela. Ainda tentamos por um mês ver se nos reaproximarmos, mas foi impossível para mim.

      Não confunda perdão com reconciliação, nem sempre os dois andam de mãos dadas. Perdoar é um dever do cristão, porém reconciliar é uma opção. Eu não tive fé para restaurar o casamento.

      Meu caso só é diferente do seu pois não tivemos filho, realmente é muito delicada essa sua situação.

      O único conselho que te dou é: tome uma decisão o quanto ante, quando mais tempo passar pior será. Se quer realmente ficar com ela, tenha uma conversa franca e enterre essa passado e comece um novo casamento do zero. Se não, se divorcie, cure o seu coração e não procure se relacionar com outra pessoas ainda com essa ferida aberta. Cure-se, cuide do seu filho e só depois procure outra pessoa.

      Procure ajuda com seu Pastor e com psicólogo. Não tente sozinho superar isso.

  42. namoro a mais de 5 anos e minha namorada me traiu no começo do namoro e a um anos descobri ou tra traição e continuo com ela, lembro disso toda hora agora ela quer casar falei que se ela quiser namorar mais blz, se não ela vá pastar, e ela quando eu descobrir vei me falar que foi so beijo que não tranzou e que depois se arrependeu, se eu não fosse tecnico em informatica não tinha descoberto sera que mesmo arrependida ela ia me falar ia nada. as mulheres ficam falando que homem ta dificil quando elas acham um elas fazem sacanagem se a mulher for fiel ela pode ate ser traida mas ela sai de cabeça erguida varios homens vão querer ela vão querer cuidar dela, não adianta ser ipocrita a mulher não merece ser traida so que se ela trair outro homem so fica com ela se ele não souber

  43. Eu fui casado por 5 anos. Eu cristão e minha esposa também (bom, eu achava na época). Na época eu era militar e fui fazer uma viagem para fora do Estado por 4 meses. Só que acabou que foi postergado por mais 8 meses. Nesse ano ela tinha conseguido um emprego e não pôde vir comigo para o outro estado. Porém de 30 em 30 dias eu era liberado para poder visitá-la, e ficava com ele por 5 ou 12 dias em média em cada ocasião, foi o ano que mais gastei com viagens. Isso foi em 2011. No final do ano percebi que ela estava muito distante de mim e quando eu ligava ela não atendia. Ela me disse que “achava” que seria melhor nos separarmos por um tempo. Ela foi a minha primeira mulher e eu o primeiro homem da vida dela. Lógico que pensei que ela estava me traindo, porém ela dizia que não e que era falta de amor. Só que no em dezembro/2011 ela me ligou dizendo que queria se divorciar e que não tinha mais jeito, e que inclusive já tinha arrumado advogado e para eu ir para o Estado onde ela estava para assinar os “papéis”. Eu, nesse, ínterim estava em orações e propósitos com Deus para que ele pudesse restaurar o nosso casamento. Só que ela estava decidida. Quando fui vê-la pela última vez, em jan/2012, encontrei com ela na frente do cartório e lhe disse: “Você tem certeza disso? Essa não é minha vontade, mas não posso te obrigar a ficar comigo.”; ela não voltou atrás, então, sem outra opção, assinei os papeis e voltei para o local onde estava. Fui a pior dor que eu tive em toda a minha vida! Nem a morte do meu pai, que ocorreu em 2012, doeu tanto.

    Mas o pior estava ainda por vir.

    Eu acabei ficando definitivamente no Estado onde estava. Eu de repente a encontrei na Igreja onde eu congregava. Num desses encontros ela veio até mim e disse que estava arrependida do que fez e que queria reatar o casamento. E me disse que tinha uma coisa horrível para contar. Ela ficou umas semanas sem coragem de me contar, até que, por facebook ela me disse que tinha me traído com um cara que conheceu na internet no meio do ano de 2011, por duas vezes. Eu senti como se um punhal tivesse sido cravado em mim! É um misto de ódio, vontade de matar, revolta, decepção… Não tem como descrever a sensação.

    Porém com a ajuda do Senhor Jesus consegui perdoá-la mesmo e hoje não tenho qualquer raiva dela. Perdoei, mas não me reconciliei com ela. Ainda tentamos por um mês ver se nos reaproximarmos, mas foi impossível para mim.

    Não confunda perdão com reconciliação, nem sempre os dois andam de mãos dadas. Perdoar é um dever do cristão, porém reconciliar é uma opção. Eu não tive fé para restaurar o casamento.

    Meu caso só é diferente do seu pois não tivemos filho, realmente é muito delicada essa sua situação.

    O único conselho que te dou é: tome uma decisão o quanto ante, quando mais tempo passar pior será. Se quer realmente ficar com ela, tenha uma conversa franca e enterre essa passado e comece um novo casamento do zero. Se não, se divorcie, cure o seu coração e não procure se relacionar com outra pessoas ainda com essa ferida aberta. Cure-se, cuide do seu filho e só depois procure outra pessoa.

    Procure ajuda com seu Pastor e com psicólogo. Não tente sozinho superar isso.

  44. Eu fui casado por 5 anos. Eu cristão e minha esposa também (bom, eu achava na época). Na época eu era militar e fui fazer uma viagem para fora do Estado por 4 meses. Só que acabou que foi postergado por mais 8 meses. Nesse ano ela tinha conseguido um emprego e não pôde vir comigo para o outro estado. Porém de 30 em 30 dias eu era liberado para poder visitá-la, e ficava com ele por 5 ou 12 dias em média em cada ocasião, foi o ano que mais gastei com viagens. Isso foi em 2011. No final do ano percebi que ela estava muito distante de mim e quando eu ligava ela não atendia. Ela me disse que “achava” que seria melhor nos separarmos por um tempo. Ela foi a minha primeira mulher e eu o primeiro homem da vida dela. Lógico que pensei que ela estava me traindo, porém ela dizia que não e que era falta de amor. Só que no em dezembro/2011 ela me ligou dizendo que queria se divorciar e que não tinha mais jeito, e que inclusive já tinha arrumado advogado e para eu ir para o Estado onde ela estava para assinar os “papéis”. Eu, nesse, ínterim estava em orações e propósitos com Deus para que ele pudesse restaurar o nosso casamento. Só que ela estava decidida. Quando fui vê-la pela última vez, em jan/2012, encontrei com ela na frente do cartório e lhe disse: “Você tem certeza disso? Essa não é minha vontade, mas não posso te obrigar a ficar comigo.”; ela não voltou atrás, então, sem outra opção, assinei os papeis e voltei para o local onde estava. Fui a pior dor que eu tive em toda a minha vida! Nem a morte do meu pai, que ocorreu em 2012, doeu tanto.

    Mas o pior estava ainda por vir.

    Eu acabei ficando definitivamente no Estado onde estava. Eu de repente a encontrei na Igreja onde eu congregava. Num desses encontros ela veio até mim e disse que estava arrependida do que fez e que queria reatar o casamento. E me disse que tinha uma coisa horrível para contar. Ela ficou umas semanas sem coragem de me contar, até que, por facebook ela me disse que tinha me traído com um cara que conheceu na internet no meio do ano de 2011, por duas vezes. Eu senti como se um punhal tivesse sido cravado em mim! É um misto de ódio, vontade de matar, revolta, decepção… Não tem como descrever a sensação.

    Porém com a ajuda do Senhor Jesus consegui perdoá-la mesmo e hoje não tenho qualquer raiva dela. Perdoei, mas não me reconciliei com ela. Ainda tentamos por um mês ver se nos reaproximarmos, mas foi impossível para mim.

    Não confunda perdão com reconciliação, nem sempre os dois andam de mãos dadas. Perdoar é um dever do cristão, porém reconciliar é uma opção. Eu não tive fé para restaurar o casamento.

    Meu caso só é diferente do seu pois não tivemos filho, realmente é muito delicada essa sua situação.

    O único conselho que te dou é: tome uma decisão o quanto ante, quando mais tempo passar pior será. Se quer realmente ficar com ela, tenha uma conversa franca e enterre essa passado e comece um novo casamento do zero. Se não, se divorcie, cure o seu coração e não procure se relacionar com outra pessoas ainda com essa ferida aberta. Cure-se, cuide do seu filho e só depois procure outra pessoa.

    Procure ajuda com seu Pastor e com psicólogo. Não tente isso sozinho.

    • Poisé, Sinto muito por vc amigo. Todo excesso é ruim, não digo que a pessoa deve ficar grudada no outro 24h por dia, não, mas também o que vc fez foi o outro lado do erro (e o diabo não perdoa né). Quando Deus dá um namorado(a) que seja ou um conjuge, É PRA VIVEREM JUNTOS esse negócio de deixar a esposa assim por dias sozinha é um pecado mortal (que o diabo cobra caro), isso sempre acontece, incrível como aparecem Ricardões e amantes para os 2 conjuges solitários e carentes…
      Não tem essa de viajar para outro Estado e abandonar a esposa sozinha, é claro que a esposa fica carente…(e o diabo tá vendo essa brecha), mas se aceitam isso, é por estarem priorizando outras coisas, talvez o emprego seja mais importante que o casamento né. Pra mim, casamento em 1º lugar, a porcaria do emprego, arranja outro ou muda de profissão. Desculpe amigo, mas essas coisas SEMPRE ACONTECEM e o inferno adora casais assim, pois ele já sabe o que fazer…
      Deus te abençoe.

  45. Olá , boa tarde a todos que estiverem lendo isso aqui , e que a doce e agradável , paz do nosso Senhor seja com todos ! Ufa , espero que entendam eu não colocar aqui todo o fato da minha vida , é que passei bem rápida-mente por aqui até porque já estou de saída … Ai como é difícil agente se abrir assim , bom como falar isso na verdade minha esposa ela me traiu com a família dela . Entendam que ela só fez isso por não ver mais outra escolha , estava afastado de Deus , sei que a homens que aprontam , por serem bbebados etc etc etc , eu oq fazia era são , ela dez do começo sempre era muito omissa não falava nada pra mim , e sim pra família dela , e isso me deixava louco de raiva , hoje como voltei pra igreja entendo que a raiva era a brecha , que o inimigo via para agir em minha vida para por pensamentos , do tipo ela não te ama quer que vc morra … Estava tudo bem entre agente , e do nada aquela raiva vinha e me tomava , isso por conta da indiferensa dela com nossa vida , e o fato dela viver atrás de seus parentes , bom seja como for , não vejo ela nem nosso filho porque ela saiu de casa não me liga nem nada ligação nada , não sei oq fazer preciso de ajuda tanto90@hotmail.com , preciso de um conselho quem puder me ajude .

  46. Libertador on

    Caros Irmãos,

    Perdoar é um dever, mas você não é obrigado a manter os laços de convivência com uma determinada pessoa. Como vejo homens agindo como cornos mansos, cuckholds e maricas. O melhor caminho que você tem a fazer é deixar tudo para trás e reconstruir sua vida como homem, reconstruir seu respeito, sua autoestima, sua vida financeira, sua vida profissional etc. DEUS tem um propósito muito maior pra você do que ser ESCRAVO de uma mulher adultera. DEUS não quer que você fique sofrendo DESAFOROS de uma mulher adultera. DEUS não quer que você trabalhe em algo que não goste só para sustentar um casamento falido! Viva, seja livre!

    Busque autores como Esther Villar (O homem domado) e Nessalan Alita. Sejam bem vindos ao realismo!!

  47. EDUARDO ( do caso verídico) on

    Caro “LIBERTADOR”. Ninguém realmente é obrigado a manter laços de convivência com quem quer que seja. Mas sobre ser manso, Jesus ensinou “Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra
    Mateus 5:5”. O Melhor caminho é enfrentar os acontecimentos, colocá-los em uma balança, considerar todos os lados da história, e tomar uma decisão acerca da sua vida. Simplesmente deixar tudo pra trás não é garantia e nem tem o poder de resolver as pendências da sua vida consigo mesmo! É preciso se enfrentar (se olhar no espelho) cara e não jogar pra debaixo do tapete. Sobre ser escravo de uma mulher adúltera. Ninguém tem que ser escravo de ninguém, e sobre o pecado do outro preste atenção nesta conhecida história:

    Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras.
    E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se, os ensinava.
    E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério;
    E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.
    E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?
    Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.
    E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.
    E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.
    Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.
    E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
    E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.
    Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
    João 8:1-12

    Se formos honestos conosco mesmo, se formos sãos, saberemos que também temos pecados. O que não implica nem te obriga a viver com quem pecou contra você, porém isso também não o impede ( caso reconheça o arrependimento da outra pessoa ) em viver com ela.

    Até mais…

  48. O dia em que descobrimos que fomos traídos é o momento em que acaba a paixão de um relacionamento, isto é fato. Morre aí a confiança, o desejo bobo de ter o outro a qualquer tempo, a tranquilidade de deixar a pessoa livre e ter certeza de que é sua e somente sua. A partir deste ponto, a confiança nunca mais voltará, e a felicidade nunca mais será plena. A confiança cega que antes existia abre caminho para um sentimento de dúvidas que o consumirá dia após dia, até o fim de sua vida.
    Não, sua vida nunca mais voltará a ser o que era antes. E a vida da pessoa que te traiu também não, pois levará para sempre lembranças e sentimentos paralelos aos construídos entre vocês dois.
    É o momento mais difícil da vida do traído, mas isso pode ser resolvido em menos de um ano. Não é com vingança. Não é se matando. Não é perdoando e tentando esquecer e seguir em frente. Infelizmente, o caminho certo é aceitar o fato: houve traição porque não houve respeito. E relacionamento sem respeito não é relacionamento, é rolo de adolescente.
    Neste momento mais difícil da vida de uma pessoa traída, o melhor remédio é o mais amargo: terminar o relacionamento. Sei que é difícil, pois temos sentimentos confusos pela pessoa com quem convivíamos. A dor dura por meses e essa dor não é pouca. Dói no peito, a gente chora, a gente bebe, a gente faz bobagens… mas como todo sentimento, isso também é passageiro. E garanto a você, em um ano você já terá condições de seguir em frente, buscar uma pessoa que corresponda à sua fidelidade e ao seu amor. Existem muitos homens/mulheres que, como você, estão procurando alguém maduro/a e que tenha respeito mútuo.
    Acreditem, o término do namoro pode ser um ano bem sofrido, mas os anos que virão a seguir compensarão tudo, pois serão alegres, felizes e com a vantagem de você já ter passado por esta experiência e ter amadurecido o suficiente para saber lidar com as próximas situações que virão.
    Acredite em mim! Quem passa e supera o fato, geralmente não retorna ao fórum para contribuir com a experiência.
    Aí vão os 3 passos:
    1 – termine o namoro com todo o respeito que você começou com ele/a.
    2 – aguente a dor, chore um pouco, procure a palavra de Deus, procure os amigos, enfim, divirta-se e deixe o tempo apagar o sentimento ruim que há em você.
    3 – quando, lá pelas tantas, você se der por conta de que está transbordando de alegrias com alguém novamente, saiba que recomeçou a oportunidade de ser feliz de novo! E só aí vais ter certeza de que tudo valeu a pena.
    (só pra lembrar – porque parece que no passo 1 e 2 a gente esquece disso: o mundo está CHEIO de pessoas interessantes e que valem a pena conhecer!)
    Boa sorte, amigos(as)!

  49. Realmente o que uma mulher pode fazer com a vida de um “homem que a ama” é devastador!
    Sou casado há 23 anos. Quando tinha 5 anos de casado e minha esposa estava gravida, descobri que 7 anos antes – namoramos 8 anos – havia sido traido. Durante o Namoro já havia perdoado dois delizes (onde suponho que não tenha ocorrido consumação carnal), ela sempre confessava os flertes. Na epoca não separei, porque meus filhos eram pequenos e ela estava gravida. Porem desde então, tenho vivido angustiado. Perdi o amor proprio e o espirito de vencedor. Minha esposa, sempre se mostrou amorosa e nunca vislumbrei motivo para desacreditar em sua conduta. O correto e logico seria perdoar verdadeiramente, mas sempre em situações criticas no casamento, volto a externar esta traição. Depois de tantos anos não consegui superar o fato e não é que seja perfeito, mas é da natureza do homem a altivez e o orgulho. O fato é que transformei minha vida e a dela num inferno. Sentir trocado e enganado, em um principio basico “FIDELIDADE”, não vejo como perdoar. Fico sempre com a impressão que casou por interesse, somente confessou o fato muito tempo depois e apoiada em uma gravidez. Ela sabia que se descobrisse o ocorrido enquanto eramos noivos, não teria me casado, não obstante ser apaixonado. Concluindo, não sou de externar minha vida (mesmo porque tenho vergonha), achei interessante contribuir com esta experiência de vida, porem sem querer influenciar ninguem (como falaram cada um tem que “ouvir a voz do coração”), para ponderar que devia ter separado, quando tomei conhecimento dos fatos. Por comodismo o casamento veio aos trancos e barrancos ate hoje, porem o resultado agora é a separação, com muito mais dor, problemas (os filhos estão adolescentes e adultos), magoas, alem da tristeza de não ter conseguido em uma vida “perdoar minha alma gemea”.

  50. Infeliz Anonimo on

    Realmente o que uma mulher pode fazer com a vida de um “homem que a ama” é devastador!
    Sou casado há 23 anos. Quando tinha 5 anos de casado e minha esposa estava gravida, descobri que 7 anos antes – namoramos 8 anos – havia sido traido. Durante o Namoro já havia perdoado dois delizes (onde suponho que não tenha ocorrido consumação carnal), ela sempre confessava os flertes. Na epoca não separei, porque meus filhos eram pequenos e ela estava gravida. Porem desde então, tenho vivido angustiado. Perdi o amor proprio e o espirito de vencedor. Minha esposa, sempre se mostrou amorosa e nunca vislumbrei motivo para desacreditar em sua conduta. O correto e logico seria perdoar verdadeiramente, mas sempre em situações criticas no casamento, volto a externar esta traição. Depois de tantos anos não consegui superar o fato e não é que seja perfeito, mas é da natureza do homem a altivez e o orgulho. O fato é que transformei minha vida e a dela num inferno. Sentir trocado e enganado, em um principio basico “FIDELIDADE”, não vejo como perdoar. Fico sempre com a impressão que casou por interesse, somente confessou o fato muito tempo depois e apoiada em uma gravidez. Ela sabia que se descobrisse o ocorrido enquanto eramos noivos, não teria me casado, não obstante ser apaixonado. Concluindo, não sou de externar minha vida (mesmo porque tenho vergonha), achei interessante contribuir com esta experiência de vida, porem sem querer influenciar ninguem (como falaram cada um tem que “ouvir a voz do coração”), para ponderar que devia ter separado, quando tomei conhecimento dos fatos. Por comodismo o casamento veio aos trancos e barrancos ate hoje, porem o resultado agora é a separação, com muito mais dor, problemas (os filhos estão adolescentes e adultos), magoas, alem da tristeza de não ter conseguido em uma vida “perdoar minha alma gemea”.

    • Paulo Lima on

      Então vc não perdoou, uai. Isso não é perdão, pra ficar a toda hora jogando na cara o passado. Pelo que vc mesmo diz que sempre volta a externar a situação (jogar na cara o passado), isso não é perdão né! O verdadeiro perdão “esquece” e não fica toda hora relembrando! Todos nós estamos sujeitos a errar, poderia ser vc o traidor agora (ou num futuro quem sabe), mas foi ela quem errou, e sei que não é fácil perdoar. Não fico defendendo adúlteros não, apenas acho que todos seres humanos cometem erros. Veja bem, se isso acontece no namoro (antes de um compromisso de casamento) eu terminaria na hora, mas dentro do casamento é totalmente diferente. Devemos lutar pelo nosso casamento e aparar as arestas, esse é o padrão de Deus, não achar que por qlq coisa já podemos abandonar e partir pra outra. Por causa disso, conheço alguns aí que já casaram umas 6X em 15 anos, pois não sabem lutar pelo casamento, qlq coisinha já pensam em abandonar e procurar outra e assim nunca acham a felicidade.
      Eu sei o quanto deve doer e é terrível, mas…. Imagina se a cada traição nossa e pecados, Deus também fosse nos abandonar e não mais perdoar e ficar lançando toda hora em rosto nossos pecados. A palavra é: Pai, perdoa as nossas iniquidades assim como perdoamos os que nos tem ofendido.
      Acho que perdoar a 1º vez, é difícil sim, todos erram, mas é razoável, agora com várias reincidências aí já não dá, não somos bobos também né.
      Que Deus nos ajude. Abç

      • Infeliz Anonimo on

        Obrigado Paulo Lima!
        Realmente você esta corretíssimo e conforme expus não consegui “PERDOAR VERDADEIRAMENTE”!
        Quando prossegui com o casamento, pensava que esta “dor na alma” iria melhorar, mas lamentavelmente não foi o que ocorreu. Com a experiência que tenho hoje, caso fosse possível retornar ao passado, teria separado quando fiquei sabendo do fato. Seria mais logico com minhas convicções.
        Pode parecer insensibilidade, na circunstancia da confissão da traição minha consorte estava gravida e logicamente que a situação influenciou na decisão de continuar tentando viver o matrimonio. Porem não fui um Pai melhor por estar presente em casa, ao contrario perdi o brilho interior e orgulho próprio. Talvez fosse mais presente se estivesse separado,…, mas são apenas divagações…, a verdade é que fiz uma escolha de continuar casado, e hoje dezoito anos depois acredito que não foi correta.
        Porem o contexto de vida é individual, não quero influenciar ninguém, externo apenas que para aqueles que consideram “FIDELIDADE” fundamental é muito difícil “perdoar verdadeiramente”, mesmo porque, no meu caso, casei ludibriado. Minha esposa fez as escolhas dela, porem enganou e mentiu para me arrastar para a vida conjugal, impedindo que também fizesse minhas escolhas.
        Que “Deus Ilumine a Todos”!
        Forte Abraço,
        IAN

  51. BOM DIA! VOLTAMOS O CASAMENTO, MAS COM ALGUNS DIAS VI QUE ALGO ME EM COMODAVA E A ELA TAMBÉM, ME PREPAREI PARA SABER DE QUE SE TRATAVA, TINHA MINHAS DUVIDAS MAS TIVE A CERTEZA UM DIA DESTES QUANDO ELA DEIXOU O CELULAR CARREGANDO E CHEGOU UMA MENSAGEM QUANDO OLHEI ERA UMA OUTRA MULHER NO QUAL QUE ELE TINHA SE APAIXONADO, PERGUNTEI A ELA DEPOIS O QUE ELA TINHA COM ESTA PESSOA QUE SE TINHA FEITO AMIGA ENTROU EM NOSSA VIDA, ELA ME RESPONDEU QUE TEVE ALGO COM ELA MAS TERIA SIDO TUDO DE SENTIMENTOS, SABE OU VI QUE ESTA PESSOA A CONQUISTOU DE MODO PELOS DEFEITOS DE NOSSO MATRIMONIO E QUE ELA PODE APROVEITAR, CARINHO AFETO, PAIXÃO, PRAZER. MINHA ESPOSA ME DISSE QUE NÃO CHEGOU NOS FINALMENTE POIS NÃO TEVE CORAGEM E PENSAVA EM MIM. DEPOIS ELA ME PERGUNTOU O QUE EU IRIA FAZER, DAI ENTÃO DESABAFEI, LIMPEI MINHA ALMA, FALEI QUE TUDO QUE EU E ELA TINHA VIVIDO POR 10 ANOS, ELA ME FALOU DEPOIS QUE QUERIA TENTAR MAIS UMA VEZ, POIS ELA SENTIA ALGO IMPORTANTE POR MIM E TBM TEM NOSSA FILHA, EU ACEITEI A PERDOEI POR SINCERAMENTE, PODERIA TER ACONTECIDO COMIGO E O QUE SINTO POR ELA É MAIOR DO QUE ESTA TRAIÇÃO. EU COMECEI A TRATA-LA EM INDEPENDENTE DOS PENSAMENTOS DELA, SEI QUE AINDA ESTA PERTURBADA, COM OS SENTIMENTOS, A PERGUNTEI OS DIAS DEPOIS DE TUDO ISTO SE ELA TINHA A PROCURADO OU VICE VERSA, ELA FALOU QUE NÃO, PEDIU PARA A OUTRA FICA NA DELA, E A OU DISSE PARA ELA DECIDIR, E QUE NÃO PODIA ESPERA-LA POR MUITO TEMPO, ACHO QUE ISTO A DEIXA MINHA ESPOSA MAIS PERTURBADA. RESUMINDO O QUE EU DEVO FAZER DAQUI PARA FRENTE. ESTOU INDO PELO MEU CORAÇÃO. QUERO SABER SE TO INDO CERTO OU ERRADO, TIPO CONTINUO AINDA FAZENDO UNS MIMOS, CARICIA ESTAS COISAS. SIM TAMBÉM VEJO QUE ELA ESTA TENTANDO, ME BEIJA ABRAÇA, ME ACARICIA, E SINTO QUE ESTA SENDO VERDADEIRO. MAS PRECISO ME ACALMAR MAIS E A RELAÇÃO SEXUAL NO MOMENTO NÃO ESTAMOS TENDO, POIS PARECE QUE ELA AINDA NÃO ESTA PRONTA, ASSIM PERDEMOS TUDO, PAIXÃO, RESPEITO, DIALOGO, COMPANHEIRISMO, AFETO, CARINHO, AMOR NÃO SEI SE PERDEMOS POIS ESTAMOS TENTANDO TUDO NOVAMENTE, MAIS TENHO MEDO DE ME MACHUCAR DE NOVO, POIS AINDA TO SOFRENDO, MAS TO A AMANDO. ME AJUDEM!

  52. ENGRAÇADO… FÁCIL CULPAR O “DIABO” PELAS IMPERFEIÇÕES, FALTA DE RESPEITO E CARÁTER, QUE AS PESSOAS TEM. SE ALGO NÃO VAI BEM, TEM-SE DE CONVERSAR E FAZER OS AJUSTES NECESSÁRIOS. DEPOIS DO LEITE DERRAMADO, NÃO HÁ VOLTA. NÃO PODEMOS NOS BANHAR NA MESMA ÁGUA DE UM RIO, DUAS VEZES. A ÓPTICA DA RELIGIOSIDADE QUE MUITOS DE VCS APREGOAM, A MIM, E É APENAS A MINHA OPINIÃO, 3 PATÉTICA! “JESUS PEDÔOU OS PECADORES…” SIM, MAS ERA JESUS, CRIATURA MAIS PERFEITA, MODELO E EXEMPLO. SE REBATEREM COM A PASSAGEM DE MARIA DE MAGDALA, ELA ERA PROSTITUTA… NÃO ADÚLTERA. LEIAM AS PASSAGENS E INTERPRETEM-AS DE FORMA ISENTA, MAS RACIONALMENTE. TANTO HOMENS E MULHERES, DEVEM SER FIÉIS À VERDADE, SER SINCEROS E HONESTOS, CONSIGO MESMOS E COM SEUS PARCEIROS… INDEPENDENTE DO NÍVEL DE RELECIONAMENTO… E FICA UMA REFLEXÃO: NÃO ATRELE A SUA FELICIDADE À FELICIDADE DA OUTRA PESSOA. SEJA FELIZ E FAÇA A PESSOA AMADA FELIZ. QUANTO À QUESTÃO DOS FILHOS… IRÃO SOFRER SIM, COM A SEPARAÇÃO, FILHOS SÃO PARA SEMPRE, ROMANCES, CASAMENTOS… NEM SEMPRE. SE FORES VIVER ANGUSTIADO PELO FANTASMA DA TRAIÇÃO, MELHOR SEGUIR SUA VIDA… BUSCAR NOVOS ARES E ALGUÉM QUE, REALMENTE, MEREÇA SEU CARINHO, RESPEITO E DEDICAÇÃO. NO CASO EM PARTICULAR QUE É O TEMA PRINCIPAL DESTE POST, A MULHER APÓS METADE DO TEMPO DE RELACIONAMENTO, ASSUMIU QUE FORA INFIEL POR 4 ANOS, QUE VANTAGEM ELA FEZ CONTANDO A “VERDADE”?… CONSCIÊNCIA PESADA OU MEDO DE IR PARA O “INFERNO ONDE HAVERÁ CHORO E RANGER DE DENTES”??? ESPERO, EM VERDADE, QUE OS ENVOLVIDOS TOMEM A MELHOR DECISÃO POSSÍVEL, E QUE SEJAM REALMENTE FELIZES… APENAS QUERO DEIXAR REGISTRADO, QUE O QUE M TROUXE ATÉ ESTE POST, FOI UMA PESQUISA QUE ESTOU FAZENDO PARA UMA CRÔNICA QUE COMECEI A ESCREVER SOBRE A SUPERFICILIDADE DAS PESSOAS E O REFLEXO DISTO EM SEUS RELACIONAMNTOS. OUTRA COISA… PAPINHO DE LER LIVROS DE AUTO-AJUDA OU DO GÊNERO, SOMENTE AJUDA QUE OS ESCREVEU, E FINANCEIRAMENTE… OUTRAS PESSOAS POSTARAM SUAS TRISTEZAS, PENÚRIASBE DECISÕES ERRADAS, OUTROS DISSERAM EM POUCAS PALAVRAS O QUE AQUI ESCREVO… ENTÃO A DECISÃO É SUA, E DEMAIS NINGUÉM. E ME PERDÔE A FRANQUEZA, QUALQUER QUE SEJA SUA DECISÃO, VAI REFLETIR PELO RESTO DE SUA VIDA. RAZÃO, ACIMA DA EMOÇÃO. PAZ, LUZ E SABEDORIA.

  53. Sempre fui inseguro e ciumento, sempre brigamos muito, mas sempre fui um otimo marino e pai, muito fiel, sincero e dedicado.Um ano antes de terminar comigo, minha esposa havia dito que não estava gostando mais de mim, por eu ter tanto ciumes e insegurança. Brigamos muito a vida toda e isso feriu muito ela. Toda vez antes do sexo eu ficava muito inseguro e fazia muitas perguntas e o ato ficava ruim. Não consegui enxergar esses problemas em mim e entrei em depressão, e também não entendia isso, por isso não consegui buscar ajuda e fui levando assim, foi aí que ela pediu para terminar e disse ter conhecido alguém, mas deixou bem claro que não era por isso, que era sim por toda mágoa que tinha de mim, das brigas e do relacionamento ruim que tinhamos e ciúmes e etc…que era pq nao me amava e queria ser livre e nao foi pelo outro. Por isso me apeguei nessa idéia e versão de que eu fui o causador de tdo. Entrei em depressão e fiquei muito mal. Ficamos separados 7 meses. Ela confessou gostar do outro em uma de nossas conversas. O curioso e que ela passou a me ligar mais e ir la em casa, e depois de 15 dias dessa conversa que ela declarou gostar dele ela disse estar arrependida e que esta sentindo minha falta, e pediu para a gente tentar de novo. Eu como amo ela ja fui logo aceitando, pois minha vida estaca pessima sem ela. Depois de uns meses juntos e novas brigas por causa do que aconteceu, ela confessa que nesse periodo de solteira ficou com mais outros homens. Além disso que o cara que esla estava gostando e disse isso 15 dias antes de querer voltar pra mim, não assumiu ela, e quis ficar com outra…Minha então cabeça pirou, não sabia mais o que fazer, pensei estar feliz, minha filha estava muito feliz com nossa familia reconstruida, e por minha filha resolvi continuar. Voltei a ficar infeliz e ter duvidas de que tipo de mulher ela é, será uma mulher fácil e necessitada por sexo que não posso dar? ou essa passagem na vida dela foi um tropeço por estar perdida, por ter passado um momento ruim pós separação? Não conseguia respostas, não conseguia nem sorrir, meu mundo desmoronou novamente, e me encontro assim até agora nesse dilema.
    Ela se mostra muito dedicada, amorosa e decidida em me amar e reparar o erro, e em muitas brigas fortíssimas ela ficou firme em reafirmar q me ama e não quer me deixar nem me enganar nunca mais.
    Já questionei ela sobre tudo que possam imaginar. As respostas dela é que ela não é esse tipo de mulher, que estava revoltada e perdida, que gostou sim do cara mas viu que era ilusão e não sente nada, nada mais por ele. Para eu ficar tranquilo que ela adora tudo em mim, que entende meus defeitos e me quer assim.
    Ela é uma mulher linda, e com o corpo lindo, tenho medo que aconteça de novo, por outro lado as vezes penso que não teria motivo, por exemplo: Por que ela voltaria pra mim se não sou bonito, sou pobre e nada tenho de interessante? Por que ela voltaria pra mim para me trair de novo se ela poderia viver e ficar com caras as vezes muito melhores? Mesmo que esse cara só enrolou ela, mas ela poderia continuar assim e deixar ser usada sempre não poderia? Se ela voltou talvez é porque me ame mesmo.
    Mas tenho medo, não sei o q fazer, se devo pensar assim e seguir em frente ou devo acordar e ver q ela realmente não é confiável, desmanchar tudo e acabar com minha família…

  54. Anonimo IC on

    Vou deixar aqui registrado a minha triste experiência e momento difícil que estou passando. Sempre fui uma pessoa super feliz e muito confiante. Tinha tudo do bom e do melhor. Apesar da pouca idade, adquiri um apartamento através de um financiamento e um carro do ano na garagem que conquistei através do meu emprego excelente, onde era respeitado e o meu salário girava em torno de 10 salários mínimos. Gostava de jogar bola e sempre corria aos fins de semana. Toda a minha família vivia em uma harmonia que dava inveja e todos tinham muita saúde. Quando comecei a me relacionar com a minha esposa ela tinha 16 anos e eu 20 anos. Ela é linda e muito atraente. Ela era da umbanda e às vezes quando saia com meus amigos para um happy hour sempre pintava uma menina ou outra, mas não conseguia “xavecar” ninguém, estava hipnotizado e chegava a pensar que era pelo fato dela ter feito alguma macumba pra mim. Depois de um tempo de relacionamento cheguei a querer por um ponto final no nosso namoro não por falta de amor, mas por pensar que ela deveria curtir a vida de solteira para ter certeza se era realmente isso que ela queria antes de firmar um compromisso mais sério. Ela não quis terminar. Sendo assim continuamos e depois de 8 anos de namoro, quando estávamos pensando em casar ela engravidou. Decidimos esperar a nossa filha nascer para depois casarmos. Nunca segui nenhuma religião, mas depois que a minha filha nasceu senti a necessidade de alimentar a minha espiritualidade. A pedido da minha companheira, parei de beber, troquei várias amizades. Era do serviço para casa e de casa para o serviço. Aos fins de semana adorava ir a igreja e sair com a minha família. Senti que estava plenamente realizado e agradecia muito a Deus por tudo. Quando tudo estava perfeito, minha vida começou a mudar. Perdi o meu emprego e não tinha mais como manter o padrão de vida que levava. Atrasei algumas parcelas e meu apartamento foi a leilão. Tive que me mudar e morar de favor na casa dos meus pais. Na minha família também tudo começou a ir de mal a pior. Meu pai teve uma parada cardíaca, minha mãe teve um grave acidente na perna, a esposa do meu irmão teve que passar por uma delicada cirurgia no coração, o esposo da minha irmã começou a se envolver com drogas e por fim minha irmã descobriu um caso raro de câncer no celebro. Perdi muitos parentes (tios, tias, prima, avó, amigo, amigas). Em um determinado semana fui a três velórios. Ainda assim achava que tudo era passageiro e logo a tempestade iria passar. Depois de quase dois anos desempregado consegui me recolocar, no entanto para ganhar menos da metade que eu ganhava. A situação estava complicada, mas seguia em frente. Nunca fui muito ciumento e sempre deixava minha mulher sair com as amigas e pensava que ela não faria nada demais, assim como eu quando saia. Certo dia ela me disse que tinha que sair e então pegou o carro da minha mãe emprestado. Neste dia ela demorou muito para retornar e passou a madrugada fora de casa. Achei estranho, mas não briguei. Eu confiava muito nela. No outro dia enquanto conversávamos percebi uma marca em seu pescoço. Discutimos e ela me confessou que tinha ficado com um cara. Falou que foi somente uns beijos e tinha feito por causa da bebida. Na fúria botei ela para fora de casa. Depois de cerca de duas semanas e muita conversa passamos a noite juntos e já estava convicto de perdoa-la. Chamei ela pra casa e enquanto ela estava n banho fui conferir as correspondências que chegaram em casa e tinha uma multa de trânsito para a minha mãe. Não abro correspondências alheias mas não sei o porque abri. Nela constava uma ocorrência na blitz da lei seca próxima a um motel aqui da cidade em nome de um cara no mesmo dia da escapadinha da minha esposa. Esperei ela sair do banho e sem mostrar a multa pedi para ela me falar toda a verdade sobre o dia em questão e que se falasse toda a verdade eu a perdoaria. Ela mentiu. Quando mostrei a multa ela ficou sem saída. Pressionei e ela me confessou que transou com o cara. Neste momento senti como se fosse traído novamente. Tomei o celular e falei que não queria vê-la novamente. Agora estou aqui sozinho em casa, vasculhando todas as mensagens de Whatsapp e Facebook dela. Li cada uma das citações nesta página e me identifiquei com várias. Muitas dúvidas passam pela minha cabeça. Será que foi somente essa vez? Será que foi por causa da bebida? Será que é pelo momento difícil que estou passando? Será que ela realmente me ama? Será que ela mantém um caso com esse cara? Será que vou conseguir perdoar? Será que vou voltar a ter confiança? Será que o sexo dele é melhor que o meu? Será que a melhor opção é voltar? Será que a melhor opção é separar? Sei que a decisão é minha, pois sou eu que terei que arcar com as consequências, mas gostaria de ouvir outros pontos de vista. Realmente estou muito confuso.

    • Anonimo,

      Primeira coisa: ore a Deus. Segundo. Se perdoe. Terceiro. Perdoe-a. Se vc a ama, siga em frente sem ficar jogando na cara. E se vc acha que não vai conseguir conviver com uma verdade de que ela te traiu e transou com outro cara, e vai ficar sempre jogando na cara dela isso que ela fez contra vc, melhor separar e seguir sua vida, ok!

  55. Anonimus 25 on

    EDUARDO!
    Se coloque por um momento no lugar de Deus, que espera por uma noiva que o trai todos os dias. Com idolatria, odio, pornografias, e tantas outras coisa. Sabe o que mais nós somos essa noiva, ele sabendo de tudo isso, fez sacrifio por ela, se entregou numa cruz… Se olharmos para Deus veremos o quanto somos ignorantes, veja como Deus ama seu casamento a ponto de fazer com que as mascaras caissem entre vocês para que vocês possam viver o novo de Deus e ser testemunho vivo do que ele é… Deus permitiu que isto acontecesse pra que você pudesse amar sua esposa como cristo ama a igreja. Cristo ama sua noiva acima das traições, idolatria, luxuria, todas as traições que são cometidas para ele constantemente, Ele te ama tanto que faz algumas dessas coisas para que possamos ter um coração como o dele. Jesus tem um linda história para escrever da sua vida. Veja o profeta Oseias que se casou com uma prostituta, ela o traia em praça publica, sai de casa para estar o traindo, era sua natureza, se tornou escrava, e ele a comprou e a fez esposa, ele podia pega e faze-la ser apredejada em praça publica, mas ele escolheu a Deus escolheu o amor do Pai em seu casamento! Podemos viver isto, pois Deus é justo e Santo para restaurar, Ele é quem cura, mais para isso vc precisa deixar ser tocado.

  56. Marciel santos on

    Isso ta acontecendo comigo tbm ..
    Minha mulher me traiu com um cara !! Tipo .. ela conheceu ele pelo what ..
    Nos estamos juntos a 11 anos !!
    Ela jura q n tem contato com ele a um tempo .. e que me ama e sabe o q fez e errado, pediu perdão e tudo mais ..
    Mas não consigo lidar com isso, uma dor insuportável no peito !!
    Acabou com minha vida ..
    Ela era meu motivo de orgulho .. agora e motivo de desconfiança ….
    As vezes ao lembrar, fico tão pra baixo q tenho pensamentos ruins.. tipo .. tira minha vida!! N consigo nem me alimentar direito pensando pq ela fez isso comigo .. 11 anos e ela acaba em um curto período de tempo !!

    • Amigo, vc foi apenas mais uma vítima do Whatsapp, depois que falo que esse What é instrumento do capeta, a galera só falta me apedrejar, tá aí…..
      Quanto mais tecnologia, redes sociais, Internet, etc, mais pecado e traições. Fiquei triste por vc, amigo, é difícil, mas Deus pode restaurar seu casamento, e não diga besteiras como essa de tirar a vida. Nada haver, ai da sua esposa se ela não se arrepender e tomar jeito de mulher, Deus vai pesar a mão, agora você fica em paz, vamos orar para a restauração do seu lar, amigo.

      • Thiago Santos on

        Eu também fui traído depois de 25 anos de casado
        Descobri tudo em outubro do ano passado
        Confiava nela plenamente, ela pra mim era tudo…
        As vezes acho que vou superar, mas do nada aparecem esses fantasmas…
        Nao tem como nao ficar imaginando o que ocorreu entre eles, detalhes…
        Pior que o trauma é tão grande que nem consigo me interessar por outra pessoa
        Só sei que nada sei…
        Tudo me leva a crer que o sonho acabou, envelhecer juntos, ir até o fim com ela…
        Ao mesmo tempo, penso..
        Recomeçar com outra pessoa?
        Correr esse mesmo risco de novo?
        Muito complicado..
        Perdi o interesse em fazer as coisas que mais gostava (hobbies)
        Já nem sinto mais o medo da morte…
        Hoje sou totalmente infeliz e amargurado e poucas coisas me fazem sorrir
        Bem..isso é apenas um desabafo…sei que tem muito mais pessoas em situações até piores..
        Mas cada um tem de carregar a própria cruz né?
        Só posso desejar força e fé a todos nessa situação

  57. Eu também fui traído depois de 25 anos de casado
    Descobri tudo em outubro do ano passado
    Confiava nela plenamente, ela pra mim era tudo…
    As vezes acho que vou superar, mas do nada aparecem esses fantasmas…
    Nao tem como nao ficar imaginando o que ocorreu entre eles, detalhes…
    Pior que o trauma é tão grande que nem consigo me interessar por outra pessoa
    Só sei que nada sei…
    Tudo me leva a crer que o sonho acabou, envelhecer juntos, ir até o fim com ela…
    Ao mesmo tempo, penso..
    Recomeçar com outra pessoa?
    Correr esse mesmo risco de novo?
    Muito complicado..
    Perdi o interesse em fazer as coisas que mais gostava (hobbies)
    Já nem sinto mais o medo da morte…
    Hoje sou totalmente infeliz e amargurado e poucas coisas me fazem sorrir
    Bem..isso é apenas um desabafo…sei que tem muito mais pessoas em situações até piores..
    Mas cada um tem de carregar a própria cruz né?
    Só posso desejar força e fé a todos nessa situação

  58. estou passando por tudo isso também estou confusa e perdida, vou levando por causa do meus dois filhos não quero vê los sofrer com a separação dos pais.

  59. Interessantes comentários.
    Minha esposa me traiu quando éramos namorados em 1997. Descobri, terminei, a sogra pediu, etc, voltei.
    Em 2000 estávamos casados, filho de 2 anos, eu trabalhando a 1000km de casa, indo pra casa a cada 6 meses, ela me traiu com um colega do trabalho mas eu não soube.
    Em 2003, eu já estava morando junto desde 2001, o casamento estava ruim, descobri que ela me traiu com este mesmo cara umas 5 vezes e separei.
    Neste meio tempo, as vezes chegava de surpresa na casa que deixei pra ela e ela estava lá chorando. Passou 6 meses chorando, arrependida, pedindo meu perdão. Voltamos.
    O tempo vai escondendo aquela raiva por ter sido passado pra trás, por ter sido tirado como um babaca, etc. Só o tempo mesmo. Mas nunca apaga por completo.
    Ela mudou da água pro vinho desde a separação. É uma mulher dedicada, carinhosa, atenciosa, etc, e hoje eu é que não a mereço, pois deixe até hoje em terminarei de sentir o que sentia, tenho ela como uma boa pessoa que gosto muito, mas amor, não tenho, e nas brigas acabo levantando toda a poeira de outrora. Hoje eu é que não a mereço. Acredito que ela continua tentando ao máximo manter o casamento por causa do meu salário, pois por mim, por mais que ela goste de mim, as vezes estou insuportável, e pior, to nem aí, pois penso constantemente em terminar. Ficou aquela ferida da alma, que talvez se terminar eu a cure. Talvez não, sei lá.
    Confiança? Olha: 13 anos que sempre que tenho uma ponta de desconfiança, acabo vendo que não tinha motivo. Ela sempre tem uma boa explicação pra onde esteve. Não tenho do que desconfiar. Mas se me perguntar se eu confio, a resposta é NÃO! Não tem como, e será eterno, por isso penso em separação. Abraços

    • Amigo, tanta gente erra e ainda não percebe no que errou. Tá certo que ela traiu sim….mas pera-la, e quando a pessoa priorizou mais a carreira profissional e que se dane o casamento. Quando pessoas se casam, deveria ser pra viverem juntos todos os dias, se tiverem que viajar, levem junto o conjuge ou então defina suas prioridades, pessoas que têm prioridades profissionais nunca darão certo com ninguém, é muito difícil. Veja caminhoneiros, marinheiros, piloto de avião, comissárias de bordo, tripulações aéreas e marítimas, diretores que sempre estão viajando, etc. dificilmente alguém desses passa de 5 anos de casado, pois deixam a mulher sozinha em casa, carente de amor, de carinho e de sexo, mas os gaviões da vida sempre estarão por perto pra chama-las de lindas, os WhatsApps da vida, as redes sociais, etc, Ah e o marido, está sempre viajando mundo afora. Mas veja que a tentação é recíproca, os que viajam também estarão carentes de tudo, por isso perdem os laços emotivos, perdem o amor fácil. Por isso as prostitutas sabem que todo caminhoneiro é um cliente em potencial…As pessoas deveriam priorizar sua família, sua esposa, emprego e profissão hoje, embora difícil, mas se consegue outro se tiver vontade. Eu acho que quando Deus une 2 pessoas é pra ficarem Juntos todos os dias. Abç

      • Paulo, pois tem muita gente que estão todos os dias juntos etc., no entanto traem e fazem as maiores besteiras. Inclusive abortando filhos que tem com amante, encondendo dos maridos. Isto é crime. Tirar a vida de um ser indefeso. Acredito que seja o maior crime. Então não é bem assim como Vc está expondo. A presença sempre é melhor, porém se existe amor, respeito, princípios e caráter, as ausências para ambos, fazem é melhorar os seus respectivos sentimentos. Quando se encontram é aquela explosão. Ninguém quando casa, é obrigado a assumir o que declara, de livre e total exponteinidade, amar, ser fiel, respeitar, honrar até que a morte os separe. Então se falha não é porque alguém o obrigou, foi opção de mau caráter mesmo e ponto final.

  60. ola sou o Miguel a minha namorada me traiu pelo whatsapp com um ex de infância dela começando com mensagens de amor depois começando com imagens um para o outro só que o tal rapaz o ex dela estava com o nome de uma mulher eu vi o telemóvel dela e tinha 7 fotos por abrir eu estranhei e pedi a ela para abrir o whatsapp e me mostrar as fotos para eu ver de quem eram porque eu sou um pouco desconfiado e tinha razão para desconfiar eu quando vi me passei com a minha namorada eu não me consegui controlar e bati nela eu sei que não lhe devia ter batido mas ela tambem se estava comigo tambem não tinha razoes para me trair o problema é que ela agora tem medo que eu me passe com ela que eu lhe possa bater outra vez o que eu posso fazer?
    e ela ainda fala com ele por whatsapp pelo facebook eu não sei o que se passa entre eles dois ela diz que me ama que ainda gosta de mim mas diz que esta confusa alguem me pode ajudar?

    • Carinha português, casamento pode e precisa ser reparado, mas namoro não.
      Cara, vc casaria com alguém que já no começo do namoro te traiu assim tão fácil?
      Isso vai te pôr chifres a vida inteira o rapaz. Fica esperto.
      Ela deve terminar pois vc espancou ela. E vc já deveria ter mandado ela ficar com seu amante. Já era, vc não vai conseguir confiar nunca mais, e ela ainda tem a cara de pau de continuar com conversinhas furadas com o safado? E vc deixa?
      Se no namoro está assim, imagine que no casamento será muito pior.
      Fique com alguém em quem confie totalmente. Namoro é apenas um TestDrive, agora depois de casado é outros 500 (aí sim, vem perdão e luta pra consertarem o casamento). Mas não precisa ser grosso, diga apenas que perdoa ela, mas Adeus. Que sirva de lição pro próximo namoro. Não confie nessas amizades, em redes sociais, whatsapp, carona….isso sempre acaba em cama mesmo. Abç

  61. Olá. Fui traído por 3 meses. Nos casamos e descobri a traição 10 dias após o casamento. Minha esposa teve um caso com uma pessoa próxima. E descobri através de amigos e da pessoa com quem ela se relacionou. Descobri quando já não tinham mais contato. Minha esposa diz que foi ela quem deu o ponto final na história. Eu já desconfiava por causa das fofocas de ela estar vivendo essa vida dupla, perguntava a ela, pressionava de toda a forma para me falar se era ou não verdade. Ela olhava nos meus olhos e dizia que era mentira. Eu pedia pra irmos falar com a tal pessoa então, já que era mentira, pra saber pq ela estava inventado tal absurdo. E ela dizia para irmos sim. Na hora H eu dava pra trás, talvez para me prevenir de tamanha humilhação. E saber que ela era capaz disso, me dói muito. Ela diz que falava isso por não saber o que fazer. A dor e a decepção é imensurável. Durante o período em que ela teve este caso, estávamos noivos, mas terminávamos o noivado toda tempo. Desistíamos pq as brigas eram constantes, ofensas. Ela saia da minha casa e ia encontrar com o homem. Ela disse que estava se sentindo desmerecida, muito magoada e ele lhe confortava. Mas e eu? Eu jamais trairia a minha esposa. Tb me sentia desmerecido, magoado, mas nunca iria para cama com outro. Ela diz que foram duas vezes somente. Mas claro, diz isso pra não me magoar ainda mais. Alguns dias depois que eu soube, tentei me matar. A dor era tão insuportável que só pensava em fazer essa dor parar. Ela chorava muito e me pedia perdão, dizendo do seu arrependimento e da culpa. Que ela havia traído seu próprio coração e que estava sofrendo muito em me ver sofrer. Sai de casa. Estamos juntos mas em casa separadas. Eu estou buscando dar o perdão que ela quer e que eu quero dar a ela. Ela buscou ajuda na casa de Deus e me levou junto. Sempre fui um homem de muita fé, mas havia me distanciado de Deus, hoje tenho a minha vida entregue a Ele. Busquei ajuda psicológica tb. Pois o medo de acontecer de novo e consequentemente as desconfianças me deixaram neurótico. Parece que ela sempre esta fazendo algo errado ou me escondendo alguma coisa. Mas hoje teno acesso livre ao seu celular, sei de todos os passos que ela dá. Ela demonstra com gestos e atitudes que me ama e me quer pro resto da vida dela. Mas é difícil demais. Eu me tornei agressivo nos momentos de raiva, onde a magoa invade meu coração. E ela já dá sinais de cansaço. Diz que crio coisas na cabeça e acredito nelas. Eu a amo e hoje luto com ela pra voltar a confiar. Para poder ser feliz ao lado dela. Depois descobri que este homem com quem ela teve um caso, já queria ter tirado ela de mim outras vezes. Ele mesmo disse a ela. Triste episódio de nossas vidas. Hoje minha luta é para afastar a inveja e voltar a ser feliz ao lado da minha esposa. Força Eduardo. Se há amor dos dois lados, vale a pena lutar!

  62. Olá…. Fui traído… Tenho 34 anos.. Corpo malhado, boa aparência, educado, amoroso.. Tenho dois filhos.. Umamenina de 5 e um menino de 6… Um relacionamento de 16 anos… Esta é a segunda traição.. A primeira fiquei sabendo quando ela estava grávida de 2 meses de minha filha.. Pensei em abandonar apps nascer.. Tive dúvidas se era meu..mas hoje não tenho dúvidas.. É a minha cara…

    Agora com meu bebê dw 6 meses descobri outra traição.. Vi conversas no celular a respeito de que a mulher do cara descobrirá e a ameaçava.. Fiz ela me contar e fui atrás.. Descobri tudo com a mulher.. Fotos.. Mensagens quentes.. Torrando..

    Meu coração partiu.. Estávamos bem.. Íamos juntos na academia..

    Estou em um ap emprestado.. Ela me liga sempre pra voltar.. Diz que me ama
    .e não passou de mensagens.. Não acredito mais.. Estou acabado… O cara é um Gigolo que vive as custa da mulher mais velha que é empresária…

    Minha força tá em Deus.. Mas estou sem sonhos..sem decisões.. Sem conseguir decidir realmente.. Não acreditando nas fotos e mensagens.. Cada detalhe que eu sei que faço muito bem…

    Não acredito mais nas pessoas.. Em relacionamentos.. Fiquei frio, carente, e decepcionado pois a amo.

    Mas não posso aceitar a reincidência, juntos novamente seria um inferno.. Brigas.. Joga na cara… Desconfianças…

  63. Eu também estou comendo o pão que o diabo amassou!

    Sou casado á 10 anos e durante esse período tiver muitos problemas de caso de traição desde o início, mais não tinha a certeza.

    Moro em uma cidade do interior de Alagoas chamada ”Arapiraca”, e no ano de 2007 adiante vivíamos um momento de muita dificuldade mesmo, em 2008 tive minha primeira filha que hoje está com 8 anos de vida, com o passar do tempo as coisas foram ficando tronxas, era brigas e mais brigas.

    Minha esposa começou a trabalhar em uma rede de loja que se instalou na cidade ainda no ano de 2008, dai passou 4 anos trabalhando e nossa vida foi melhorando, não muito mais o que ganhava com um salário mínimo dava pra ir mantendo, eu era autônomo na época, batalhava viajando vendendo livro porta e porta em cidade cidade passava por uns mal bucados.

    Arrumei o trabalho em 2013 em um posto de gasolina, onde trabalhava de 22h ás 6h da manhã, minha esposa ficava em casa com minha filha, depois fui descobrindo mensagens no celular dela de um colega de trabalho, até então não sabia que ela estava tendo um caso com ele, comprou até um celular e escondia pra ficar falando e marcando encontro com ele. Certo dia, não fui trabalhar e chega uma mensagem no celular dela, ele perguntando se eu estava em casa, daí onde começou a discursão e ela falava que ele tinha a voz bonita e que dava carinho e etc.

    Fomos vivendo, a tempestade passou, em 2011 ela estava grávida do segundo filho. Daí onde esta até hoje a desconfiança se realmente o filho é meu ou não. Mais não mim calei.

    Durante esse periódo de 2006 até hoje sempre vivemos em tempestades de brigas e varias confusões.

    Ontem finalmente depois de 4 anos, eu descobrir que esse caso que ela tinha com esse colega de trabalho foi verdade, enquanto eu saia a noite pra trabalhar ela ligava pro cara ir comer ela na minha casa na própria cama, e em outros lugares como pousadas também. Fiz uma conta no instagram e fingi ser ela, já sabendo de tudo que acontecia, ele se entregou facilmente sem se quer desconfiar de nada, enviando fotos intimas, coisas que eu não faria se realmente eu estivesse tido esse tipo de problemas com alguém.

    Então isso foi só um desabafo, depois de 4 anos você descobrir que foi traído na própria casa e na própria cama, não há decepção maior

  64. Pessoal, boa noite! Quantos relatos, quantos homens traídos!! Traição é algo devastador, mas até onde e onde somos devastados? Vejo que a maioria tem filhos e colocam como um dos motivos de não terminar, não li todos os comentários, mas até onde li não vi ninguém falando sobre a dificuldade em renunciar bens materiais, por exemplo, e isso acontece muito, pessoas que permanecem em seus casamentos pela dificuldade de reconstruir suas vidas.
    Estou passando por um momento muito difícil, pois depois de 6 anos de casamento, com todos os anos tendo a desagradável surpresa de vê-lo sendo adepto á pornografia, nesse ano descobri que estava se relacionando com prostitutas.
    Resolvi dar um tempo para colocar minha cabeça no lugar, depois de 2 meses convivendo na mesma casa não dá para tomar decisões assertivas.

  65. Ola pessoal. Descobri uma traição um ano atras. À época eu passei a ler a maioria dos sites com opinioes sobre o assunto. Nos comentários havia muitas pessoas contando seus casos de sofrimento por causa da infidelidade, mas percebi q pouca gente voltava para comentar depois de o sofrimento amenizar. Por isso estou aqui. Um ano depois, a vontade de morrer passou hahaha ainda estou com a minha esposa, não a perdoei totalmente e digo: esse não é o caminho certo. O certo é q procure um profissional para lhe ajudar a chegar a uma resposta se continua ou nao. Enfim, estou com ela mas nao sei se estou certo. Meu modo de encarar e enxergar a vida mudou bastante. Minha vida tem sido mais triste, a confiança diminuiu, a autoestima também, tenho vivido no modo automático, nao tenho mais feito planos, tenho 25 anos e sei q isso está sendo prejudicial pra mim, tenho medo do q estou fazendo com meu futuro, mas nao tenho força alguma pra mudar. Enfim gente, o q lhes digo é: independentemente se vao continuar ou separar, procurem ajuda pra acharem uma resposta definitiva, para q um ano depois nao estejam na mesma situação q eu e outra, vcs sobreviverão tá!? Pode parecer q não, mas sobreviverão!

  66. Depois de ler todos os comentários, resolvi compartilhar a minha dor com vcs, sou casado à 11anos e tnho 2filhos um menino de 9anos e uma menina de 5anos. Ha 15dias descobri q minha esposa manteve um caso de 2anos com o nosso compadre, to destruído me sentindo um lixo ja pensei em fazer tantas coisas, mas Deus é maior e estou buscando nele uma direcao, procurei ajuda na igreja… Ela chora se diz arrependida e q me ama será?… mas me traiu por 2anos embaixo do meu nariz, preciso de um aconselhamento de vcs, ja a perdoei e isso me deu uma paz muito grande, eu amo ela mas não sei oq fazer… a dor é insuportável pior q qualquer dor fisica.

Leave A Reply