MARIDO E ESPOSA TRABALHANDO JUNTOS: ajuda ou atrapalha o casamento?

7

Na semana passada, participei do programa “Vejam Só”, na RIT TV (assista aqui). O tema do debate era: “Marido e esposa trabalhando juntos, ajuda ou atrapalha o casamento?” Infelizmente não tive tempo para falar tudo o que gostaria, por isso resolvi compartilhar aqui no blog um resumo dos pontos positivos e negativos. Conversei com mais de vinte casais que já passaram ou ainda passam por esta situação, e em cima desses relatos, pontuei as questões mais relevantes. Ao final do texto, deixo com vocês algumas dicas de como sobreviver a esta experiência sem permitir que ela interfira negativamente no seu relacionamento. Eu, particularmente, creio que não existe uma regra. Acho que não dá para afirmar que casais que trabalham juntos enriquecem ou acabam se divorciando, pois estamos tratando de pessoas e situações diferentes. Precisamos analisar caso a caso.

Para alguns, o desejo de enriquecer as custas de qualquer coisa é natural, mas para outros, é simplesmente inadmissível. Aqui em casa, por exemplo, nosso foco como casal e como família sempre foi o equilíbrio, união, amor e harmonia, e se caso a experiência de trabalhar juntos estivesse interferindo neste processo, sem sombra de dúvidas repensaríamos a situação. Não, o dinheiro nunca deve estar em primeiro lugar. Aprendi com pessoas muito sábias e experientes (e depois tive a oportunidade de vivenciar isso), que quando nosso relacionamento com Deus (em primeiro lugar) e com a família (em segundo lugar) está caminhando bem, consequentemente todas as outras áreas caminham bem. Se você não tem problemas com a sua família e, ao contrário, ela é uma fonte de alegria e força, seu trabalho será moleza. Crescer no trabalho é consequência de se priorizar com sabedoria.

Você não precisa de uma casa enorme e três carros na garagem para ser feliz. Uma pessoa só consegue ter paz e felicidade com dinheiro, se antes aprendeu a ser feliz e completa sem ele. A ganância e o desejo de querer sempre mais, é realmente prejudicial. Como diz a Palavra: “O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”. O sucesso financeiro nunca deve ser o alvo de uma família. Se vier a acontecer, ótimo, mas que não seja necessário passar por cima de vidas e relacionamento para que isso aconteça. E se o Senhor tem te abençoado financeiramente, é porque Ele deseja usar a sua vida como instrumento para abençoar aqueles que tem pouco ou quase nada.


E outra coisa, é no mínimo contraditório uma pessoa professar sua fé em Cristo e ter como foco o sucesso financeiro. Quando o assunto é dinheiro, olho para Cristo e vejo:

“Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância. A vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”. Lc 12:15

 “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam”. Mt 6:19-20

…pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos. Você, porém, homem de Deus, fuja de tudo isso e busque a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança e a mansidão” 1 Timóteo 6:7-11

Para os que assistiram ao programa, gostaria que compartilhassem aqui o seu ponto de vista. Para os que ainda não assistiram, daqui há alguns dias vou postar o link já editado (sem merchans e comerciais). Se achar que esqueci de algum detalhe na lista abaixo, por favor, acrescente nos comentários. Será de grande valia para os leitores que passam por esta situação. Bom, vamos ao resumo!

Pontos Positivos:

– Horários maleáveis;
– Economia em funcionários;
– Evitar cantadas/paqueras no trabalho (quando só o casal trabalha na empresa);
– Não correr o risco de ser traído por funcionários;
– Não necessitar de atestados médicos (quando a empresa é da família);
– Transparência na vida financeira;
– Estar sempre junto;
– Segurança de saber onde e como o cônjuge está;
– Desenvolver comunhão, relacionamento;
– Alternar para levar filhos ao médico, escola;
– Bom para o crescimento da empresa, pois possuem a mesma visão;
– Abertura para discutir questões da casa e dos filhos em horário de expediente;
– Evitar o tempo de percurso/trânsito (para os que trabalham em casa);
– Privilégio de acompanhar de perto o crescimento dos filhos (para os que podem conciliar com o trabalho);
– Cônjuge é confiável para deixar sozinho na empresa;
– Poder fazer refeições em família.

Pontos Negativos:

– Todo o assunto gira em torno da empresa;
– O clima da empresa acaba interferindo no relacionamento;
– Não dá tempo de sentir saudades;
– Não existe mais o chegar em casa e contar as novidades do dia;
– Maneiras diferentes de lidar com os funcionários criam conflitos;
– Hierarquia: o cônjuge ter que se submeter as ordens do marido/esposa sem levar para o lado pessoal;
– Discutir problemas do relacionamento no serviço;
– Acabam os SMS, recadinhos, etc
– Deixam de trazer “surpresinhas” da rua;
– Não estabelecer uma carga horária, passar dos limites;
– Perder a oportunidade de se arrumar para esperar o marido chegar em casa;
– Virar escravo do trabalho e não ter momentos de lazer;
– Ser enérgico com o cônjuge na frente de outras pessoas (clientes/funcionários);
– Se a relação não é saudável, trabalhar juntos acaba acelerando o processo de separação;
– Acaba o prazer de chegar em casa (para os que trabalham em casa);
– Marido achar que a esposa está enrolando com os afazeres de casa (quando a empresa é em casa);
– Tratar cônjuge como funcionário (mulheres magoam e levam para o lado pessoal e maridos não aceitam ordens);
– Mais de 90% das discussões do casal estão relacionadas ao trabalho.

Dicas:

– E bom sair da rotina da casa aos finais de semana, se desligar do trabalho, fazer coisas novas;
– Continuar enviando recadinhos ou deixando bilhetes carinhosos no decorrer do dia;
– Estipularem um dia da semana para sairem da rotina (cineminha, shopping, sorvete), mesmo que seja por apenas 1 ou 2 horas;
– Estabelecer horários e cumpri-los;
– Criatividade para manter a novidade mesmo em meio a tanta convivência e rotina;
– Procurar atividades diferentes pra ter assuntos variados (filhos, cursos, noticiários e etc);
– Decisão de amar o outro e não esperar que ele atenda suas expectativas;
– Aprender a separar assuntos do serviço e do relacionamento;
– Em empresas de terceiros respeitar a hierarquia;
– A briga da noite anterior não pode interferir no relacionamento no dia seguinte;
– Maturidade para lidar com as diferentes maneiras de resolver os problemas
e lidar com funcionários.

O casamento é um empreendimento e o amor é uma decisão. Para que o relacionamento dê certo, precisamos lutar por isso. Quando o casal trabalha no mesmo local, é como se dois empreendimentos estivessem caminhando simultaneamente. É preciso muita sabedoria do céus e jogo de cintura. A criatividade, perseverança e amor precisam dobrar de tamanho. Casais que conseguem manter o equilíbrio numa situação como esta, tornam-se mais fortes e unidos, e por consequência, acabam levando o relacionamento a dois com mais sabedoria e tranquilidade. 

E como lidar com os conflitos? Recomendo que leiam: Casamento sem conflitos, é possível?
E se o problema for finanças? Leiam também: Até que as finanças nos separem! ou Amor x Finanças

O blog está aqui para te ajudar. Navegue, leia os textos com calma e comece a colocar em prática. Tem um cântico muito antigo que diz “Com Cristo no barco tudo vai muito bem…”. Creio que este é o grande segredo para conseguir superar as tempestades e desafios que o relacionamento a dois nos oferece. Os problemas virão? Claro! Mas a partir do momento que aprendemos a expressar o caráter de Jesus nessas situações, a tempestade se acalma e aprendemos a não temê-las, pois o melhor dos Comandantes está na direção.

Que Deus os fortaleça e direcione com muita sabedoria.

Dani Marques
Share.

7 Comentários

  1. Aquele outro convidado é um pastor de araque, um “GRANDE” FALSO PROFETA, que Deus tenha misericordia da vida dele e da falsidade dele, pois de Jesus não tem nada, só tem ganancia e falsidade no sorriso dele. Assisti o programa uma vez e tive vontade de quebrar a televisão, pois tinha dois lobos tentando devorar a unica pessoa que refletia Jesus naquele programa, a convidada Dani Marques, que foi totalmente constrangida pela arrogancia dos dois lobos que se dizem pastor.

  2. Soube do programa mas infelizmente não pude assistir. No entanto, achei muito pertinente seu comentário e suas dicas. Em breve trabalharei com meu marido e serão de grande proveito! Que Deus te abençoe e continue te inspirando!

    • ATRAPALHA E MUITO A TREZE ANOS CONVIVO E TRABALHO COM MEU MARIDO E TUDO E EM FUNCAO DA EMPRESA E PARA EMPRESA EXEMPLO TEMOS UMA EMPRESA NO VALOR DE 10 MILHOES DE REAIS E VIVEMOS EM UMA CASA NA

  3. ceciliapnogueira on

    Olá! To assistindo o vídeo. Mas to com pena da Dani. É um tal de criticar as mulheres (até a parte que eu vi). O Sr. João, a cada elogio as mulheres coloca uma crítica junto. Acho que aproveitaram pra desabafar suas diferenças em relação ao sexo oposto. Fugiu do tema central do programa.

  4. Há única coisa que aconselho é não façam isso, se você estiver juízo, eu sei o que passo no dia a dia da minha empresa e no meu casamento!

  5. Tendo filhos complica…mas tenho uma idéia: Na Alemanha existem ‘donos de casa’,enquanto as mulheres trabalham fora….ele fica,inclusive,cuidando dos filhos…antibíblico tenho certeza que não é…

Leave A Reply