ISSO É UM PROBLEMA. ISSO É UM PROBLEMA?

1

Gosto muito dessa imagem porque ela me faz refletir. Aliás, gosto muito de coisas que me fazem refletir (apesar de saber que a vida – em tudo – pede equilíbrio. Ou seja, não é só de pensar que vive o homem, mas também de viver e sentir). E, dentro desta visão de equilíbrio, o ato de refletir sobre aquilo que nos faz mal ou traz sofrimento crônico (constante) é algo que considero essencial. Lembrando que sofrimentos pontuais sinalizam normalidade e não doença, ok? O ser humano fica feliz e também sofre. Ri e chora. Grita de alegria e de dor. Lembram que a pouco falei de equilíbrio? Pois bem, há que se pensar nisso no que diz respeito às emoções também. Alegria em 100% do tempo não existe. Pode sinalizar desequilíbrio e pede atenção redobrada.

Voltando ao sofrimento crônico e a imagem acima que me faz refletir, fico pensando em situações em nossas vidas que se repetem. Sofrimento atrás de sofrimento. As mesmas tentativas e frustrações, ano após ano. Desgaste, cansaço emocional e desesperança. Vontade de desistir e não lutar mais. Já aconteceu com você? Ou ainda acontece? Pois é, acho que todo e qualquer ser humano em um (ou mais) momentos de sua vida irá se deparar com questões aparentemente impossíveis de resolver, questões que se assemelham a um atalho para a desesperança. E, diante disso, o que fazer?

Descobri que a psicologia dispõe de uma ferramenta que eu considero divina (isso mesmo que você leu, enxergo o amor extraordinário de Deus em tudo isso!). Essa ferramenta ou manejo é algo que os psicólogos chamam de mudança de perspectiva. Volte a olhar a imagem. Observe que o homenzinho da esquerda enxerga o número 6 e o da direita enxerga o número 9. Você percebe que o número é o mesmo? Não mudou de lugar ou de forma, mas, dependendo da perspectiva que a pessoa se encontra, ele muda.

Pois é, acontece o mesmo em nossas vidas. As vezes o problema se repete porque não mudamos de perspectiva. Insistimos (de forma inconsciente) a permanecer no mesmo lugar olhando o problema através do mesmo ponto de vista. As vezes por anos ou até décadas! E aquilo vai gerando em nós um sofrimento e desgaste tão grande que por vezes somos levados a desistir dos nossos relacionamento e, inclusive, da vida. Esse é o milagre lindo que venho aprendendo nesses anos dentro da graduação em psicologia (apenas um deles, na verdade).

Estudando e acompanhando casos, observamos que, ao mudar a perspectiva, muitas vezes o problema desaparece, como que por milagre. Na verdade, a questão está ali ainda, a mesma questão de toda uma vida. Mas, através da linda caminhada dentro da psicoterapia, o indivíduo consegue por si só mudar de lugar. E então, de repente, o mundo de expande! Diferentes oportunidades e possibilidades surgem e, o problema que antes parecia do tamanho do mundo e impossível de resolver,  agora se transforma em oportunidade de crescimento e transformação.

Não, essa não é uma caminhada fácil e rápida. Leva tempo, é verdade. Mas sabe, quando olhamos pra trás e observamos o caminho que percorremos, quantas coisas importantes aprendemos e como crescemos, faz valer a pena. Quando observamos a caminhada de Jesus com os seus discípulos, por exemplo, notamos que mesmo experienciando três anos de caminhadas e conversas diárias, alguns ainda permaneciam da mesma forma, com o mesmo olhar enrijecido. E somos tão humanos quanto eles, não é? Pois então, não tenha pressa. Não vá com muita sede ao pote. Siga o exemplo da largarta. Um dia de cada vez, um movimento de cada vez e, quando menos esperar, enxergará o colorido de suas asas.

“…mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

Share.

1 comentário

  1. Muito bom seu texto. Gosto de pensar desta forma, sempre me desafiando a encontrar uma perspectiva da situação que seja a melhor possível, a mais equilibrada, e a que mais agradará a Deus.
    Que Deus continue te abençoando.

Leave A Reply