HOMEM FIEL EXISTE?

13

Traição

Que levante a mão o homem que nunca traiu ou pensou em trair, mesmo que virtualmente? Se pudéssemos adentrar a mente humana, certamente nos surpreenderíamos com o número de mãos não levantadas. Pouquíssimos homens – e nisso me baseio nos livros e artigos que li, nas centenas de e-mails que recebi, nas pesquisas que conferi e nas experiências que vivi – conseguem manter a fidelidade com serenidade. A grande maioria possui um desejo ardente e instintivo de possuir uma ou mais fêmeas de sua espécie. Instintos são impulsos alheios a razão, caracterizados por atividades automáticas, o famoso “pensar com a cabeça de baixo sem consultar a de cima”. Qualquer corpo feminino pode se transformar em uma possível presa. A ciência explica esse fato como instinto primitivo de preservação da espécie. Não duvido e nem me oponho. Faz sentido.

Se os olhos salivassem, homens provavelmente chorariam ao observar um decote ousado ou um belo traseiro. Os mais atrevidos não se preocupam em disfarçar: “Ôooo lá em casa!”. Os mais discretos lançam apenas um olhar (ahhhh se os pensamentos se tornassem visíveis e audíveis!) e os ditos santos olham apenas uma vez buscando reprimir o desejo de olhar uma segunda. Enfim, o fato é que o desejo existe. Instintivo, mas existe.

Salomão, homem cheio de sabedoria divina, teve 1.000 mulheres; Davi, homem segundo o coração de Deus, possuía um harém; Jacó casou-se com duas (e irmãs!) e Paulo, deve ter tido seus motivos para reforçar à Timóteo que bispos e diáconos deveriam ser maridos de uma só mulher. A poligamia era comum naquela época, e ainda é em algumas culturas. Mas nem tudo que os homens de Deus fizeram foi de sua aprovação. Assim como tantas outras consequências da queda, Deus apenas tolerou esse comportamento por um período limitado, ao mesmo tempo dando regras firmes para que não houvessem abusos. (Êxodo 21:10, 11; Deuteronômio 21:15-17). Mas Jesus veio e colocou fim à prática da poligamia entre seus adoradores:

“Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez, e disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne?
Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Disseram-lhe eles: Então, por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la? Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”. Mateus 19:3-9

Mas se é certo que o homem possui um instinto primitivo e incontrolável de copular com uma ou mais mulheres para a manutenção da espécie, como conviver e controlar esse impulso natural? O primeiro passo é assumir. Negar o fato apenas atrasará o processo. Se seu parceiro é um homem normal, ou seja, sem nenhum alteração em sua sexualidade ou saúde, provavelmente já desejou outras mulheres mesmo depois de ter assumido um compromisso com você. Sim, é isso mesmo que você leu! Assumir esta realidade de forma equilibrada demonstra maturidade. Na verdade, o segredo está em aprender a lidar com esse desejo de forma saudável para que não afete seu relacionamento.

Se Jesus precisou dizer: “…qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.” é porque estava ciente de nossa natureza pecaminosa e de que todo adultério procede de um pensamento bem alimentado, por isso prossegue:

“Se o seu olho direito o fizer pecar, arranque-o e lance-o fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ser todo ele lançado no inferno. E se a sua mão direita o fizer pecar, corte-a e lance-a fora. É melhor perder uma parte do seu corpo do que ir todo ele para o inferno”. Mateus 5:29-30

Ou seja, se um adultério físico começa com um pensamento, é nele que você deve focar. Os traseiros e decotes vão continuar existindo e te seduzindo. Fato! Seu instinto primitivo vai impulsioná-lo a:

1-olhar;
2-desejar;
3- possuir.

O trabalho fica muito mais leve quando o homem assume esta realidade e “arranca os olhos”, ou seja, age ainda no primeiro passo. Se permite chegar ao segundo, o nível de dificuldade aumenta e abre caminho para o terceiro, ainda mais se o alvo estiver predisposto (e hoje em dia a grande maioria deles está!). Se não trabalhou o passo dois, provavelmente vai chegar ao três e consumar o adultério, que levará consigo a paz do seu relacionamento, a quebra da confiança e da aliança do casamento, o que certamente acarretará em grande sofrimento, inclusive aos filhos e familiares. Corações despedaçados e lágrimas sem fim. Uma dor que, segundo relatos, chega a ser comparável a dor da morte. Por isso o Pai bate na tecla: “…saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”. Gênesis 4:7. Em outras palavras: domine-o antes que ele te domine e devaste sua família!

Sim, possuir mais de uma mulher simultaneamente é mal, ruim e pecado! Por que? Porque mexe com vidas, machuca e destrói relacionamentos. Simples assim. E outra, se já é difícil chegar a um nível de intimidade e maturidade num relacionamento monogâmico, imagine dar conta de duas ou três esposas? Resultado: relacionamentos superficiais onde a mulher vira objeto de satisfação, apenas. Vida fútil e vazia.

Mas é certo também que a esposa deve ter consciência do instinto natural e sexual de seu marido. Deve supri-lo não por obrigação, mas por amor. Se ele estiver satisfeito na cama, não terá motivos para recorrer ao sexo fora do casamento. Muitas esposas fazem greve de sexo como forma de castigar seus maridos mulherengos. Desculpe a sinceridade, mas essa atitude beira a insensatez! Num casamento saudável não pode existir greve de sexo e nem de diálogo. Se existe algum problema, conversem e… continuem transando!

Já cansei de dizer em meus textos que homens acendem apenas com um botão – o olhos. Deixe seu marido sem sexo por muito tempo que o seu desejo sexual chegará a níveis altíssimos, praticamente insuportáveis. Um homem nesse estado torna-se presa fácil, não porque é safado, mas por ser inerente a sua natureza.

“Mas Dani, mantenho uma boa frequência sexual e meu marido continua pulando a cerca, desejando outras mulheres e se esbaldando com pornografia!”

Querida, sinto-lhe dizer, mas seu esposo já foi dominado pelo desejo, é como um títere nas mãos de seu manipulador. Perdeu a razão. Precisa urgentemente reconhecer o buraco em que está metido e buscar ajuda. Se isso tem tirado a paz de seu relacionamento, trazido angústia ao seu coração e abalado a confiança, não se conforme em continuar vivendo dessa forma. Busque uma posição do seu esposo: “Quer continuar sendo um títere nas mãos de seu desejo, mesmo que isso esteja destruindo nossa família?” Se ele responder que sim, então pergunte a você mesma: “Desejo continuar fazendo parte desse jogo destrutivo?”

Sim, fidelidade masculina é possível. Homens de caráter aprovado trabalham o passo “1” a cada decote, calça agarrada ou pop-up sedutor. Se você é homem e age dessa forma, tem o meu respeito e admiração. Dizem que fidelidade não é questão de escolha, mas sim de caráter. E eu digo: seu caráter direcionará suas escolhas. Bom caráter, boas escolhas. Mau caráter, péssimas escolhas. Boas escolhas fortalecem relacionamentos, as más, destroem.

Cristo é o Deus que se fez homem para nos ensinar o jeito certo de ser gente, portanto, observe suas ações, absorva seus ensinamentos e desenvolva um relacionamento através da oração, dessa forma, terá forças para dominar seus instintos e utilizar sua sexualidade de forma saudável.

Você pode ser um mestre garanhão, ter um super-pênis e ser bom de lábia, mas isso jamais superará um caráter aprovado. Atraente mesmo é o homem fiel. Forte mesmo é o homem capaz de se guardar. Admirável e respeitável é o pai que almeja possuir apenas o corpo da mãe de seus filhos. Respeitável é o esposo que escolhe se deitar com a mulher da sua mocidade, aquela com quem reparte a vida e os sonhos.

O homem fiel constrói sua casa na Rocha, onde nem a mulher mais sedutora é capaz de entrar. Ele também é sábio, pois prefere arrancar um dos olhos para não ter que entrar com os dois no inferno do adultério. Não confia em si mesmo, é forte o suficiente para reconhecer suas fraquezas e natureza pecaminosa, por isso joga-se nos braços do Pai, de corpo e alma. Ali o local é seguro e o caminho é certo… fonte de fidelidade!

Dani Marques

 

 

 

Share.

13 Comentários

  1. Gostei muito do texto, pois é verdade que o homem deve ter carater.
    Mas e quando é a esposa que não quer mais ficar com o marido, sendo ele de boa indole e bom carater ?
    A minha esposa joga na minha cara que não me ama e o nosso casamento não esta dando certo, mas eu não a vejo se esforçar para que fique tudo bem.
    Nem conversar ela quer.
    Só acho injusto acusar a maioria dos homens, quando tem muitas mulheres com as mesmas atitudes.

  2. As mulheres adoram se passar por santas e posar de vítimas Oh tadinhas delas. Se homem olha, é porque do outro lado tem uma safada ali, que quis por livre vontade vestir uma mini saia, um short colado, um decote ou sair sem calcinha na rua. Quis sair assim pra se exibir mesmo para os homens e ser chamada de gostosa, pois isso massageia seu ego. Mulher adora dizer que homem pensa com a cabeça de baixo… Mas elas hj em dia cada vez mais, tb pensam com sua cabeça de baixo (não esquecer que clitóris tem prepúcio e cabeça tb). Enquanto lemos esse artigo, tá cheio de mulheres vendo pornografia e se masturbando com videos na Net nesse exato momento, pois cada vez mais elas estão presas do mesmo modo que os homens com tudo isto. Mulher com seu complexo de inferioridade, são cheias de querer dizer que tem um 6º sentido, que são mais inteligentes, são maioria nas faculdades, são multitarefa, são mais fiéis, mais santas, ok mulherada, palmas pra vcs hein.
    Se homem sempre traiu, oras, foi com uma mulher tb né, tão safada quando eles, mas só os homens levam a fama de traidores, como se a mulher amante fosse um fantasminha, só eles levam a culpa!
    Não são todos que tem fantasias de trair ou menage, eu mesmo jamais tive, e aliás, nesse quesito de relações sexuais então devo ser um super santo, pois aos 45 sou virgem ainda.

    • Aline Andrade on

      Infelizmente, Vinícios, as mulheres de hoje estão absorvendo os comportamentos mal vistos dos homens, ao invés de serem exemplos para eles. Essa onda de feminismo transformou a mulher em objeto sob a pretensa ideia de liberdade e independência… E cada vez mais elas se tornam tão fracas frente aos instintos carnais quanto a maioria dos homens…

      Por isso mesmo, no entanto, precisamos ver bem com quem nos relacionamos e nos mantermos os mais afastados possível desse mundo lascivo que nos rodeia. Nós, que temos caráter, precisamos cuidar para não perdê-lo por exposição contínua à liberalidade da sociedade atual. Fugir do perigo não é covardia, é maturidade… Só os tolos se expõem ao risco. Os sábios reconhecem suas limitações e se preservam…

  3. Na bíblia vemos que Judá (filho de Jacó) tinha costume de frequentar a casa das *utas, e numa dessas idas, engravidou sua nora. Salomão escreveu um livro pra Sunamita onde dá detalhes picantes até de sexo oral, falou tanto contra a imoralidade e não abraçar os seios estranhos, mas ele abraçava pelo menos 2 seios novos a cada dia, com suas 1000 mulheres que o levaram para a idolatria. Davi tinha pelo menos 4 mulheres, afora seu harém, ficou com a mulher de um certo Nabal desafeto, traçou a Bate Seba, safada que tinha costume de tomar banho nua aos olhos das pessoas. Jacó se casou com 2, mas tinham 4 (2 concubinas) que todos os dias disputavam para ver quem iria transar com ele toda noite, pois eram loucas por filhos. Sansão tb tinha costume de frequentar a “casa das primas”, mas ainda assim Deus não o deixava, até que foi traído por suas mulheres e se deu bem mal. Ló, caiu na embriagues e, enganado, acabou trançando suas 2 filhas. O Rei Abimeleque também tinha harém e tentou ficar com a mulher de Abraão. Ainda hoje no Oriente esse costume é frequente, mas não podemos comparar os tempos e valores atuais com os dias antigos né.

    • E muito viu Tiago, não vejo a hora, rsrs. Mas só posso fazer isso num casamento, sabe-se lá quando. Tomara que a esposinha seja carente e Hot tb, pra gente transar a noite toda sempararsempararsemparar…

  4. Graça e Paz!

    Sou casado a 9 anos, tenho uma filha de 1 ano e meio.
    Em outubro do ano passado, vacilei feio, uma colega de faculdade tava dando em cima de mim por mais de meses, havia muitas insinuações e convites para sair com ela, pra mim por mais que ela chamava atenção dos olhos, não deixava penetrar no meu coração, e me sentia seguro e que não iria cair nos encantos dela, as vezes qdo tinha oportunidade em sala de aula mesmo, falava de Cristo e que ela tinha que procurar uma igreja para buscar a Deus. Só que um certo dia, do nada, fiquei completamente tentado por esta mulher, ela estava sentada do meu lado e o corpo dela (seios, quadril, etc) qdo ela levantava e voltava, não saia da minha cabeça o interesse de degustar o que ela tinha, no momento que ela percebeu que comecei a dar mole, aí ela veio com tudo, e eu não mais conseguia controlar, (a situação do meu casamento estava perfeita, não tinha problema algum com minha esposa, fazíamos amor praticamente todos os dias, e orávamos juntos). Então nessa noite qdo me deixei levar pela tentação dos meus olhos e do meu coração que se corrompera, convidei-a para uma carona, no meu interior queria muito que ela não aceitasse, mas ela aceitou, fui levar ela pra casa, mas no caminho ela me pediu para parar num lugar escondido, e ali nos beijamos e nos abrasemos com toques, pois ela não queria fazer a relação ali, e sim em um motel em outro dia, por mim eu já nem mais estava pensando, era só a carne e o desejo que falava mais alto, mas não consumamos o ato, quando cheguei em casa fui direto pro banho, minha esposa estava na cama, pois já era tarde, e depois que saí do banho ela me serviu o jantar, estava me sentindo tremendamente acusado, um lixo, um traidor, um falso, adúltero, e todas mais coisas que um homem cristão acusado poderia sentir, como pude fazer aquilo tendo uma bênção de Deus que é a minha esposa, que tanto nos amamos, como pude desonrar meu lar, minha família, que inconseqüente que fui, mas dias se passaram e comecei a não dar ouvidos para acusação e passei a orar muito mais e jejuar por dias seguidos, me senti mais forte contra tentação, passados, mais de 7 dias, e quando a minha colega vinha conversar comigo eu não sentia nada, apenas repúdio dela, mas a impressão é que ela achava que iriamos continuar com um caso, e dias apos o acontecimento qdo estávamos saindo da aula ela me pediu uma carona, não estava mais em jejum a minha oração não tava mais fervorosa como nos primeiros dias, e pensei o que que tem, vou dar uma carona pra ela, eu já tenho a convicção que não quero mais e que não vou cair, e que seria uma boa pq tinha q falar que nao queria nada com ela, então no caminho conversando com ela expliquei que amava minha esposa e que não queria magoa-la, e que mesmo ela sendo uma pessoa muito bonita eu não podia me relacionar com ela, etc, então umas duas quadras antes de chegar na casa dela, ela me pediu para parar e descer do carro, eu disse umas duas vezes não, mas por insistir parei, ela desceu e do lado de fora me pedia pra descer, então desci e disse o que tu quer? E ela se lançou e começou a me agarrar e esfregar seu corpo e me beijar, na hora sem ao menos notar eu estava correspodendo, mas a minha ideia fixa era de não ter feito aquilo que fiz, não estava acreditando que estava ocorrendo outra vez, passados alguns minutos de beijos e amassos calorosos, disse que o problema não estava com ela de eu não a querer pois era muito bonita, mas que eu era casado e não quero ter nenhum romance, disse que tinha sido inconsequente e pedi desculpas a ela e fui embora. Quando cheguei em casa, fiz como se nada tivesse acontecido pq nem eu mesmo cria que outra vez tinha feito algo errado, mas fiz, mas desta vez não fiquei me culpando, só coloquei nos meus pensamentos e coração que não iria dar mais carona pra nenhuma mulher, muito menos essa colega. Ha umas duas semanas atrás essa colega estava em um banco de frente pro estacionamento e o meu carro que ela não conhecia, pois havia trocado e tinha película escura, ela me vê e pede uma carona, aiai, disse pra ela que daria ate a carona, mas que não iriamos fazer nada, levei-a em casa e apenas conversamos outros assuntos, ela desceu e agradeceu pela carona, não senti nada por ela estava convicto que não valia a pena o pecado, pois a culpa e os danos que causam na nossa vida sao terríveis, nos sentimos afastados do Pai, mas outra vez falei para mim mesmo que não se repita mais nenhuma carona, pq enganoso é o coração e corrupto, quem o conhecerá? . sirvo a Deus na igreja, oro, jejuo, medito na Palavra e mesmo assim fui fraco e cedi a tentação, sei que temos que vigiar, e que não podemos dar carona pra mulheres, ainda mais formosas. Pensei em diversas vezes falar tudo para minha esposa, e aproveitar e dizer que qdo eramos noivos eu transei duas vezes com uma outra mulher, e que apos ter casado sai com uma outra no cinema, não beijei nem nada, mas sai com uma amiga, tinha intenção mas na hora vi que não valia a pena e que meu casamento valia muito mais que um momento de prazer do qual já me sentia acusado do acontecimento qdo era noivo, a uns 4 anos atrás uma promotora de eventos (que geralmente são tudo top), começou trabalhar na empresa que eu trabalha e se insinuava por diversas vezes, trocava uma palavra e outra e notava que ela queria um relacionamento comigo, me chamava muito a atenção, e tinha a convicção se convidasse ela para sair de bate pronto ela saia, mas comecei a orar e pedir livramento para que não caísse em tentação, passei a não querer falar mais com aquela moça e depois ela foi para outra empresa. Tenho as vezes uma falha no meu caráter e sou tremendamente tentado a ver um video e outro porno na internet por ter tanta vontade de fazer sexo, isso quando estou sozinho em casa sem minha esposa, não tenho uma pratica de masturbacao como qdo tinha qdo era mais jovem e ímpio e no inicio da conversão, mas as vezes vacilo e caio nisso, as mulheres formosas me chamam atenção na rua, tento sempre desviar meus olhares, mas dependendo do dia me sinto mais carnal e olho mais.

    Quis falar de todas essas coisas, não só a situacao que aconteceu comigo com essa colega de faculdade, mas para abrir o meu coração e mostrar as falhas do meu caráter, e a inconstância de não me manter todos os dias em santidade, tento não dar atenção para a acusação do maligno, pois em Cristo ha perdão e não há condenação. Só me deparo com a incerteza se devo ou não confessar para minha esposa o que aconteceu na faculdade, mesmo ela sendo uma pessoa que nasceu na igreja e que é bastante intolerante contra o pecado, mesmo coisas pequenas, sei que tem uma grande possibilidade de se eu confessar a ela esse último acontecimento dela me perdoar, mas também de não mais querer viver comigo, e penso que se confessar a ela, deveria da mesma forma falar tudo que aconteceu e outras coisas mais que tivesse acontecido na atualidade como as vezes ver video porno na internet, como olhar as vezes uma mulher ou outra na rua, sei que se confessar uma coisa devo confessar as demais, justamente porque a verdade é que não foi o primeiro pecado que cometi contra meu casamento, mas descarregando apenas o que aconteceu com essa colega de faculdade com certeza ela terá um grande choque, imagina se eu falar tudo, tenho a convicção que iremos nos separar e minha filha será criada por outro, creio que o casamento é para vida e que não devemos desfazer nossas alianças, mas sei que no momento que falar apenas a ultima historia ou ate mesmo todas, estarei tirando o peso que está na minha consciência, porem sei que passarei pra ela todo o fardo e a responsabilidade de ficar triste, magoada, desinteressada por mim, tentada pelo Diabo de tal vez se vingar, etc.

    Estou nessa incógnita de ser correto e abrir meu coração pra ela, e podermos não mais vivermos em Paz, mesmo que não se separemos, pois ela conhecerá o profundo do meu caráter que ainda tem manchas negras e que Deus sabe o quanto tenho orado e pedido para me livrar disso, ela viverá sabendo que seu marido, tem um desvio de caráter e que não é confiável por mais que diga que a ama, vai olhar um vídeo ou olhar uma mulher formosa na rua, e quem sabe ainda vai deixar ser levado pelos encantos da mulher estrangeira como diz o Pensador Salomão, sei que não quero ser assim e não aprovo meu comportamento, mas irei ofendela por não valoriza-la como deveria, mesmo ela sendo a mais excelente amante que já tive, (ressalto que fazemos amor 5 a 7 vezes por semana), oramos, juntos, conversamos, lemos a Palavra, como pode alguem como eu ser tao duas face???

    Deus abençoe a vida de vocês!

    • César, é nítido que você tem um problema na área de lascívia (desde que era solteiro) que, se não for combatido por completo, vai levá-lo a arruinar não só o seu casamento como a própria vida. Até hoje, como Sansão, você tem conseguido se livrar das consequências do pecado, mas a questão é até quando? Trair a esposa virtualmente, em pensamento ou fisicamente traz marcas profundas não só a ela como a você e seus descendentes (são abertas portas de pecado na vida deles, eles ficam vulneráveis a ataques malignos nessa área)… Você tem procurado viver em abstinência, mas, como disse, ao deixar de “vigiar”, logo é surpreendido pelo pecado e arrastado novamente. Enquanto não se libertar por completo, vai lutar sozinho e, na maior parte das vezes, não terá sucesso. O problema é que, toda vez que ocorre uma situação, convence-se de que já passou, tudo está resolvido… não vai até o fim para abolir de vez isso da sua vida. A primeira pergunta que você deveria se fazer é: Será que isso o incomoda de verdade? Quer realmente deixar isso? Se sim, seja intenso, busque ajuda específica, aconselhamentos de pessoas capacitadas. Existem livros, cursos sobre o assunto, seminários. Leia, participe, ore a Deus para que Ele o revele o porquê de tudo isso. Não se conforme em viver assim, pois não é normal. Em Cristo, temos a vitória sobre a carne e o pecado. Isso não pode ser uma mera teoria religiosa. Precisa ser vivido. Cristianismo não é religião, é prática, é estilo de vida, e, embora frequente a igreja, na área sexual, você não tem sido nada cristão . Sinceramente, não sei se sua esposa teria maturidade para auxiliá-lo nisso. Mas como ter um relacionamento saudável ocultando dela quem você é e as lutas que tem enfrentado? E quando ela descobrir, não será pior? Ela não se sentirá duplamente traída? Pode ser que, até hoje, ela não saiba de nada, mas certamente um dia saberá…

  5. Não acredito na bíblia, mas temos que reconhecer bons princípios e sabedoria quando os vemos. Como homem no auge do desejo, apesar de solteiro, assisti de camarote vários casos de traição e sempre pensei da mesma forma que a autora desse texto.

    Não podemos negar fatos biológicos, devemos encará-los com maturidade. Fui levado a ler esse texto por conta do meu pai. Eu sou muito parecido com ele em todos os aspectos, e apesar de ele ser um empresário de sucesso, me pergunto se eu acabarei traindo minha esposa como meu pai traiu minha mãe.

    Essa dúvida me condena? Meu pai me disseque isso vai sim acontecer comigo. Que ele pensava exatamente como eu. Ele sempre acerta em suas previsões e quando disse aquilo me olhou com tanta seriedade, como se apostasse sua vida nisso.

    Não. Eu garanto a minha sinceridade, não sou igual a ele. Por outro lado, é difícil confiar numa honestidade que nunca foi posta a prova. Nunca assumi relacionamentos sérios para saber como é e nem sei se gostaria.

    Algo o fez mudar… Eu posso acabar mudando? Como eu poderia não pensar na minha parceira?

    Se existe um Deus, bem fez Ele ao me criar invisível aos olhos femininos. Se sou igual ao meu pai, melhor então que ninguém se relacione comigo e que essa característica maldita não seja perpetuada.

    Existem sim pessoas que vão continuar sozinhas e apesar da compaixão do próximo, ninguém as fará companhia. Talvez eu faça parte deste seleto grupo.

    • Marcos Lima on

      Amigo, para de autocomiseração e vá a luta!
      Ninguém é obrigado a acreditar na bíblia, mas infelizmente vocês ateus são analfabetos espirituais, ignoram que existe tanto o reino celestial como o reino das trevas. E infelizmente, quem não tem a proteção de Deus, está a mercê do poder das trevas, por isso vemos pessoas drogadas, bêbadas, que lutam com todas as forças pra abandonar o vício, mas não conseguem, pois sempre haverá uma força que as empurra para o vício. E a bíblia é clara quando diz que o diabo só quer matar, roubar, destruir e fazer que as pessoas continuem pensando assim como você. Sorry.

  6. Jack Lizard on

    Por que não podemos separar as coisas? Não poderíamos simplesmente deixar nossas esposas transarem com quem elas tiverem vontade e vice-versa?

    Você não transa com o coração quando não é com a pessoa especial, certo?

    Por que fazer tanta gente sofrer?

    • Aí você está se revelando e generalizando suas taras. Não é porque alguns têm taras de ver a mulher dando pra outro, que todo o planeta tem a mesma tara.
      Tem alguns que pegam o metrô com a mulher e pedem pra ela usar um mini vestido sem calcinha, só pra ficar ela sendo encoxada pela macharada no metrô.
      E Isso é bem doente!

  7. Pobres são os homens que pensam que somente o gênero masculino trai por instinto, vontade. Mais pobre ainda é supor que mulher apenas age para se vingar. Tenho 29 anos e desde os 21 saí como garota de programa, não só vendo, mas vivenciando que moças mantinham relações extraconjugais porque possuem desejos.
    -Mas por que você optou por uma vida “desregrada”?
    -Porque quis, me bateu curiosidade, segui o que queria. Optei não enganar nem a mim mesma diante do que rondava meus pensamentos, imaginações a respeito disso tudo.
    Acho hipocrisia citar o nome de Deus como se bebe água, relatar traição pela beleza, juventude, corpo e olhos atraentes. Enganou porque gosta, não diz a verdade porque tem medo, porque falta caráter, dignidade. De nada adianta ler bíblia, jejuar, ficar morrendo de fome para depois procurar mulher nua na internet. Daqui a pouco morre e quando souberem os motivos, oh, foi pelo pecado cometido. Ninguém é culpado de marido/esposa pular a cerca. Não dramatize, deixe de se vitimizar.

Leave A Reply