É POSSÍVEL SER FELIZ DEPOIS DE TANTOS RELACIONAMENTOS FRUSTRADOS?

0

“Tenho 36 anos e dois filhos de pais diferentes. Há 12 anos me separei do pai do caçula. Nos casamos a força por conta da gravidez, mas acabei traindo ele com outro homem. Passados 2 anos conheci um rapaz, ficamos juntos por 4 anos, nos convertemos e nos batizamos juntos. Mas era um relacionamento muito conturbado que chegou ao fim. No ano passado conheci uma pessoa que que acredito ser a resposta de Deus pra mim. Pedi a Deus um namorado de longe que queira casar, que tenha um namoro de santidade comigo. E essa pessoa apareceu em minha vida, com  os mesmos objetivos, gostamos das mesmas coisas, queremos casar, ele é solteiro não tem filhos, mora bem longe e nos conhecemos virtualmente. Vejo nele o homem de Deus pra mim. Gostaria de saber: Posso casar com ele? Vou ter a bênção de Deus? Podemos casar na igreja? Falei com com Deus que se eu não tiver a bênção dEle, fico só. Aguardo sua resposta.”

 
Resposta: 
 
Querida, olho para seu caso e vejo a mulher samaritana. Ela já estava em seu sexto relacionamento quando encontrou com Jesus. Percebo que, assim como ela, procura desesperadamente encontrar a felicidade em um relacionamento. Você entregou sua vida e seu corpo a esses homens enquanto buscava “completar a sua alma”. Se tornou uma só carne com cada um deles e gerou filhos… Isso causa um estrago espiritual e emocional sem tamanho! Enquanto você estava no tempo da ignorância, sem conhecer a Cristo e sua Verdade, era compreensível. Mas agora você tem um referencial de vida. Cristo é seu modelo de ser humano. 
Antes de “amarrar” sua vida a este novo pretendente, precisa ter absoluta certeza se é isso que Deus quer para você (e para ele também). No momento está apaixonada, vivendo o amor eros, por isso anseia ouvir da minha boca um: “Sim, case-se! Ele é o homem certo!”, mas eu seria insensata se assim o fizesse. A prioridade agora é cuidar do seu espírito. Precisa aprofundar seu relacionamento com Deus antes de aprofundar seu relacionamento com este homem, senão cairá em outra armadilha. Mantenha a amizade, mas simultaneamente leia a Palavra, devore os Evangelhos, aprofunde-se nas cartas de Paulo e busque ao Senhor em oração. Clame diariamente por sabedoria do alto, discernimento e direção do Espírito Santo.Peça à Deus que tome a frente de suas decisões, lhe dê maturidade espiritual e só depois de uma boa caminhada deve pensar em decidir alguma coisa.
“Dani, será que vou ter a bênção de Deus nesta união?” Se viver dentro da vontade Dele sim! Mas como saber a vontade de alguém sem conhece-lo profundamente? Impossível! “Posso casar na igreja?” Esse casamento que temos hoje, ministrado por um sacerdote, com a noiva de branco entrando no tapete vermelho foi invenção humana. Nos tempos de Jesus as bodas eram feitas depois de um acordo entre as famílias dos noivos. Na data marcada acontecia uma festa (que durava alguns dias) e os noivos consumavam sua união com a relação sexual dentro de uma tenda, durante a festa. O casamento instituído por Deus é como uma mesa de quatro pernas, onde uma delas é a intimidade sexual, a outra o deixar pai e mãe (independência em todas as áreas), a terceira se unir ao cônjuge (um compromisso sério de união) e a última, a construção de uma nova família (e total responsabilidade sobre ela). Uma mesa não fica em pé sustentada por uma ou duas pernas, portanto, tudo o que descrevi deve acontecer simultaneamente. Este é casamento. Então, a decisão de se casar na igreja ou não é toda sua, não tem nada a ver com Deus. O casamento será abençoado se os dois viverem dentro da vontade de Deus e ponto. Uma igreja, uma cerimônia, um padre ou pastor não tem poder nenhum de fazer um relacionamento dar certo.

Enfim, é momento de olhar para sua vida, todas as decisões erradas que já tomou e decidir mudar o rumo da sua história. Vai querer mais um ex-marido para sua coleção? Mais filhos envolvidos nessa confusão? Creio que não. Então, antes de se envolver neste novo relacionamento, busque intimidade com o Senhor. Sua carência, seu vazio interior e o seu desejo de se sentir amada não pode ser preenchido por um homem. Só Deus pode preenche-la por inteiro. Um casamento feliz é formado por duas pessoas que já são completas em Deus. Busque-o e Ele lhe dirá o que fazer, quando fazer e como fazer.

Isso exigirá muita paciência, persistência e trabalho árduo de sua parte. Pressa? Será sua pior inimiga! Deus criou a sua vida para que um dia se tornasse semelhante à Ele e alcançasse o ideal de ser humano. Viver pulando de relacionamento em relacionamento vai na contramão deste ideal. Precisa olhar para Cristo, conecê-lo e imitá-lo. E isso leva tempo, dá trabalho e só será possível com o agir do próprio Espírito Santo em sua vida. Deus prometeu que daria o seu Espírito àqueles que o pedissem em sinceridade de coração:

“Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. “Qual pai, entre vocês, se o filho lhe pedir um peixe, em lugar disso lhe dará uma cobra? Ou se pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai que está no céu dará o Espírito Santo a quem o pedir! ” Lucas 11:9-13

E finalmente, em reposta às suas perguntas, repito o que Cristo disse à mulher samaritana: “Agora que sabe da verdade, vá e não peques mais!”Beijo carinhoso, Dani.
Share.

Leave A Reply