CONTATO COM EX-AMANTE. INSENSATEZ?

1

IMG_4F8D0D-D3EB76-7C5642-FA81FC-19C1FB-DE43A1

Oi Dani, boa tarde. Precisando muito de uma ajuda de como conversar com meu cônjuge sobre ele manter contato com uma ex-amante. Estamos juntos há 13 anos anos e temos um filho de cinco. No fim de 2013 ele reencontrou uma antiga paixonite de escola. Na época a nossa relação estava morna e  ele começou a manter contato por facebook e whattsap. Brigávamos muito porque nunca aceitei esse contato. Atá que ele sucumbiu e foi para a cama com ela uma vez. Arrependido me pediu perdão, eu o perdoei, pois mostrou muito arrependimento e transformação. Parou de ter contato com ela e apagou contatos, contas de Facebook e me mostra absolutamente tudo no celular sempre. O problema é que há um mês ele teve um sonho com essa mulher, onde ela estava precisando de ajuda. Ele então entrou no face e falou com ela, que ele havia se convertido, que Jeusu havia transformado a vida dele, que estávamos muito felizes,e que gostaria muito que ela voltasse pra Deus também (pois ela já foi da igreja). Ele me contou tudo e mostrou toda a conversa para que não me preocupasse. Até então estava tranquila, até que ele resolveu ir à casa dela falar sobre Deus e isso eu não acho correto. Preciso de ajuda para saber como proceder e conversar, pois ele insiste nisso, não vê problema, diz que não sente mais nada e até insistiu para que eu fosse junto. O que você acha disso Dani? Voltar a ter contato com uma ex-amante?

Resposta:

Olá! Agradeço a confiança em compartilhar sua angústia. Olha só, vou ser muito sucinta na resposta. Imagine uma pessoa que conseguiu, depois de muita luta, vencer o vício do álcool ou cigarro dizendo que gostaria de frequentar bares repletos de pessoas fumando e bebendo para falar de Jesus? Ao meu ver isso tem nome e se chama insensatez. E não entenda de forma rude, mas sim como uma exortação em amor. Deus jamais usaria este caminho (que vai contra a sua própria natureza e ensinamentos) para revelar-se a esta mulher. Existem milhões de outras formas dela se voltar a Deus. A melhor e única coisa que vocês podem fazer hoje por essa situação é orar, apenas. O histórico da traição não permite um contato tão próximo sem que corram o risco dos sentimentos e desejos voltarem a tona. Somos humanos, não podemos confiar em nós mesmos a esse ponto. E quanto ao sonho que ele teve, não enxergo como um aviso de Deus, já que (no geral) os sonhos não costumam seguir a lógica da nossa realidade. A figura dessa mulher pode representar ou não a mulher propriamente dita. O que a nossa mente faz nos sonhos é misturar situações, personagens, cenários sem seguir a lógica do tempo Cronos (hora, dia, mês, ano…). Ou seja, posso sonhar com um gato caindo numa montanha na China e esse sonho representar uma preocupação com a minha mãe. O inconsciente não segue a lógica da razão. Deixo então um alerta e conselho para que converse com ele a respeito nesse sentido. O que é prioridade agora? O casamento de vocês ou ir até lá falar de Deus para uma ex-amante? Por te amar, o fato de você não sentir paz com isso já seria suficiente para ele tomar a decisão de não ir. Penso assim e falo em amor.

Abraços e sabedoria de Deus em sua vida!

 

 

 

 

Share.

1 comentário

  1. Lucas Lima on

    What? Ir a casa dela pra quê mesmo? Are you Crazy?
    Certeza que esse sonho foi o diabo que mandou como uma flechada. Até mesmo pastores ou qualquer homem de Deus que têm um pingo de sabedoria não entram só eles sozinhos na casa de mulher nenhuma sozinha (no mínimo em 3 pessoas), muito menos de ex amante.
    Então ele marca com ela pra ir a casa dela bem intencionado, quando os 2 estão lá sozinhos, a moça já tava carente mesmo, já fantasiou bastante, já estava preparada, deixa cair o vestido e se revela sem calcinha, totalmente peladinha, fica de 4, convida ele, pronto, a oportunidade perfeita que o diabo preparou e o bobão não vigiou, pois ele sabe que é praticamente impossível um homem resistir nessa situação, certeza que vai cair de novo. Temos que ter mais discernimento né pessoal.

Leave A Reply